Afinal, os nórdicos podem não ser tão felizes como pensamos

Países como a Finlândia, a Noruega e a Dinamarca ocupam, geralmente, os primeiros lugares em rankings de felicidade e bem-estar. Mas, afinal, os nórdicos podem não ser assim tão felizes como pensamos.

De acordo com a BBC, uma nova pesquisa mostra que a felicidade nos países nórdicos está longe de ser um sentimento universal e que, na verdade, esta reputação está a esconder problemas significativos de muitos cidadãos, nomeadamente os mais jovens.

O relatório do Conselho de Ministros Nórdicos e do Instituto de Investigação da Felicidade de Copenhaga, na Dinamarca, baseou-se em dados recolhidos entre 2012 e 2016 para tentar construir uma imagem mais realista das chamadas “superpotências da felicidade”.

Através da realização de questionários, os investigadores pediram às pessoas que classificassem o nível de satisfação com a sua vida numa escala de 1 a 10. Os cidadãos que marcaram mais de 7 foram classificadas como “prósperos”, as que indicaram 5 ou 6 como “pessoas com problemas” e todos os que escolheram uma pontuação inferior a 4 foram enquadrados na categoria dos “sofredores”.

Um total de 12,3% das pessoas responderam que estão neste momento a lutar ou a sofrer, sendo que esse índice é ligeiramente maior nos jovens entre os 18 e os 23 anos (13,5%). O índice só não é mais alto do que o registado entre as pessoas com mais de 80 anos (16%), grupo que enfrenta outros adversidades, como problemas de saúde e solidão.

O relatório identificou que tanto a saúde, de forma geral, como a saúde mental está diretamente associada com as classificações. O desemprego, o salário e a sociabilidade também têm peso na hora de escolher nível de felicidade.

De uma forma geral, escreve a BBC, o relatório desafia a ideia de que somos mais felizes quando somos jovens.

Saúde mental

Os investigadores identificaram a saúde mental como uma das barreiras mais importantes para o bem-estar individual. E esse tipo de problemas foram identificados, sobretudo, entre os mais jovens.

“Cada vez mais jovens se sentem sozinhos, stressados e têm transtornos mentais”, disse um dos autores do relatório, Michael Birkjaear, ao The Guardian. “Estamos a observar que essa epidemia de transtornos mentais e de solidão está a chegar aos países nórdicos”.

Na Dinamarca, 18,3% das pessoas entre os 16 e os 24 anos indicaram que sofriam de problemas ligados à saúde mental. Esse número foi ainda maior – 23,8% – entre as mulheres dessa faixa etária.

A Noruega assistiu a um aumento de 40% no número de jovens que pedem ajuda por dificuldades relacionadas com a sua saúde mental nos cinco anos da pesquisa. O relatório diz ainda que na Finlândia, eleito o país mais feliz do mundo em 2018, o suicídio foi responsável por 35% de todas as mortes nessa faixa etária.

Outros padrões

Os autores do estudo afirmam que os salários altos acabam por “proteger” as pessoas de sentirem que estão a sofrer e também mostraram que os nórdicos têm três vezes mais probabilidades de escolherem um número baixo na escala de 1 a 10 se estiverem  desempregados, especialmente os homens.

A investigação também indica que a falta de contacto social é um problema maior entre os participantes do sexo masculino do que para as mulheres.

Ainda que esta pesquisa revele um lado que os rankings de felicidade geralmente não mostram, o relatório compara a situação destes países com dados de outras nações.

Embora 3,9% das pessoas na região nórdica tenham citado níveis de “sofrimento”, essa taxa noutros países é bastante maior: 26,9% na Rússia e 17% em França.

Para além dos países citados, no grupo dos dez países mais felizes do mundo também se encontram países como a Islândia, Suíça, Holanda, Canadá, Nova Zelândia, Suécia e Austrália.

ZAP // BBC / RT

PARTILHAR

RESPONDER

Pensilvânia certifica vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais

As autoridades da Pensilvânia certificaram, esta terça-feira, a vitória do democrata naquele estado nas eleições presidenciais norte-americanas. Na sua conta do Twitter, o governador local, o democrata Tom Wolf, escreveu que o Departamento de Estado da Pensilvânia …

Nos Países Baixos, há drive-ins para as crianças poderem visitar o Pai Natal em tempo de pandemia

Muito se tem falado de como será o Natal neste ano atípico. Contudo, há países que já começam a arranjar alternativas para a época festiva. Nos Países Baixos, os drive-ins estão a ser usados para …

Vereador da Educação de Lisboa ameaça autarca com “um par de murros”

O vereador da Educação da Câmara de Lisboa afirmou, num comentário no Facebook, em resposta a uma publicação de um vogal da Junta de Freguesia do Areeiro, estar disponível para lhe dar "um par de …

Papa Francisco critica negacionistas da covid-19 e fala da morte de George Floyd

O papa Francisco, num livro esta segunda-feira publicado, criticou os opositores ao uso de máscaras ou outras restrições impostas para conter a pandemia de covid-19, sublinhando que nunca se manifestariam contra a morte do afro-americano …

Fenprof reconhece abertura da tutela do Ensino Superior para negociar apesar de divergências

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reconheceu esta segunda-feira a abertura do Governo para negociar algumas questões do Ensino Superior, depois de uma reunião em que a tutela e a organização sindical nem sempre estiveram …

Bombeiros vão receber verba adicional de três milhões de euros

As associações humanitárias de bombeiros vão receber uma verba adicional de três milhões de euros em 2021 para fazer face aos constrangimentos financeiros devido à pandemia de covid-19, segundo uma proposta do PS hoje aprovado. Este …

Media Capital desafia ERC e elege Mário Ferreira como presidente

Os acionistas da Media Capital elegeram, esta terça-feira, o empresário Mário Ferreira presidente da dona da TVI. A assembleia-geral esteve inicialmente convocada para 28 de outubro, tendo sido suspensa, retomando hoje os trabalhos e com uma …

Estado de emergência. Maioria dos portugueses concorda com novas medidas de restrição

Uma sondagem da Intercampus para o Correio da Manhã revela que a maioria dos portugueses concorda com o regresso ao estado de emergência e com as restrições impostas pelo Governo. De acordo com o Correio da …

Taarabt é o terceiro jogador do Benfica infetado com covid-19

O internacional marroquino também testou positivo à covid-19, dois dias antes de o Benfica, que já tinha previstas oito baixas no plantel, defrontar o Rangers para a Liga Europa.  Depois de Darwin Nuñez e Julian Weigl …

Oposição israelita pedirá dissolução do parlamento e novas eleições

O líder da oposição israelita, Yair Lapid, anunciou na segunda-feira que apresentará na próxima semana uma iniciativa para dissolver o Knesset (parlamento) e convocar eleições, num contexto de tensão na coligação governamental, noticiou a agência …