Recorde: Palmeiras de Abel rematou… 36 vezes num jogo

Cesar Greco / Palmeiras

Um “massacre” da equipa de Abel Ferreira, que conseguiu uma vitória difícil contra o Sport.

O Palmeiras prolongou a série positiva no Brasileirão. A equipa de Abel Ferreira chegou à terceira vitória consecutiva no campeonato, levando a melhor sobre o Sport por 2-1, na última madrugada.

A jogar em casa, o Palmeiras conseguiu algo raro neste ano: uma reviravolta. Esteve a perder, depois do golo madrugador de Leandro Barcía, mas na segunda parte deu a volta, por Luiz Adriano e Felipe Melo. Foi apenas a quarta reviravolta de resultado em 2021, a primeira desde Junho.

Felipe Melo marcou. Isso sozinho já é notícia. O médio não marcava qualquer golo desde Julho do ano passado.

Mas, olhando para os números do Espião Estatístico, da Globo, há um recorde (de longe) a registar neste jogo: os 36 remates do Palmeiras.

Sim, 36 remates em 90 minutos. Média de um remate em cada três minutos – até um pouco menos do que três minutos. Um recorde na edição actual do Brasileirão, superando os 29 remates do Santos, contra o Atlético Goianiense.

Após o jogo, Abel Ferreira rejeitou a ideia de que o Palmeiras é uma equipa defensiva: “Nós, com bola, temos que ser mais ofensivos. Criar, chegar no último terço e fazer coisas, não só por ter a bola. E foi isso que fizemos”.

“Hoje rematámos 36 vezes, o que demonstra muito a agressividade e a atitude mental da equipa, que contradiz alguns que querem catalogar a nossa equipa como uma que só defende. Não. É uma equipa equilibrada. Percebe o adversário e joga o que o jogo deixa, o que o jogo dita”, declarou o treinador português, em conversa com os jornalistas.

O Palmeiras está no segundo lugar do campeonato, mas a 10 pontos do líder Atlético Mineiro, que ainda tem um jogo por realizar.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.