Paquistão aprova lei contra “crimes de honra”

O Parlamento do Paquistão aprovou esta quinta-feira uma lei que permite acusar e condenar a prisão perpétua os autores de “crimes de honra”, mesmo em caso de perdão da família da vítima.

Estes crimes “tiram a vida a centenas de pessoas todos os anos”, lê-se no novo diploma, de contornos inéditos naquele país, segundo as agências internacionais.

O texto destacou que esta medida “era necessária para evitar que tais crimes sejam cometidos repetidamente”.

Organizações não-governamentais e muitos políticos paquistaneses pedem há vários anos leis mais duras para instituir penas mais severas contra os autores de violência contra mulheres.

No Paquistão, país muito patriarcal, centenas de mulheres morrem todos os anos às mãos de familiares sob o pretexto de terem violado a honra da família.

Vários casos chocaram o país nos últimos meses, como foi o caso da vedeta Qandell Baloch, morta pelo irmão no passado dia 15 de julho.

Posteriormente, o irmão da chamada “Kardashian do Paquistão” afirmou que se sentia orgulhoso de ter assassinado a irmã porque “as mulheres nasceram para ficar em casa”.

Uma disposição controversa da lei islâmica em vigor no Paquistão prevê que os homens que matam mulheres da sua família podem escapar a qualquer condenação se a família conceder o seu perdão em troca do pagamento de uma soma compensatória.

O Parlamento paquistanês aprovou esta quinta-feira também uma lei que endurece as penas para determinados casos de violação.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Paquistão, Índia e outros países daquela área geográfica,ainda vivem na idade da pedra, sao autenticos Neandertais. Paises miseraveis.

RESPONDER

Futebol europeu com perdas de quase 4 mil milhões de euros

Relatório da Deloitte indica que, só nas cinco maiores ligas europeias da modalidade, a quebra nas receitas foi de 11%. Calendários alterados, campeonatos adiados ou mesmo cancelados, jogos sem público. Como se esperava, a pandemia que …

O asteróide que dizimou os dinossauros veio de um lugar inesperado

O asteróide que extinguiu os dinossauros provavelmente veio da metade externa do cinturão de asteróides principal, uma região que se pensava produzir poucos asteróides.  Investigadores do Southwest Research Institute, no Texas, Estados Unidos, mostraram que os …

Há três anos, uma tempestade de poeira em Marte desencadeou a primavera no polo sul

Em 2018, Marte foi palco de uma fortíssima tempestade de areia que destruiu um vórtice de ar frio em torno do polo sul do planeta, desencadeando uma primavera precoce. Já no hemisfério norte, a tempestade …

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …