Países árabes cortam relações com o Qatar por “apoiar terrorismo”

Bahrein, Egito, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Iémen anunciaram, esta segunda-feira, o romper de relações diplomáticas e o corte de ligações aéreas e marítimas com o Qatar, acusando o país de ingerência e de apoiar o terrorismo.

A Arábia Saudita afirmou querer “proteger a sua segurança nacional dos perigos do terrorismo e do extremismo”, enquanto os Emirados Árabes Unidos acusam o Qatar de perturbar a estabilidade na região.

O Bahrein sustentou a sua decisão acusando Doha de “minar a segurança e estabilidade” do país e de “interferir nos seus assuntos” internos. Deste país veio a ordem para que diplomatas e cidadãos do Qatar abandonem o país em 48 horas.

O Egito anunciou o rompimento de relações, acusando o Qatar de apoiar organizações terroristas como, por exemplo, a Irmandade Muçulmana.

Por fim, o governo do Iémen também anunciou o corte de relações com o Qatar, membro da coligação militar árabe que opera no país, acusando Doha de ligações com os grupos houthis pró-iranianos e de apoio a grupos jihadistas.

Através de um comunicado, o governo do presidente Abd Rabbo Mansour Hadi, segue o alinhamento da coligação árabe e excluiu o Qatar da aliança militar e anunciando o corte de ligações diplomáticas com Doha.

Para o governo de Sana, o Qatar apoia os grupos armados houthis e “outros grupos extremistas” como a Al Qaeda e o Estado Islâmico.

O Qatar vai acolher o acolher o Mundial de Futebol de 2022, decisão marcada por diversas polémicas relacionadas com suspeitas de corrupção na atribuição da organização ao país.

Tráfego aéreo condicionado

A transportadora Emirates e a de baixo custo FlyDubai vão cancelar os voos com destino e origem no Qatar a partir de terça-feira e “até nova ordem”, de acordo com comunicados separados das companhias. A decisão das transportadoras surgiu depois da Etihad, com sede em Abu Dhabi, ter cancelado os voos para Doha.

As três companhias acrescentaram que vão garantir os voos previstos para hoje e propor aos clientes “outras opções”, incluindo o reembolso total do bilhete de avião.

A Saudia, transportadora nacional da Arábia Saudita, anunciou também a suspensão, a partir de hoje, de todos os voos com destino e origem do Qatar. Em resposta, a Qatar Airways suspendeu todos os voos para a Arábia Saudita.

O encerramento pelo reino saudita, Emirados e Bahrain do espaço aéreo com o Qatar deverá afetar o tráfego aéreo no país, através do qual transitam diariamente numerosos passageiros oriundos ou com destino aos três vizinhos do Qatar.

“Totalmente inaceitável”

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Qatar já afirmou “não haver justificação legítima” para o rompimento de relações diplomáticas anunciado por estes países.

Estas medidas são “injustificadas” e “sem fundamento”, reagiu o ministério, considerando que têm um “objetivo claro: colocar o Estado [do Qatar] sob tutela, o que constitui uma violação da sua soberania” e é “totalmente inaceitável”.

No mês passado, vários destes países já tinham bloqueado o acesso a diferentes meios de comunicação do Qatar, depois de a QNA, a agência noticiosa estatal do país, ter transmitido citações do líder Tamim bin Hamad Al Thani a dizer que não era “sábio agir com hostilidade contra o Irão”.

Esta situação foi posteriormente desmentida pelo Catar, que se defendeu dizendo que a agência tinha sido alvo de um ataque informático.

Estes acontecimentos acontecem dias depois de uma visita do Presidente dos EUA, Donald Trump, a Riade, capital da Arábia Saudita, onde pediu aos países muçulmanos para “trabalharem para isolar o Irão e [privá-lo] dos fundos que financiam o terrorismo”.

Preço do petróleo em alta, bolsas em baixa

O preço do petróleo está esta segunda-feira a subir após a notícia que dá conta do corte de relações diplomáticas de diversos países do Golfo com o Qatar. O petróleo chegou a subir mais de 1,5%, mas já atenuou os ganhos.

Entretanto, a Bolsa do Qatar registou hoje a sua maior queda desde 2009, com várias das cotadas a afundar o máximo permitido de 10%.

As bolsas Europeias seguem hoje por seu turno a negociar em baixa, num dia de menor liquidez e em que as praças de Frankfurt e Zurique estão encerradas com os investidores atentos ao agravar da situação geopolítica e aos preços do petróleo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Crocodilo do terror" tinha dentes do tamanho de bananas e comia dinossauros

Um novo estudo descobriu um grupo de crocodilos antigos que tinham cerca de 10 metros de comprimento e dentes "do tamanho de bananas", que lhes permitiam derrubar até os maiores dinossauros do seu ecossistema. De acordo com …

Intervalos mais curtos, alunos a limpar salas e cantinas com take away. Como vai ser o novo ano letivo

Intervalos de cinco minutos, aulas a começar mais cedo e a terminar mais tarde, alunos a ajudar na desinfestação das salas e cantinas com serviço de take away são algumas das mudanças previstas por diferentes …

Rui Pinto recebeu ameaças de morte do estrangeiro

O pirata informático português Rui Pinto recebeu ameaças de morte de Portugal e do estrangeiro. O hacker é considerado person of interest por outros países. Rui Pinto recebeu ameaças de morte vindas não só de Portugal, …

Mistério médico. Cérebros de veteranos desvendam segredos sobre a síndrome da Guerra do Golfo

Trinta anos depois, a síndrome da Guerra do Golfo continua a ser um mistério médico. Porém, um novo estudo do Centro Médico da Universidade de Georgetown lança luz sobre esta misteriosa doença.  Quase um terço dos 700 …

PSD não vai fazer coligação com o Chega para as autárquicas (mas não exclui aliança pós-eleitoral)

O PSD não vai fazer coligação com o Chega, partido liderado por André Ventura, antes das autárquicas. Porém, não exclui diálogo e uma possível aliança depois disso. O semanário Expresso escreve este sábado que a direção …

Marcelo promulga diploma sobre sistema nacional de gás (mas alerta para os custos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma que estabelece o funcionamento do sistema nacional de gás, mas chamou à atenção para as observações do regulador, nomeadamente quanto aos custos …

UE avança com sanções contra Bielorrússia. Candidata da oposição apela a "massivas manifestações"

Os chefes de diplomacia da União Europeia (UE) acordaram esta sexta-feira impor sanções ao regime de Minsk na sequência das eleições presidenciais de domingo passado, visando os responsáveis pela alegada fraude nos resultados e pela …

Estratégia para abrandar envelhecimento pode estar escondida nos golfinhos

Uma equipa de investigadores está a estudar o envelhecimento em golfinhos da marinha norte-americana para tentar aprender estratégias para aplicar em humanos. Como os golfinhos envelhecem de maneira semelhante aos humanos, uma equipa de investigadores está …

Anãs negras, explosões na escuridão e um grito final. Astrónomo explica como o Universo vai acabar

Há muito tempo que os astrónomos estudam como será o fim do cosmos. Um novo estudo concluiu que o Universo dará um último grito antes de tudo escurecer para sempre. As leis conhecidas da física sugerem …

A NASA tem estado a disparar lasers para a Lua. Finalmente, recebeu uma resposta de volta

A NASA esteve nos últimos anos a disparar raios laser em direção ao Lunar Reconnaissance Orbiter, nave que está desde 2009 em órbita da Lua. Agora, pela primeira vez, o satélite respondeu. O Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) …