Operação Lex. Vieira defende-se com a “tradição do Benfica” de receber juízes e políticos na Luz

Tiago Petinga / Lusa

O presidente do Benfica, Luis Filipe Vieira

Luís Filipe Vieira dá o exemplo do convite feito pelo Benfica a 22 juízes e ao próprio António Costa, quando era presidente da Câmara Municipal de Lisboa, para assistir a um jogo da Liga dos Campeões na Tribunal Presidencial do Estádio da Luz como forma de rebater a acusação da Operação Lex.

O presidente do Benfica é arguido no caso que envolve também o juiz Rui Rangel, sendo acusado pelo crime de oferta indevida de vantagem.

O Ministério Público (MP) alega que Vieira ofereceu bilhetes a Rangel para jogos do Benfica em Portugal e no estrangeiro como forma de obter “favores” da parte do então juiz da Relação. Em causa está, especialmente, um processo relacionado com uma dívida fiscal de Vieira em Sintra.

Na defesa de Vieira na Operação Lex, aponta-se que “a presença de reputados ou prestigiados benfiquistas de vários quadrantes da sociedade nacional na Tribuna Presidencial do Estádio é uma tradição há muito seguida pelo Benfica“, conforme cita o Correio da Manhã (CM).

A título de exemplo, a defesa do dirigente refere o convite feito pelo clube a 22 juízes para assistirem ao jogo contra o Basileia (1-1), da Liga dos Campeões, em Novembro de 2011, no Estádio da Luz.

Entre esses 22 juízes havia dois conselheiros do Supremo, 18 desembargadores da Relação e dois juízes de direito, destaca ainda o CM.

Os juízes desembargadores Rui Gonçalves e Pedro Mourão terão sido alguns dos magistrados convidados, segundo o mesmo jornal que evidencia que “o primeiro absolveu o empresário José Veiga, arguido no processo Lex, e deverá ser investigado num processo extraído da Operação Lex”, enquanto que o segundo “é investigado pelo Conselho Superior da Magistratura, no âmbito de um processo disciplinar”.

António Costa, que era então presidente da Câmara Municipal de Lisboa, também assistiu ao desafio no camarote presidencial da Luz.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Ora aí está um bom argumento que irá convencer qualquer juíz que se preze! Pois a tradição é algo nobre e reveste qualquer acto por mais atroz e corrupto que seja com uma áurea de legalidade e de inocência. É tradição queimar o gato, é tradição oferecer relógios de ouro aos árbitros, é tradição oferecer carros aos padres, é tradição pagar jantares em troca de um emprego, é tradição a praxe, é tradição a mutilação genital (lá nos países onde isso se faz), é tradição oferecer bilhetes para o Europeu de futebol, é tradição os ex-ministros das Finanças terem cargos em bancos, é tradição os ex-ministros da economia terem cargos em empresas do sector energético… (não é que não tenham habilitações para isso, também têm habilitações, mas já agora como é tradição junta-se o útil ao agradável) É pá, há tanta tradição… Viva a tradição! Agora entendo quando dizem que Portugal tem Tradição!

  2. Pois ele não foge à verdade, há muitos anos que o benfica compra tudo e todos para poder atingir os objetivos, estranhamente nem assim consegue!

  3. A explicação é fífia e demonstra que os juízes convidados, ou parte, até tem tanta ética que até, certamente por agradecimento e boa educação, estão com processos às costas.

  4. Não fosse o país ter falido e tudo continuaria na mesma. Já se esqueceram das viagens falsas dos deputados? E das férias de congressos dos médicos pagas pelos laboratórios aos maiores receitadores dos respectivos produtos? E dos presidentes de Camara com as urbanizações e obras públicas? E da Junta Autonoma de Estradas? E do fax de Macau?
    Os juízes, naturalmente não podiam olhar para o lado e fazer peregrinações a Fátima!
    Razão tinha o Vale e Azevedo que foi preso por ter perdido as eleições no Benfica e não pelo simples facto de ter roubado!

  5. Aí está esclarecido pelo próprio presidente a tradição do Benfica, não houvesse um Pinto da Costa” que pode não ter sido sempre justo” no norte do país a fazer face a esta tradição de tudo pretender comandar e nem sequer valeria a pena haver campeonato, pois o título estaria sempre entregue há ‘priori’. Instalar governo, justiça e igreja católica na catedral penso que assentaria bem tudo no mesmo local. Imagine-se outro clube que alcunhasse o seu estádio de catedral, já há muito tempo os superiores da igreja se teriam manifestado e bem contra o oportunismo, mas é o Benfica, põe-se-lhe água benta por cima. Tudo isto vai desacreditando cada vez mais sobretudo o futebol e por este caminhar nos estádios só comparecerão um grupo de claques de arruaceiros a aplaudir e incentivar ao conflito entre eles. Repare-se e compare-se em relação a outros países como os estádios portugueses estão cada vez mais às moscas, dantes viam-se famílias completas a ir à bola, agora há que fugir de lá.

RESPONDER

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …