Os ratos-toupeira-nus têm mais um “superpoder” (igualmente invejável)

Smithsonian's National Zoo / Flickr

Heterocephalus glaber, também conhecido por rato-toupeira-nu

Podem até parecer um saco de peles completamente arruinado, mas têm uns superpoderes completamente bizarros (e que nós invejamos), nomeadamente, a imunidade completa ao cancro.

Além de saberem que sobrevivem quase 20 minutos sem oxigénio e que são resistentes ao cancro e à dor, os cientistas descobriram que estes feios animais também não envelhecem. Ou, por outras palavras, a sua probabilidade de morte não aumenta com o passar dos anos.

O estudo foi publicado na semana passada no jornal eLife.

Pelo contrário em qualquer outra espécie de mamífero, o risco de morte aumenta com a passagem do tempo. No entanto, isso não acontece com os ratos-toupeira-nus – ou Heterocephalus glaber, no seu nome científico -, uma espécie de roedor que vive por baixo dos desertos da África Ocidental.

A mortalidade nestes ratos, geralmente, segue a lei da mortalidade Gompertz-Makeham, uma equação matemática que descreve o aumento da taxa de mortalidade juntamente com o aumento da idade após atingir a idade adulta.

Nos humanos, o risco quase dobra a cada ano a partir dos 30. Mas para estes roedores enrugados, isto funciona de forma totalmente diferente.

“Para mim, estes são os dados mais excitantes a que já tive acesso“, disse Rochelle Buffenstein da Calico, uma companhia independente de biotecnologia de combate ao envelhecimento e doenças associadas detida pela Google. “Vai contra tudo o que sabemos em termos de biologia de mamíferos”.

Buffenstein tem estudado este tipo de ratos por mais de 30 anos e documentou, cuidadosamente, cada morte de cada um dos ratos que esteve ao seu cuidado.

Depois de estudar os registos de 3229 ratos-toupeira-nus, a investigadora descobriu que o risco de mortalidade permaneceu em cerca de um em cada 10.000 para o resto das vidas dos ratos.

Os ratos-toupeira-nus atingem a maturidade sexual aos seis meses de idade. Com base no seu tamanho, a sua esperança média de vida em laboratório é de seis anos. Mas alguns vivem para além dos 30 anos.

“A nossa pesquisa demonstra que estes ratos não envelhecem da mesma forma que outros mamíferos, e, na verdade, mostram entre poucos a nenhuns sinais de envelhecimento. Além disso, o seu risco de envelhecimento não chega a aumentar 25% passado o seu tempo para a maturidade reprodutiva”, disse Buffenstein.

“Estas descobertas reforçam a nossa crença de que os ratos-toupeira-nus são animais excecionais para estudar de forma a compreendermos melhor os mecanismos biológicos da longevidade”.

Não é sabido, por agora, como é que estes roedores são tão bons “a viver”. Um estudo de 2009 propôs, no entanto, várias causas – proteínas estáveis desdobram-se menos do que em modelos de ratos e têm menos oxidação do que a observada noutros mamíferos.

Será necessária mais pesquisa em animais com mais idade para verificar se a tendência se mantém após os 30 anos.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Como surgiu a vida na Terra? Cientistas acreditam ter descoberto o "elemento-chave"

Uma equipa de investigadores da Ludwig-Maximilians-Universitaet, na Alemanha, mostrou que pequenas alterações nas moléculas de transferência de ARN (tARNs) permitem que se auto-agrupem numa unidade funcional que consegue replicar informações exponencialmente. Uma equipa de biólogos alemães …

Telescópio FAST detetou três misteriosos sinais rádio do ainda jovem Universo

O gigante telescópio chinês FAST (Five Hundred Metre Aperture Spherical Telescope) detetou três misteriosas rajadas rápidas de rádio (FRB) que ocorreram quando o Universo era ainda jovem. As rajadas rápidas de rádio são um dos …

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …