Oposição venceu eleições legislativas no Kosovo

Arianit / Wikimedia

Líder do movimento Vetëvendosje!, Albin Kurti

A oposição venceu as eleições legislativas deste domingo no Kosovo, afastando do poder os partidos que dirigiam o país há mais de uma década, de acordo com dados divulgados pela comissão eleitoral.

Após a contagem de 95% dos votos, a esquerda – o movimento Vetëvendosje! (VV, Autodeterminação!), com 25,81% – e o centro direita – Liga Democrática do Kosovo (LDK), com 24,95% – estavam à frente dos dois partidos da coligação no poder, Partido Democrático do Kosovo (PDK), com 21,27%, e a Aliança para o futuro do Kosovo (AAK), do atual primeiro-ministro, com 11,5%.

“Chegou a hora! Chegou a hora!”, disse o líder do movimento Vetëvendosje!, Albin Kurti, aos seus apoiantes, no centro de Pristina, citado pela Agência France Presse (AFP).

Durante dez anos, o Kosovo mergulhou numa profunda crise socioeconómica sem obter um reconhecimento internacional pleno da sua soberania. O chefe do principal partido da coligação atualmente no poder, Kadri Veseli, também citado pela AFP, aceitou a derrota, afirmando: “Aceitamos o veredito do povo. O PDK passa para a oposição“.

A Comissão Eleitoral deverá anunciar esta segunda-feira os resultados oficias.

A LDK e o Autodeterminação!, que têm colaborado nos últimos anos, mostraram-se na campanha dispostos a aliarem-se após as eleições, apesar de terem fracassado na tentativa de o fazerem antes da votação, porque não conseguiram chegar a acordo quando a um candidato comum para primeiro-ministro.

As questões sociais, do emprego à saúde, dominaram a campanha para as eleições legislativas antecipadas de domingo.

Pela primeira vez desde a autoproclamação da independência do Kosovo em 2008, os temas sociais obtiveram primazia sobre as eternas “questões nacionais”. A sombra do diálogo com a Sérvia planou sobre a campanha, mas o emprego, a corrupção, o direito à educação e saúde dominaram os discursos, sugerindo à população que, 20 anos após o fim dos combates, é possível uma mudança.

No total, 1.068 candidatos disputaram os 120 lugares do parlamento do Kosovo (20 reservados às “minorias”), num país com menos de dois milhões de habitantes, mas uma importante diáspora.

Do lado dos albaneses kosovares, quatro listas disputaram o primeiro lugar: a Liga Democrática do Kosovo (LDK), o Partido democrático do Kosovo (PDK), o movimento Vetëvendosje! (VV, Autodeterminação!) e a coligação formada entre a Aliança para o futuro do Kosovo (AAK) de Ramush Haradinaj e o Partido social-democrata (PSD).

O ex-primeiro-ministro Ramush Haradinaj, antigo comandante do UÇK, os serviços secretos do exercito de libertação do Kosovo, e que liderava uma ampla coligação governamental, também joga a sua sobrevivência política.

Haradinaj demitiu-se em 19 de julho, após ser convocado pelo Tribunal especial para o Kosovo, com sede em Haia, como suspeito de crimes de guerra no decurso da “guerra do Kosovo” (1998-99), o último conflito na ex-Jugoslávia.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …