/

OMS decreta estado de emergência global devido ao Ébola na República Democrática do Congo

EU Humanitarian Aid and Civil Protection / Flickr

A epidemia de Ébola que se faz sentir na República Democrática do Congo foi considerada esta quarta-feira uma emergência global de saúde pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou esta quarta-feira o estado de Emergência Internacional na República Democrática do Congo (RDCongo) depois da reunião do Comité de Emergência para avaliar a evolução da epidemia do Ébola.

A notícia foi divulgada através da conta de Twitter da organização e aponta as preocupações com a expansão geográfica da doença como fundamento para esta decisão.

A decisão foi tomada depois de se confirmar que a doença já tinha chegado a Goma, a cidade mais povoada e estratégica de todas as afetadas até agora, e que está a 20 quilómetros da fronteira com o Ruanda, o que aumenta o risco de uma propagação da epidemia.

A emergência global foi emitida tendo por base a votação de 11 membros de um painel de especialistas, explica o The New York Times. Esta foi a quarta vez que a classificação foi discutida, tendo sido chumbada nas três anteriores.

O comité tem a missão de fazer uma recomendação formal ao diretor-geral da OMS, se é para manter o nível de alerta atual ou se será para elevá-lo, declarando emergência sanitária internacional, face à crise do Ébola, que já provocou 1.676 mortos, registando 12 novos casos a cada dia.

Este surto, o segundo mais mortífero na história, é apenas ultrapassado pela epidemia que entre 2014 e 2016 atingiu a África Ocidental e que matou mais de 11.300 pessoas. Na época, a epidemia também foi declarada uma emergência de saúde global.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.