Obra de arte no Louvre destruída pelos visitantes logo após a sua inauguração

O artista francês, JR (Jean Rene), criou, com a ajuda de 400 voluntários, uma colagem com dois mil pedaços de papel que provocava uma ilusão de ótica.

A obra foi criada com o propósito de celebrar o 30º aniversário da famosa pirâmide de vidro do museu Louvre, em França.

Assim que foi aberto ao público no sábado, dia 29 de março, o trabalho começou a perder a sua forma e foi deixado em pedaços, devolvendo o local à sua aparência normal no domingo, um dia depois da inauguração.

O artista reagiu ao acontecimento em tom de brincadeira através do Twitter, escrevendo: “As imagens, como a vida, são efémeras. Uma vez colada, a obra de arte vive sozinha. O sol seca a cola leve e a cada passo as pessoas rasgam pedaços do papel frágil. O processo é todo sobre a participação de voluntários, visitantes e caçadores de lembranças.”

O próprio Louvre emitiu um comunicado sobre o sucedido, no qual esclarece, de acordo com o jornal britânico The Independent: “É bastante normal que tenha sido destruído, nós só não sabíamos o quão rápido isso iria acontecer. O calor fez a cola secar. Esperava-se que, de qualquer maneira, o trabalho já teria desaparecido na segunda-feira, por isso está tudo bem.”

Apesar da naturalidade com que o museu e o artista olharam para a rápida destruição da obra, um dos voluntários contou ao The Huffington Post que o propósito não era que isso acontecesse num tão curto espaço de tempo e que o que mais se temia eram os danos que pudessem ser causados pela chuva e não pelo público.

Entretanto, nas redes sociais, o acontecimento já foi criticado por algumas pessoas, como foi o caso do jornalista Kevin Lheritier, que disse que o trabalho acabou por resultar num “desastre ecológico”.

No Twitter, o artista revelou que dedicou este trabalho à sua amiga Agnès Varda, que morreu a 29 de março, e com quem trabalhou no documentário de 2017, “Faces Places”. No tweet pode ler-se: “Tenho a certeza de que consegues ver. Eu fiz algo que pudesse ser visto do céu. Juro que não sabia que seria para ti”.

Fruto das chamadas Grandes Obras de François Mitterrand, a Pirâmide, segundo o diretor do Louvre, Jean-Luc Martinez, contribuiu para fazer entrar na modernidade o famoso museu parisiense. Nos primeiros anos da sua existência, os detratores da construção consideraram que a Pirâmide de vidro, desvirtuava completamente a arquitetura de estilos clássico, neoclássico e renascentista do Palais du Louvre, maior palácio da Europa.

Construída de vidro e de estruturas metálicas no meio do pátio Napoleão do Museu do Louvre, a Pirâmide do Louvre foi inaugurada pelo Presidente François Mitterrand, solenemente no dia 4 de Março de 1989 e oficialmente no dia 29 do mesmo mês para assinalar a sua abertura ao público.

Encomendada em 1983 pelo Presidente Mitterrand, a Pirâmide do Louvre, foi concebida pelo arquiteto sino-americano Leoh Ming Pei. Não obstante as polémicas dos primeiros anos, a seguir a Mona Lisa e a Vénus de Milo, a Pirâmide tornou-se a terceira obra mais apreciada do Museu do Louvre.

ZAP // RFI PT

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Caros redactores, os tradutores automáticos têm destas coisas.
    Não será de rever “Joconda”? Suponho que se referem à obra de Leonardo da Vinci, não?

    Ainda bem que não saiu … Vénus do Milo :))
    Cumprimentos

RESPONDER

Liderança da bancada do PSD: Negrão quis sair, Rio é "boa solução" a curto prazo

Fernando Negrão, que no último ano e meio liderou a bancada parlamentar do PSD, admitiu esta terça-feira não estava disponível para continuar no cargo. "Não estava disponível [para continuar à frente da bancada] porque foi …

José Maria Ricciardi diz que está disponível para "erguer o Sporting"

José Maria Ricciardi, um dos candidatos nas eleições de setembro de 2018, anunciou através das redes sociais que está disponível para "erguer o Sporting". Na página do Facebook "Ricciardi - Erguer o Sporting", José Maria Ricciardi …

Boris Johnson volta aos Comuns para aprovar Brexit em tempo recorde e sair dia 31 de outubro

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, vai tentar esta terça-feira aprovar a legislação necessária para poder garantir que o Reino Unido sai da União Europeia no dia 31 de outubro quer haja ou não consenso na …

Líbano. Governo corta metade dos salários de políticos em resposta aos protestos

Ao quinto dia de manifestações, o governo libanês respondeu com a aprovação de um pacote de emergência de reformas económicas que deixa cair a introdução de novos impostos e passa pela redução do défice. O primeiro-ministro …

Caso Griezmann. Barcelona paga 15 milhões pelo silêncio do Atlético (e fica com benefício futuro)

Escreve o jornal espanhol El Mundo que Barcelona e Atlético de Madrid já chegaram a acordo no "caso Griezmann". O clube catalão pagou 15 milhões de euros pelo silêncio dos colchoneros, ficando ainda com benefício …

Professor detido depois de ser acusado de agredir aluno “com enorme violência”

Um aluno do 8.º ano da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, em Alvalade, em Lisboa, terá sido esta segunda-feira agredido por um professor durante uma aula. Segundo o relato da Associação de Encarregados de Educação dos …

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …