Ordem pede nutricionistas para evitar casos como o de Reguengos. Estado diz que não tem verbas

Pedro Sarmento Costa / Lusa

Todas as instituições sociais e solidárias que albergam idosos devem ter obrigatoriamente, pelo menos, um nutricionista, defende a Ordem dos Nutricionistas. O Estado argumenta que não tem verbas.

A Ordem dos Nutricionistas considera que “é essencial” que os lares de idosos passem a integrar obrigatoriamente nutricionistas para evitar casos como o do lar de Reguengos, em que se verificaram várias situações de desnutrição e desidratação de idosos. Segundo a Ordem, deve haver, pelo menos, “um nutricionista a tempo inteiro por cada 40 utentes”.

Em declarações ao Expresso, a bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Alexandra Bento, salienta que a relação entre o número destes profissionais e o número de utentes deve também ter em conta a gravidade das suas patologias.

De um total de 5.138 de lares sob a alçada do Instituto da Segurança Social (ISS) apenas 173 contam com a presença de nutricionista. Uma investigação realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa revela que 38,7% dos idosos institucionalizados revelam risco de malnutrição.

A pandemia apenas veio trazer à tona uma realidade que “já era conhecida”, garante Alexandra Bento. A inclusão de nutricionistas nesta instituições foi recomendada pela Assembleia da República ao Governo em 2018, mas acabou por não avançar. “Infelizmente, até agora pouco ou nada foi feito”, lamenta a bastonária.

“A recomendação surgiu depois de a Ordem ter apresentado um trabalho que alertava para a necessidade de nutricionistas nos lares, baseado na recolha de informação credível e evidência científica, mas acabou por não sair do papel”, explica.

Este mês, a Ordem de Nutricionistas já reuniu com o Ministério do Trabalho e Segurança Social para trabalhar na implementação da obrigatoriedade de que estas instituições de cariz social tenham um nutricionista.

Ao Expresso, o presidente da União de Misericórdias Portuguesas diz que “é certo e seguro” que os nutricionistas “fazem falta”, mas que a contratação destes profissionais esbarra “na penúria de verbas do Estado”.

Manuel Lemos explica que “o Estado comparticipa em €400 o utente, que custa €1.350/mês à instituição”. Os idosos de menores rendimentos do universo das Misericórdias e IPSS são “quem paga a conta”.

“Estamos a falar de 37 mil utentes e entre o que o Estado paga e a reforma dos nossos idosos ainda faltam €700 e são muitas as famílias sem rendimentos para custear a diferença”, disse Manuel Lemos ao semanário. “É o Estado que tem a obrigação de dar resposta pública aos idosos”.

O processo de recrutamento dos 400 profissionais destinados às brigadas de intervenção rápida para dar resposta a surtos de covid-19 em lares de terceira idade ainda está a decorrer. O Jornal Económico escreve que haverá ainda falta de profissionais para integrar as equipas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …