Operação para a reconquista de Mossul já começou

A operação para a reconquista da cidade iraquiana ao Estado Islâmico já teve início, anunciou esta segunda-feira o primeiro-ministro do Iraque.

“O tempo da vitória chegou e as operações para libertar Mossul começaram”, disse o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, numa declaração transmitida pela estação televisiva Iraqiya.

“Hoje declaro o início dessas operações vitoriosas para libertar-vos da violência e do terrorismo do Daesh“, afirmou, dirigindo-se aos residentes da região de Mossul.

O grupo terrorista, que tomou vários territórios da Síria e do Iraque, em meados de 2014, declarando-os um “Califado Islâmico”, tem sofrido derrota atrás de derrota este ano, preparando-se agora para uma ofensiva contra o seu principal reduto no Iraque: Mossul.

Hoje, os rebeldes sírios conseguiram uma vitória sobre o Estado Islâmico, ao tomar – com apoio da aviação turca – a simbólica cidade de Dabiq, mencionada em profecias apocalípticas sunitas.

A notícia da mais recente derrota do Daesh surge no dia em que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, se deslocou a Londres para reuniões com os aliados europeus, uma iniciativa diplomática que visa pôr fim ao conflito sírio.

100 mil pessoas podem fugir

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados alertou hoje que estima que até 100 mil pessoas poderão fugir da ofensiva contra a cidade iraquiana de Mossul.

Perante a expectativa de que milhares de pessoas fugirão da ofensiva, o ACNUR prepara-se há meses para acolher os deslocados em onze campos, alguns dos quais estão prontos, outros estão quase e outros ainda se encontram na fase de planificação, dado a ONU não dispor de terreno para os construir.

A ofensiva lançada hoje faz temer um desastre humanitário e o secretário-geral adjunto da ONU para os Assuntos Humanitários, Stephen O’Brien, declarou-se “extremamente preocupado” com os cerca de 1,5 milhões de pessoas que ainda vivem em Mossul.

“As famílias estão expostas ao risco extremo de serem apanhadas em fogo cruzado ou como alvo de atiradores furtivos”, alertou.

Temendo pelo destino de 500 mil crianças, a organização não-governamental Save the Children exortou os beligerantes a “abrirem corredores seguros” para que os civis possam fugir e não fiquem presos “sob as bombas, numa cidade cheia de minas e explosivos, com falta de alimentos e cuidados médicos”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Terceiro estado de emergência? "É preciso em abril preparar um maio, maduro maio"

O Presidente da Assembleia da República já deixou antever que o Parlamento irá ter de debater, na próxima semana, uma segunda renovação do estado de emergência. Em declarações ao semanário Expresso, Eduardo Ferro Rodrigues cita uma música do …

Mourinho e jogadores do Tottenham apanhados a quebrar regras de isolamento

O técnico português José Mourinho e três jogadores do Tottenham foram apanhados a quebrar as regras de isolamento social decretadas no Reino Unido, segundo avança o diário britânico The Guardian. De acordo com fotografias e vídeos …

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …