Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

Manuel de Almeida / Lusa

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para “não misturar o que poderia ser interpretado como campanha eleitoral”.

Depois de o líder do PDR, Marinho e Pinto, ter feito o anúncio no Porto, Pardal Henriques confirmou esta tarde, em comunicado, que aceitou o convite para integrar as listas do PDR às eleições legislativas de 6 de outubro, esclarecendo que deixa de ser porta-voz do SIMMP, mas não abandonará as causas que representa.

Pardal Henriques vai ser candidato pelo PDR, mas na altura própria divulgaremos o círculo eleitoral por onde se candidatará”, disse Marinho e Pinto esta manhã aos jornalistas, depois de entregar a lista dos candidatos pelo círculo eleitoral do Porto.

O advogado assumiu que ter Pardal Henriques nas listas é um “grande orgulho” porque ele foi “a imagem e a cara de um combate sindical extremamente importante por ter fugido ao controlo que os aparelhos partidários têm sobre o sindicalismo em Portugal. Portanto, isto é de enaltecer e de elogiar”, frisou, numa referência à greve dos motoristas.

Ao Correio da Manhã, Pardal Henriques tinah confirmado ter recebido um convite, mas que ainda não tinha decidido se aceitava ou não. “Recebi o convite e é com honra que o recebo”, disse, acrescentando: “Ainda não tomei a decisão”.

A decisão de Pardal Henriques está agora tomada, tendo sido confirmada pelo próprio em comunicado, no qual esclarece que deixa de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas “para não misturar o que poderia ser interpretado como campanha eleitoral”.

“Face ao exposto, e para que pelo menos a minha agenda fique esclarecida, faltando esclarecer a do porta-voz da ANTRAM e das suas nomeações pelo PS, venho por este comunicar que a partir deste momento não serei mais o porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas, por forma a não misturar o que poderia ser interpretado como campanha eleitoral”, refere o mesmo texto.

Nas legislativas de outubro de 2015, o PDR foi a sétima força política mais votada nas eleições legislativas, com 1,14%, correspondentes a 61.632 votos, tendo ficado atrás do PAN, que elegeu um deputado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Imaginemos que consiga um lugar de Deputado na A.R . Beneficiará de Imunidade Parlamentar, para o que der e vier. Como está a ser investigado por duas Entidades e caso se confirme alguma acusação, poderá beneficiar de um processo que se prolongará “in aeternum”, como muitos outros actuais. Será que estou enganado ??

RESPONDER

Vila Galé abandona projeto que ameaçava reserva indígena no Brasil

O Vila Galé anunciou que vai abandonar o projeto para a instalação de um resort na região da Bahia, que tem estado debaixo de críticas por estar previsto para um local de potencial reserva indígena. Em …

Depois de ter sido expulsa da Hungria, universidade criada por George Soros reabre na Áustria

A Universidade da Europa Central, criada pelo bilionário George Soros em Budapeste, na Hungria, em 1991, foi expulsa do país depois que o primeiro-ministro Viktor Orbán a acusou de promover valores liberais no país, incluindo …

Bloco defende fim de portagens nas ex-Scut do interior

A coordenadora do BE defendeu esta segunda-feira, no Porto, o fim das portagens nas ex-Scut do interior do país e a necessidade de "rever" as parcerias público-privadas rodoviárias por serem "absolutamente lesivas para os cofres …

Jovem muçulmana de Tavira já tem equipamento para jogar basquetebol

A jovem atleta do Clube de Basquetebol de Tavira, impedida de alinhar num jogo no passado domingo, já possui o equipamento que lhe permite jogar segundo as regras da modalidade e da religião muçulmana. Fátima Habib …

Presidente da Catalunha começa a ser julgado por desobediência

O presidente do Governo regional da Catalunha reconheceu, esta segunda-feira, que não cumpriu a ordem da comissão nacional de eleições espanhola de remover os símbolos separatistas alegando ser "ilegal" e de cumprimento "impossível". "Sim, eu desobedeci", …

Um restaurante acabou de abrir a um quarteirão da Casa Branca. Chama-se "Comida de Imigrante"

Um restaurante chamado "Immigrant Food" ("Comida de Imigrante") abriu a um quarteirão da Casa Branca. O local quer fazer com que ajudar imigrantes seja tão fácil como pedir comida de um menu. Assim, além de comida, …

Trump admite testemunhar no inquérito para a sua destituição

O Presidente dos EUA admitiu, esta segunda-feira, "considerar seriamente" a possibilidade de testemunhar por escrito no inquérito para a sua destituição, que decorre no Congresso. "Embora não tenha feito nada de errado e não goste de …

INE espanhol está a "espiar" telemóveis para estudo estatístico

Um estudo do INE espanhol está a receber duras críticas por alegadamente infringir a privacidade de dados dos cidadãos. O gabinete irá monitorizar os telemóveis dos espanhóis. O Instituto Nacional de Estatística (INE) de Espanha deu …

Donald Tusk vai presidir o Partido Popular Europeu

O presidente do Conselho da União Europeia (UE) é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE) e vai suceder no cargo ao francês Joseph Daul. Esta será a primeira vez que um europeu …

EUA. Casal vegan vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses

Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição. Ambos vão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro. Segundo noticiou …