ONU informada de suspensão na pena de morte da Guiné Equatorial

Embassy of Equatorial Guinea / Flickr

Presidente da Guiné Equatorial

Presidente da Guiné Equatorial

A Guiné Equatorial informou em Fevereiro a ONU que tinha aprovado uma suspensão temporária da pena de morte, uma das condições de adesão à CPLP, disse neste domingo fonte da instituição.

“Recebemos a ordem presidencial que introduziu a moratória temporária no uso da pena de morte em Fevereiro de 2014”, confirmou o porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Rupert Colville.

No dia 23 de Julho, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) aprovou a entrada da Guiné Equatorial na organização, uma reivindicação antiga do governo liderado por Teodoro Obiang e contestada por várias organizações da sociedade civil, que alegam o facto de, além do facto de poucos guineenses falarem português, o regime de Malabo se destacar nas violações dos direitos humanos.

Em Fevereiro, Obiang assinou uma resolução presidencial que suspende a pena de morte, uma das condições impostas pela CPLP para a adesão do país como membro de pleno direito à organização, mas a legislação em vigor mantém a pena capital como uma das medidas previstas.

Este é, ainda assim, um caminho aceite pela ONU, que na resolução de 2007 “felicita as decisões de um crescente número de países de aplicar uma moratória às execuções, prosseguindo muitas vezes com a abolição da pena de morte.”

A Declaração de Díli, com que se concluiu a X Cimeira da CPLP em Julho, inclui uma referência explícita à abolição da pena de morte na Guiné Equatorial.

No texto, é referida a moratória à pena de morte anunciada pelo regime do Teodoro Obiang, cuja vigência deve concluir-se com a abolição da pena capital.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Eduardo Bolsonaro e dois ministros de Estado testam positivo à covid-19

O filho do Presidente do Brasil, que também é deputado federal, é o terceiro membro da delegação brasileira que viajou para os EUA a testar positivo para a covid-19. O deputado federal brasileiro Eduardo Bolsonaro, filho …

Avião russo invade espaço aéreo da Estónia pela sexta vez este ano

A Estónia informou na quinta-feira que um avião da força aérea russa violou o seu espaço aéreo, sendo o sexto incidente do género este ano. A intrusão terá ocorrido ao meio-dia de quarta-feira, quando o avião …

Abel montou uma "equipa pequena, a jogar sempre com receio"

Opinião proveniente do Brasil lamenta a forma como o campeão sul-americano se apresenta em campo. É campeão sul-americano, por ter vencido a última Copa Libertadores, está a um jogo de estar novamente na final da Libertadores …

Pandemia com tendência decrescente nos serviços de saúde e na mortalidade

Portugal regista uma situação pandémica de “intensidade moderada”, mas com uma tendência decrescente da pressão sobre os serviços de saúde e na mortalidade associada à covid-19, refere o relatório das “linhas vermelhas” hoje divulgado. Segundo a …

Vacinas da gripe vão ser dadas nos centros de vacinação covid-19

Os centros de vacinação usados para administrar as vacinas contra a covid-19 vão também passar a ser usados para vacinar contra a gripe. Numa nota enviada às redações, a task force anunciou que os centros de …

Irmã de Kim Jong-un diz que acabar com a Guerra da Coreia é uma "ideia admirável"

Esta sexta-feira, Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, disse que o país está disposto a retomar as conversações com a Coreia do Sul se o vizinho não provocar o Norte com políticas hostis. Ri …

"Que se lixe o Congresso", diz líder do CDS

O líder centrista Francisco Rodrigues dos Santos disse não estar "minimamente preocupado" nem "concentrado em táticas para congressos internos". O presidente do CDS disse esta sexta-feira que não está “minimamente preocupado” com a próxima reunião magna …

Detidos CEO e chairman do grupo HNA, antigo acionista da TAP

Chen Feng e Tan Xiangdon, o chairmain e o CEO do grupo HNA, que já deteve uma participação na TAP, foram detidos esta sexta-feira.  O chairmain e o CEO do grupo HNA terão sido detidos na …

OMS inclui mais dois medicamentos nas recomendações para tratamento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acrescentou na quinta-feira dois medicamentos à lista de fármacos admitidos para tratamento da covid-19 e pediu à farmacêutica que os produz para baixar os preços e levantar as patentes. O …

Puigdemont em liberdade, mas com proibição de sair da Sardenha

O Tribunal de Recurso de Sassari decidiu, esta sexta-feira, deixar em liberdade o ex-presidente catalão Carles Puigdemont. Enquanto decorrer o processo judicial, não pode sair da ilha italiana. Carles Puigdemont saiu em liberdade esta sexta-feira, depois …