“Olhos de cachorrinho” são traço de evolução. Cães desenvolveram músculo para manipular humanos

Quem é que nunca se deixou derreter pelos “olhos de cachorrinho” do melhor amigo do homem? Esse traço característico é um sinal de evolução anatómica dos cães e surgiu como forma de sobrevivência, para conquistar o coração dos humanos, de acordo com um estudo científico.

As pressões de selecção durante a domesticação dos lobos, os ascendentes dos cães, moldou não só o comportamento do que se tornou no “melhor amigo do homem”, como até a sua anatomia, conclui uma investigação publicada no jornal científico da Academia Nacional de Ciências dos EUA.

Esta pesquisa concluiu que a domesticação, há 33 mil anos, moldou os músculos faciais dos cães para facilitar a comunicação com os humanos e, assim, garantir a sua sobrevivência.

Desta forma, os olhos dos descendentes dos lobos alteraram-se para parecerem maiores e mais expressivos, de modo a provocarem reacções de carinho e de empatia nos humanos.

“Uma preferência inconsciente”

A musculatura facial entre cães domésticos e lobos cinzentos é “relativamente uniforme”, divergindo apenas “em torno do olho”, constatam os investigadores no artigo científico.

“Um músculo responsável por levantar intensamente a sobrancelha interna está uniformemente presente em cães, mas não em lobos”, frisam. Os “dados comportamentais revelam que os cães também produzem o movimento da sobrancelha significativamente mais frequentemente e com maior intensidade do que os lobos”, acrescentam.

E há “movimentos de maior intensidade produzidos exclusivamente por cães”, sustentam os cientistas. Trata-se especificamente de um tipo de movimento que “aumenta o pedomorfismo“, ou seja, a “manutenção das características de criança no estado adulto”, segundo a definição da Infopedia.

“Quando os cães fazem o movimento, parece despoletar nos humanos um forte desejo de cuidar deles”, nota em declarações à BBC a professora Juliane Kaminski, da Universidade de Portsmouth (Reino Unido), que foi uma das autoras do estudo.

O movimento faz com que os olhos dos cães “pareçam maiores, mais infantis e que se assemelhem a uma expressão que os humanos fazem quando estão tristes“, acrescenta Kaminski.

Perante estes “olhos de cachorrinho”, os humanos teriam “uma preferência inconsciente” por estes cães, o que os levaria a protegê-los e a desejar procriá-los, salienta ainda a professora.

Desta forma, a investigação conclui que “os cães com sobrancelhas mais expressivas tinham uma vantagem de selecção“.

A professora Anne Burrows, da Universidade Duquesne (EUA), que também participou no estudo, constata na BBC que a mudança anatómica se verificou de forma “incrivelmente rápida” e que pode estar “directamente relacionada com a maior interacção social dos cães com os seres humanos”.

A pesquisa foi realizada por investigadores das áreas da anatomia e da psicologia comparativa, baseando-se na dissecação de cabeças de cães e lobos, bem como na análise a filmagens com registos de comportamentos dos animais perante o contacto com pessoas estranhas.

Os animais analisados foram cães provenientes de abrigos localizados em vários pontos do Reino Unido e lobos oriundos de dois parques que albergam estes animais.

Entre as conclusões retiradas, os investigadores notam ainda que os cães, ao contrário dos lobos, “estabelecem contacto visual com os humanos quando não conseguem resolver um problema por si próprios”.

Esse contacto visual também os ajuda a perceberem quando “a comunicação é relevante e dirigida a eles”, até porque os cães tendem a ignorar gestos com as mãos dos humanos quando não conseguem ver-lhes os olhos, concluem.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mais dois projetos do Chega "chumbados" na comissão de Assuntos Constitucionais

A comissão de Assuntos Constitucionais concluiu esta quarta-feira pela inconstitucionalidade de duas iniciativas do Chega, um projeto de lei para limitar o número de ministros e uma resolução a propor um referendo para reduzir o …

Mourinho, Dier, Lineker: "Os jogadores deixaram de fazer aquilo no relvado?"

Mais do que a vitória sobre o Chelsea, o jogo do Tottenham na Taça da Liga vai ser recordado durante muito tempo por outro motivo... E Mourinho criticou as datas dos jogos. O Tottenham levou a …

"Erro grosseiro". Câmara de Lisboa assume responsabilidade pelo acidente no metro

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse esta quarta-feira que o desabamento que ocorreu terça-feira no túnel do metro na Praça de Espanha decorreu de um "erro grosseiro" numa obra da autarquia, assegurando …

Portugal com mais oito mortos e 825 novos casos

Portugal contabiliza hoje mais oito mortos relacionados com a covid-19 e 825 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já …

"Não se aprendeu nada" com Pedrógão. Época de incêndios acaba com 65 mil hectares ardidos e morte de cinco bombeiros

A época mais crítica de incêndios florestais termina esta quarta-feira com cerca de 65 mil hectares de área ardida e a morte de cinco bombeiros e de um piloto de um avião de combate aos …

Deputados britânicos aprovam proposta de lei que anula parte do acordo do Brexit

Os deputados britânicos aprovaram, esta terça-feira, uma proposta de lei controversa que anula parcialmente o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia. Apesar de divergências dentro do Partido Conservador, este texto, que o Governo …

"Não estamos às escuras". Graça Freitas rejeita inação no caso do lar de Reguengos

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, foi esta quarta-feira ouvida numa audição conjunta entre a Comissão da Saúde e a Comissão de Trabalho e Segurança Social. Em resposta ao CDS, que questionou a diretora-Geral da Saúde …

"Vá para fora cá dentro" com descontos até 50% que são pagos pelo Estado

O Governo está decidido a estimular o turismo interno e para incentivar os portugueses a seguir o mote "Vá para fora cá dentro" lançou um programa com descontos até 50%, comparticipados pelo Estado, em diversas …

Governo desvaloriza impugnação à nacionalização da Efacec. "Todos têm direito a reagir judicialmente"

O ministro da Economia afirmou, esta terça-feira, que num Estado de direito todos "têm o direito de reagir judicialmente contra decisões de órgãos do Estado", sobre a ação de impugnação de Isabel dos Santos à …

Inquilinos que não paguem renda voltam a poder ser despejados

A lei aprovada na passada sexta-feira clarifica que a proteção aos inquilinos lançada no contexto da pandemia – e que foi prolongada até 31 de dezembro – só é válida se houver um “regular pagamento …