O supervulcão adormecido de Nápoles engoliu uma família

Ciro Fusco / EPA

Um rapaz de 11 anos e os pais morreram, esta terça-feira, depois de terem caído num poço do vulcão de Solfatara di Pozzuoli, perto de Nápoles, em Itália.

De acordo com o The Guardian, a família estava a visitar Solfatara di Pozzuoli, um dos 40 vulcões dos Campos Flégreos muito frequentada por turistas, quando a criança entrou numa zona proibida e escorregou num poço com três metros de profundidade.

As autoridades pensam que o menor tenha desmaiado por causa dos gases da cratera. Os pais entraram para tentar salvá-lo mas a cratera acabou por colapsar. O outro filho do casal, de sete anos, apercebeu-se da situação e foi pedir ajuda. Foi o único sobrevivente e ficou à responsabilidade dos assistentes sociais até os avós chegarem.

Armando Guerriero, dono do bar que se encontra na entrada do local turístico, diz que a criança “estava a chorar e a chamar pela mãe”. “Nos 40 anos que trabalhei aqui, nunca tinha visto nada assim”, conta.

“Ou houve uma pequena explosão, ou o chão da cratera simplesmente colapsou com o peso dos três”, afirmou o porta-voz dos bombeiros, Luca Cari. As autoridades acrescentam ainda que as vítimas parecem ter morrido por asfixia, provavelmente provocada pelos gases que emanam do solo.

As vítimas são Tiziana Zaramella, de 42 anos, Massimiliano Carrer, de 45, e o seu filho de 11 anos Lorenzo, que eram naturais de Turim mas viviam atualmente perto de Veneza.

Solfatara di Pozzuoli, que entrou em erupção pela última vez em 1198, é um dos 40 vulcões da caldeira vulcânica dos Campos Flégreos, perto de Nápoles, considerada uma verdadeira “bomba-relógio” por muitos especialistas e que pode acordar a qualquer momento.

Se isso acontecer, a região será palco de uma violenta erupção. A pressão dos gases no magma está a aproximar-se de valores críticos e o próprio magma está a subir, mas é impossível prever se ou quando a erupção ocorrerá.

O alerta de nível amarelo foi introduzido na região em 2012, perante a ameaça de erupção iminente dessa caldeira vulcânica. De acordo com o vulcanólogo Giuseppe Mastrolorenzo, quando a situação atingir o nível vermelho – o mais perigoso – não será possível salvar a população se não existir um plano oficial concreto de evacuação ou, pelo menos, recomendações gerais para coordenar o processo.

Segundo defendem alguns cientistas, uma forte erupção deste vulcão poderá ter sido a razão da extinção dos Neandertais, há cerca de 40 mil anos atrás. A última erupção aconteceu em 1538.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …

Nem escondido num porta-bagagens Puigdemont vai poder regressar a Espanha

Espanha montou um sistema de vigilância para assegurar a prisão do líder independentista Carles Puigdemont no caso de este tentar regressar à Catalunha, mesmo que tente voltar escondido num porta-bagagens. O ministro da Administração Interna espanhol, …

Papa Francisco pede desculpa por ter "magoado" vítimas de abusos sexuais

Esta segunda-feira, Papa Francisco pediu desculpa às vítimas por ter usado uma expressão menos feliz ao exigir que apresentem provas de que o bispo chileno Juan Barros encobriu um sacerdote condenado por abusos sexuais. Durante a …