Pânico em Veneza. Cruzeiro desgovernado colide com o porto

O navio atingiu um barco turístico e o cais de embarque de um canal do centro da movimentada cidade italiana, em plena época alta. O incidente acontece num contexto de insatisfação crescente dos habitantes locais com o turismo de massas.

Um navio de cruzeiro perdeu este domingo o controlo à sua chegada a Veneza, causando o pânico ao embater numa doca e num barco turístico enquanto atracava, relataram órgãos de comunicação social italianos.

O acidente causou ferimentos sem gravidade em quatro turistas, duas das quais foram levadas para o hospital para observação. Não foi divulgada a nacionalidade das turistas.

O acidente ocorreu na movimenta doca de San Basilio, no canal de Giudecca, no centro de Veneza. De acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, terá sido provocado pela quebra de um dos cabos que ligam os navios de cruzeiro aos rebocadores que os ajudam a entrar nos canais.

A quebra do cabo terá feito com que o MSC Opera, navio de cruzeiro ítalo-suíço com pavilhão do Panamá, que pode transportar até 2.679 passageiros, não conseguisse parar por causa das fortes correntes que o empurravam para a doca.

Imagens divulgadas na rede social Twitter mostram o momento em que o enorme navio colide com o cais e com outro barco, enquanto turistas que se encontravam no cais fogem à frente do navio, que atingiu o cais e raspou a lateral direita contra a doca, com os motores a rugir, antes de embater no Michelangelo, pequeno barco turístico que se encontrava próximo.

Veneza tem estado a debater como lidar com a explosão do turismo na cidade, uma das mais visitadas do mundo. O centro histórico de Veneza tem cerca de 50 mil habitantes e é visitado todos os anos por 20 a 30 milhões de turistas — dos quais apenas 20% pernoitam na região.

Em 2018, para regular a entrada dos turistas, foram instalados portões nos únicos pontos de entrada terrestre da cidade, que são fechados quando se alcança certo número de entradas. As autoridades também proibiram, durante 3 anos, a abertura de restaurantes de comida rápida.

Veneza irá cobrar, além disso, uma taxa aos turistas que ficam apenas um dia na cidade. Quem se hospeda em Veneza já paga uma taxa de alojamento, que gera cerca de 30 milhões de euros por ano para as autoridades municipais.

Os venezianos há muito tempo que se queixam da presença excessiva de turistas, que, segundo os locais, descaracterizam a cidade. Um dos principais alvos das reclamações são os turistas dos navios de cruzeiro.

Centenas destes navios chegam todos os anos à famosa cidade italiana, na qual despejam milhões de turistas, que descem para conhecer a cidade, onde passam poucas horas e gastam pouco, mas geram custos de limpeza e esgotam os espaços públicos.

O turismo de massas é cada vez mais criticado pelos habitantes das grandes cidades europeias, como Barcelona, Amesterdão e Veneza.

Entre as principais reclamações estão a subida de preços devido a serviços como o Airbnb e a descaracterização das cidades, causada pela grande circulação de pessoas e do desaparecimento do comércio tradicional, substituído por lojas, bares e restaurantes para os turistas.

ZAP // Lusa / Deutsche Welle

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …