Os corvos estão com colesterol alto (e a culpa é nossa)

Cientistas alimentaram corvos com cheeseburgers do McDonald’s para analisar os efeitos da urbanização e concluíram que estes tinham colesterol mais alto.

Os corvos por norma sobrevivem à base de plantas, carne de animais mortos e comida de fontes produzidas pelo Homem, como aterros e caixotes do lixo. Contudo, a comida que deitamos fora não é tão saudável para os corvos, como a comida que estas aves poderiam encontrar em ambientes livres de pessoas.

Numa experiência, a equipa liderada pela professora assistente Andrea K. Townsend, da Faculdade de Hamilton, em Nova Iorque alimentou corvos com alguns cheeseburgers do McDonald’s e depois analisou o seu sangue.

Para avaliar que tipo de consequências o colesterol podia ter nestes animais, os cientistas decidiram medir os efeitos da urbanização e de uma dieta de baixa qualidade sobre a sua sobrevivência no geral, avança a Gizmodo.

Os investigadores recolheram amostras de sangue de 140 crias de corvos em Davis, Califórnia, e 86 crias em Clinton, Nova York, acompanhando-os por dois a três anos.

Para algumas das famílias de corvos de Nova Iorque, os cientistas complementaram a dieta colocando um cheeseburger do McDonald’s num raio de 10 metros do ninho, cinco a seis dias por semana.

As crias dos pássaros alimentados com hambúrgueres pareciam, em média, ter colesterol mais alto do que aqueles que não recebiam cheeseburgers, mas também aparentavam estar em melhores condições. No entanto, não está claro se o colesterol era bom ou mau para os corvos, já que não há uma constituição de colesterol alto para estes animais.

Os ambientes urbanos — que os pesquisadores definiram como ambientes com superfícies mais impermeáveis — pareciam estar associados a níveis mais altos de colesterol, assim como à diminuição da sobrevivência.

Assim, a urbanização global parece ter um efeito negativo sobre a sobrevivência dos corvos nos primeiros três anos de vida, de acordo com o artigo publicado no The Condor Ornithological Applications.

Os resultados corroboram outras experiências em pardais domésticos, iguanas-do-norte das Bahamas e raposas de San Joaquin, em que as populações urbanas (ou populações em áreas com mais humanos) apresentam colesterol mais alto.

O estudo levanta ainda questões sobre quais os efeitos a longo prazo numa dieta deste tipo e se esta teria as mesmas consequências em corvos mais velhos (já que o estudo só se baseou em crias).

O estudo veio mostrar que a vida na cidade não transforma apenas os humanos, mas também altera os animais e os restantes seres vivos que habitam ambientes urbanos.

DR, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governador das Filipinas diz que cantores de karaoke prejudicam combate à pandemia

Um governador de uma província das Filipinas voltou a sua atenção para um grupo de pessoas que, segundo ele, estão a prejudicar a luta contra a pandemia: cantores de karaoke. Numa publicação no Facebook na madrugada …

Histórico: Filipe Albuquerque vence 24 Horas de Le Mans e sagra-se campeão mundial de LMP2

O português Filipe Albuquerque, da United Autosports, venceu este domingo as 24 Horas de Le Mans em automobilismo, na categoria LMP2, a segunda mais importante, e sagrou-se campeão mundial de resistência a uma corrida do …

Convenção do Chega chumba lista de André Ventura para a direção nacional

A proposta do presidente do Chega, André Ventura, para a direção nacional do partido foi hoje chumbada na convenção que decorre em Évora, ao não conseguir reunir os dois terços dos votos dos cerca de …

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TikTok anuncia acordo com Oracle e Walmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …