PAN rejeita “via verde” para o Governo (e admite travar próximo Orçamento “se necessário”)

Tiago Petinga / Lusa

O PAN não pretende oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e admite mesmo travar o Orçamento de Estado “se for necessário”.

As palavras são da presidente do Grupo Parlamentar do partido PAN (Pessoas, Animais, Natureza), que encabeça a única lista candidata à direção e será, assim, a sucessora de André Silva.

Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, publicada esta sexta-feira, Inês Sousa Real afirmou que o PAN não vai permitir que o Governo faça “o que bem entender” no que toca ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).



Segundo a presidente do grupo parlamentar, o partido não vai oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e, “se for necessário”, o partido poderá até mesmo “travar um OE que se considere que não dá as respostas para o país”.

A deputada garantiu que, no próximo orçamento, o PAN não vai deixar cair a preocupação com o Rendimento Básico Incondicional. Além disso, a abolição das touradas não deixará de estar no seu horizonte.

Inês Sousa Real defende que “o país precisa” que sejam feitas “pontes entre todas as forças e não apenas entre o PS e alguns partidos”.

Embora considere que o país “não precisa” de crise política, a deputada admitiu que não deixará de fazer oposição em temas onde se verifiquem “diferenças ideológicas” com o Governo de António Costa.

Algumas dessas temáticas passam por certas “opções estratégicas para o país” com as quais o PAN não concorda, como é o caso do “aeroporto do Montijo”.

Questionada sobre a situação de Odemira, Inês Sousa Real disse que o partido tem “questionado a capacidade de Eduardo Cabrita na condução do MAI”. “Na gestão deste ministério tem ficado mais do que plasmado o falhanço redundante do que deveria de ser uma ação planeada, estruturada, e que não tem acontecido”, afirmou.

Sobre as eleições autárquicas, a deputada disse que o partido está a fechar o debate interno e remeteu o anúncio dos candidatos às autarquias para breve.

Na mesma entrevista, Inês Sousa Real falou sobre o futuro do PAN com a saída de André Silva da direção. Segundo a presidente do grupo parlamentar, o PAN “é um partido de causas que quer ser um partido de poder” para “usar a influência que o poder traz para fazer avançar as causas”.

“O PAN quando concorre, tal como os demais partidos e forças políticas, concorre para ser governo. Ainda não temos representação que nos permita sê-lo, mas estamos confiantes que as gerações futuras se identificam com o ideário do PAN, que é um partido de futuro e que terá, se calhar a breve trecho, responsabilidades acrescidas. Quando chegamos a um lugar de poder, temos poder e oportunidade fazer avançar as causas”, afirmou.

Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …

Vídeo da TAP a contratar em Espanha gera revolta. Companhia já abriu inquérito disciplinar

Numa altura em que o cenário do despedimento colectivo na TAP está na agenda política nacional, há um vídeo que revela o director de Recursos Humanos da companhia numa acção de recrutamento de trabalhadores em …

Defesa alega que Salgado tem “lapsos de memória” e “desgaste físico e emocional”

Os advogados apresentam um apanhado do que chamam do perfil psicológico do arguido, bem como as condições físicas em que atualmente se encontra. A contestação conta com 191 páginas. Tendo em conta o escrutínio público a …

"Errar é humano". Rui Moreira defende Medina das críticas (mas garante que no Porto não aconteceria algo semelhante)

Depois de Fernando Medina se ver envolvido no casos dos dados dos ativistas russos, Rui Moreira vem defender o seu homólogo dizendo que este não deverá abandonar a autarquia lisboeta. Em entrevista à TVI24, o Presidente …

"Cena de Kafka ou de Orwell". Bielorrússia exibe Protasevich em conferência de imprensa

As autoridades bielorrussas exibiram, esta segunda-feira, o jornalista Roman Protasevich, numa conferência de imprensa descrita pela oposição como uma "cena kafkiana" e realizada sob "coação". Esta segunda-feira, Roman Protasevich esteve presente numa conferência de imprensa do …

Pipa conhece interesse do Sporting e não descarta transferência

Gonzalo Ávila Gordon, mais conhecido por Pipa, tem sido observado pelo Sporting CP como opção para concorrer pelo lugar de Pedro Porro. "Vi as notícias, sei que o Sporting é o campeão português e um grande …

Fatura da luz vai aumentar já no próximo mês

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou um aumento nos preços da luz para as cerca de 954 mil famílias que são abastecidas no mercado regulado. A revisão entra em vigor a 1 de julho …

Num dia "incrivelmente positivo", Biden lançou avisos a Putin e teve uma reunião "muito boa" com a Turquia

O presidente dos EUA, Joe Biden, considerou a cimeira da NATO, realizada esta segunda-feira em Bruxelas, um dia "incrivelmente positivo", naquela que foi a sua primeira deslocação internacional desde que tomou posse. Joe Biden destacou, durante …

Portugal enfrenta a Hungria à procura de retomar onde Éder nos deixou

A seleção portuguesa de futebol inicia esta terça-feira a defesa do título no Euro2020, com o objetivo de superar a Hungria, 'outsider' do Grupo F, em Budapeste, antes dos complicados embates frente às favoritas Alemanha …