Obama acredita que se a Constituição deixasse, seria reeleito

Peter Andrews / KPRM

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O ainda Presidente dos Estados Unidos, que deixará a Casa Branca em janeiro, afirmou acreditar que seria reeleito para um terceiro mandato caso a Constituição norte-americana permitisse a sua candidatura.

As declarações de Barack Obama foram hoje divulgadas pelas agências internacionais e foram feitas durante uma entrevista ao podcast “The Axe Files”, um programa produzido pela CNN e pela Universidade de Chicago, que é conduzido pelo ex-assessor presidencial David Axelrod.

Durante a entrevista, o ainda Presidente disse acreditar que o povo americano ainda apoia a sua visão política progressista, apesar de ter escolhido em novembro passado uma figura como Donald Trump para o suceder na Casa Branca.

Tenho confiança nesta visão, porque tenho certeza que se concorresse novamente e pudesse explicar, acredito que conseguiria mobilizar uma maioria do povo americano para a apoiar”, afirmou o governante, rejeitando as críticas de que a sua visão para os Estados Unidos não passava de um sonho.

“Após a eleição e a vitória de Trump, muitas pessoas sugeriram que, em certa forma, não teria sido mais do que um sonho. (…) Mas a cultura mudou, a maioria aderiu à noção de uma América única que é tolerante, diversa e aberta, plena de energia e de dinamismo”, defendeu.

Na conversa com David Axelrod, o Presidente cessante falou igualmente no bom desempenho da candidata presidencial democrata Hillary Clinton face a “circunstâncias muito difíceis” e no facto de os democratas terem conquistado o voto popular.

“Perder nunca é divertido”, disse Obama a Axelrod, o estratega político que o ajudou a ganhar as eleições presidenciais de 2008 e que seria posteriormente seu assessor na Casa Branca.

“Tenho orgulho por ter tentado fazer neste cargo aquilo que acho que é certo e não aquilo que é popular, sempre digo às pessoas que não subestimem a humilhação pública de perder na política”, referiu.

Sobre as suas prioridades a longo prazo, Barack Obama destacou que pretende ajudar a construir a futura geração de líderes, organizadores, jornalistas e políticos.

“Quero utilizar o meu percurso presidencial como um mecanismo para desenvolver a próxima geração de talentos”, prosseguiu.

A curto prazo, depois da saída da Casa Branca em meados de janeiro, Obama confidenciou que pretende dormir, escrever e gozar umas grandes férias com a mulher Michelle.

Devo ficar quieto durante um período. Não quero dizer politicamente, mas a nível interior. É preciso estarmos em sincronia com nós próprios e absorver o que acontece antes de tomar decisões”, concluiu.

Em novembro de 2008, Barack Obama, o 44.º Presidente dos Estados Unidos, tornou-se no primeiro afro-americano a ser eleito para a Casa Branca. Seria reeleito em 2012 para um segundo mandato de quatro anos. A lei norte-americana não prevê a possibilidade de três mandatos presidenciais consecutivos.

Donald Trump, vencedor das eleições do passado dia 8 de novembro, será empossado a 20 de janeiro de 2017, numa cerimónia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Encontrada uma câmara oculta atrás do túmulo de Tutankhamon que pode esconder Nefertiti

Uma equipa de arqueólogos encontraram potenciais evidências de câmaras ocultas por trás das paredes do famoso túmulo de Tutankhamon, no Vale dos Reis, no Egito, que alguns dizem esconder a rainha Nefertiti. Os investigadores, liderados por Mamdouh …

Chega e Bloco são os que mais sobem (e o PS não pára de cair)

O Partido Socialista (PS) continua a cair cair nas intenções de voto dos eleitores, quatro meses depois das eleições legislativas. Já o Bloco de Esquerda e Chega estão cada vez mais fortes. De acordo com a …

Contribuintes têm até hoje para validar agregado familiar

Os contribuintes têm até esta sexta-feira para validarem a composição do seu agregado familiar. Apesar de o prazo ter terminado no dia 15, serão considerados pela Autoridade Tributária os dados comunicados durante o dia de …

Morreu aos 61 anos João Ataíde, deputado do PS

João Ataíde, juiz e atual deputado do Partido Socialista (PS) morreu esta sexa-feira em casa, em Coimbra, por volta das 7h. O deputado tinha 61 anos e esteve no debate sobre a eutanásia no Parlamento, …

Pela primeira vez, os cientistas tornaram transparentes órgãos humanos

Normalmente, para obter uma resposta clara sobre o que passa dentro dos nossos órgãos, são necessários cortes profundos. Porém, agora, os cientistas conseguiram tornar órgãos humanos transparentes, para conseguir espreitar para dentro deles sem o …

Primeiro-ministro da Irlanda renuncia (mas aguarda novo governo)

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, anunciou na noite desta quinta-feira a sua renúncia, mas continuará no cargo até a formação de um novo governo, após os resultados das recentes eleições legislativas. "Leo Varadkar apresentou esta …

Conselho da Europa contra extradição de Assange para os Estados Unidos

A extradição de Julian Assange para os Estados Unidos, onde é acusado de espionagem, terá um “efeito paralisador na liberdade de imprensa”, alertou esta quinta-feira a comissária para os direitos humanos do Conselho da Europa, …

O vulcão "Garganta de Fogo" do Equador pode entrar em colapso

O vulcão Tungurahua do Equador, um dos mais ativos e perigosos da América do Sul, está a mostrar sinais precoces de um potencial colapso parcial. A atividade recente do vulcão levou a uma rápida e significativa …

Astrónomos detetaram oxigénio fora da Via Láctea pela primeira vez

Os astrónomos detetaram oxigénio numa galáxia a mais de 500 milhões de anos-luz da Via Láctea. Esta é terceira deteção deste género fora do Sistema Solar - e a primeira fora da nossa galáxia. O oxigénio …

Robô transpira para regular a própria temperatura

As peles robóticas acabam de ficar ainda mais parecidas com as peles humanas: agora, conseguem regular a sua própria temperatura. Para a grande maioria dos robôs, funcionar durante longos períodos de tempo sem correr o risco …