Os soldados da China já usam armas laser

(dr) China Daily

Uma arma laser WJG-2002 de fabrico chinês

Uma arma laser WJG-2002 de fabrico chinês

O exército da China agora está a usar armas laser. Não são do tipo das que os Stormtroopers usam em “Star Wars”, como pode estar a pensar, mas são igualmente perigosas.

Segundo o Popular Science, as novas armas do exército chinês não têm capacidades fatais, mas estão a ser usadas principalmente para cegar alvos, e interferir ou causar danos à visão a laser ou nocturna dos equipamentos dos inimigos.

Embora as convenções internacionais como o Protocolo de 1998 Contra a Cegueira por Armas Laser proibir o uso de lasers e outras armas ofuscantes contra seres humanos, os sensores ópticos e térmicos aparentemente podem ser usados em veículos, aeronaves e robôs.

O laser PY132A, por exemplo, recentemente exibido numa exposição da polícia chinesa, concebido para ser usado contra drones terroristas ou ilegais, tem um laser suficientemente poderoso para cegar também os sensores e câmaras do inimigo.

O PY132A vem equipado com visão térmica e nocturna, que aumentam a sua precisão.

O laser Low Altitude Guard II, por sua vez, pode ser usado pela polícia para abater pequenos veículos aéreos não tripulados – mas aparentemente, a arma tem uma opção de uso militar mais poderosa.

Em combate, espingardas laser como os modelos PY132A, WJG-202 e BBQ-905 podem ser usadas para bloquear ou mesmo destruir os visores termo-sensíveis dos tanques inimigos, ou cegar drones que estejam a voar a baixa velocidade, destruir câmaras de vigilância e sabotar sensores.

Estas aplicações respeitam os protocolos internacionais sobre este tipo de tecnologia, mas há uma linha muito ténue a separar o seu uso legal de possíveis violações.

A espingarda laser  BBQ-905 pode ser usada para bloquear ou mesmo destruir os visores termo-sensíveis dos tanques inimigos, ou cegar drones que estejam a voar a baixa velocidade

A espingarda laser BBQ-905 pode ser usada para bloquear ou mesmo destruir os visores termo-sensíveis dos tanques inimigos, ou cegar drones que estejam a voar a baixa velocidade

Por exemplo, ainda que o uso proposto para estas armas siga o protocolo definido, o que acontece quando os lasers forem usados contra aeronaves tripuladas, como os helicópteros militares, nos quais um feixe de laser pode potencialmente cegar o piloto?

Estes avanços na tecnologia militar estão ainda longe de poder ser usados em combate, como armas portáteis, à moda dos blasters e phasers de “Star Wars”.

Mas são mais uma daquelas visões futuristas que, quando menos se espera, se tornam realidade.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os norte-americanos já têm disto há mais de 10 anos e adaptadas a diversas formas! isto deve ser resultado da intensa espionagem realizada à estrutura industrial e militar norte-americana que a China faz descaradamente. Curioso é quando são os americanos, lembram-se logo dos limites, mas se estes países fazem algo de igual tudo fica calado. É triste ver a morte como mais aceitável que um ferimento, que poderá cegar ou não, mas que pode manter a vida.

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …