Todos os anos são retiradas da orla costeira dos Açores até 12 toneladas de lixo

mustha / Flickr

Fajã da Caldeira de Santo Cristo, Açores

Todos os anos são retirados da orla costeira das ilhas dos Açores entre 10 a 12 toneladas de lixo marinho, a maioria plástico, que dá à costa por influência das correntes e das marés.

Os dados foram revelados hoje por Gui Menezes, secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia do Governo açoriano, no âmbito de uma campanha designada “lixo zero”, que vai decorrer em todo o arquipélago para alertar a população para o problema.

“As estatísticas que temos indicam que, todos os anos, se limpam entre 10 a 12 toneladas de lixo nas orlas costeiras dos Açores”, explicou o governante, lembrando que a própria sociedade civil açoriana está cada vez mais desperta para este problema e tem-se mobilizado para fazer campanhas de limpeza da orla costeira.

Gui Menezes falava aos jornalistas na Praia de Porto Pim, na ilha do Faial, uma das praias da região que mais lixo acumula, devido à sua localização, virada a sul, aparentemente mais exposta às correntes marinhas.

“É uma baía mais confinada e, infelizmente, acumulam-se aqui muitos plásticos, de pequenas dimensões”, recordou o secretário regional do Mar, acrescentando que, por essa razão, Porto Pim é também “uma das praias mais monitorizadas” da região.

O governante lembrou ainda que o executivo regional socialista tem vindo a lançar “uma série de iniciativas” para reduzir a utilização de plásticos descartáveis e no sentido de se produzir menos plásticos no futuro.

“O plástico nos Açores aparece em todos os ecossistemas marinhos, tanto em profundidade como na superfície, nas praias e nas zonas balneares”, lembrou Gui Menezes, acrescentando que, por essa razão, estão também a decorrer vários trabalhos e projetos científicos ligados a esta temática.

O secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia recordou os dados recolhidos, por exemplo, no âmbito da campanha “SOS Cagarro”, uma ave protegida na região, que indicam que 90% dos juvenis que foram analisados em laboratório, depois de terem sido encontrados mortos, “tinham lixo no seu estômago”. “Isto é muito preocupante”, vincou.

A campanha “lixo zero” está integrada numa outra campanha de sensibilização ambiental mais vasta, denominada “Entre Mares”, que prevê iniciativas de sensibilização ambiental, destinadas às escolas e ao público em geral, e ainda um concurso de trabalhos artísticos, em diversas áreas, relacionados com a problemática da conservação dos oceanos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …

O avião-baleia da Airbus já fez o seu primeiro voo

https://vimeo.com/385554265 O BelugaXL, da Airbus, é um avião-baleia e é a aeronave com mais espaço de carga do mundo. O avião foi desenvolvido para transportar peças de aviões entre as várias fábricas da empresa europeia e …