Paquistão compara situação na Caxemira a ascensão do nazismo

Shahzaib Akber / EPA

O primeiro-ministro do Paquistão afirmou que a inércia da comunidade internacional face aos acontecimentos em Caxemira lembra o silêncio sobre a ascensão do nazismo e o aparecimento de Hitler na Alemanha nos anos 1930.

“O recolher obrigatório, a repressão e o genocídio iminente dos habitantes de Caxemira na zona ocupada pela Índia ocorrem exatamente de acordo com a ideologia do RSS que foi inspirado pela ideologia nazi”, escreveu Imran Khan na rede social Twitter.

O RSS ou Rashtriya Swayamsevak Sangh (Corpo Voluntário Nacional) é um movimento paramilitar ultranacionalista hindu. Os seus críticos designam-no de movimento fascista antimuçulmano. “Há uma tentativa de mudar a demografia de Caxemira através da limpeza étnica”, acusou o chefe do governo paquistanês. “A questão que se põe é: o mundo vai ver e mostrar-se conciliatório como foi com Hitler?”, questionou Khan.

O território de Caxemira, localizado nos Himalaias, é controlado em cerca de dois terços pela Índia (maioritariamente hindu) e em 37% pelo Paquistão (muçulmano, tal como a maioria dos habitantes de Caxemira).

Criado em 1952, o RSS é considerado o mentor ideológico do BJP (Bharatiya Janata Party, Partido do Povo Indiano), formação do atual primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, que na juventude integrou o movimento. O RSS foi proibido diversas vezes desde a independência da Índia em 1947, nomeadamente após o assassínio em 1948 de Mahatma Gandhi por um dos seus antigos membros, que acusava o ativista de simpatias muçulmanas. Também foi interdito após ter incitado à destruição em 1992 da mesquita de Babri, que levou a tumultos terríveis.

“Temo que esta ideologia da supremacia hindu do RSS, como a supremacia ariana dos nazis, não pare no Caxemira ocupado pela Índia”, disse Khan, adiantando recear pela “supressão dos muçulmanos na Índia” e que o Paquistão seja também tomado como alvo.

O governo indiano anunciou na segunda-feira a revogação da autonomia constitucional do Estado de Jammu-Caxemira, medida explosiva que visa colocar a região sob uma tutela mais direta de Nova Deli e que o Paquistão considerou “ilegal”. As duas potências nucleares do sul da Ásia já travaram duas guerras pelo controlo de Caxemira. Desde 1948, uma resolução da ONU prevê a organização de um referendo de autodeterminação em Caxemira, que se mantêm letra morta face à oposição de Nova Deli.

Diferentes grupos separatistas combatem, há décadas, a presença de cerca de 500 mil soldados indianos na região de Jammu-Caxemira, para exigir a independência do território ou a integração no Paquistão. Dezenas de milhares de pessoas, na grande maioria civis, já morreram no conflito. Desde que a revogação do seu estatuto foi anunciada, que a Caxemira indiana vive num “colete de forças”, com a proibição de concentrações, o corte de comunicações e o reforço das forças de segurança indianas.

Segundo a imprensa indiana, pelo menos 500 pessoas foram detidas esta semana em Jammu-Caxemira.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Trump refere-se a Fauci como "um desastre" e acusa-o de ser "idiota"

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que o principal rosto do combate à pandemia no governo, o imunologista Anthony Fauci, é um "desastre" e possivelmente um "idiota", numa altura em que o …

Estado condenado a indemnizar cidadão romeno por tratamento desumano

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) condenou o Estado português ao pagamento de 14 mil euros por tratamento desumano do cidadão romeno Lonuţ-Marian Bădulescu, durante a detenção deste na cadeia do Porto. Numa decisão esta …

Panama Papers. Alemanha com ordens de detenção para Mossack e Fonseca

Um tribunal de Colónia emitiu ordens de detenção contra Jürgen Mossack e Ramón Fonseca por fraude fiscal e associação criminal no caso dos Papéis do Panamá, uma investigação internacional por branqueamento de dinheiro, anunciaram esta …

Depressão Bárbara. Registadas 654 ocorrências, mau tempo volta a agrava-se hoje

A Proteção Civil registou até ao final da manhã desta terça-feira 654 ocorrências devido ao mau tempo, sobretudo nas zonas urbanas a norte do rio Tejo, e colocou em alerta especial laranja mais três distritos …

Bolsonaro diz que vacina será gratuita mas não obrigatória

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta segunda-feira que a vacina contra a Covid-19 será gratuita mas não será obrigatória para a população do país, o segundo com mais mortes no mundo devido à …

Estudantes indicaram professor que foi decapitado a jihadista (em troca de dinheiro)

Investigadores acreditam que vários estudantes indicaram por dinheiro quem era o professor Samuel Paty ao jihadista que o decapitou na sexta-feira ao lado da escola onde trabalhava na região de Paris. O ministro da Educação, Jean-Michel …

Portugal regista mais 15 óbitos, 1.876 novos casos e 1.932 recuperados

Portugal contabiliza esta terça-feira mais 15 mortos relacionados com a covid-19 e 1.876 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim, …

Há ratos e répteis no Centro Hospitalar de Viseu. Ala psiquiátrica está em "péssimas condições"

O alerta partiu do bastonário da Ordem dos Médicos que denunciou a "péssima condição" a que os utentes estão sujeitos. Miguel Guimarães desafiou esta segunda-feira a ministra da Saúde a visitar o departamento de Psiquiatria do …

Portugal é pouco poupador, tem condições de trabalho precárias e pouca escolaridade

Portugal é um país envelhecido, com idosos a viverem sozinhos, pouco poupador e onde o trabalho é precário, os patrões e empregados têm baixa escolaridade e há poucas mulheres na polícia, revela uma publicação da …

País em duodécimos seria uma "irresponsabilidade". Bloco acusa Governo de chantagem “inaceitável”

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, falou, em entrevista à Rádio Observador, sobre as negociações com o Governo para a aprovação do Orçamento de Estado para 2021. Em entrevista à Rádio Observador, a coordenadora …