O que Snowden fez foi “serviço público”, diz ex-procurador-geral dos EUA

Laura Poitras / Wikimedia

O ex-procurador-geral de Justiça norte-americano Eric Holder afirmou que “Snowden fez um favor à sociedade americana” com as suas revelações.

Eric Holder, que ocupou o cargo de 2009 a 2015, afirmou esta segunda-feira que Edward Snowden, ex-agente da Agência Nacional de Segurança (NSA) fez “serviço público” ao revelar informação confidencial, levantando “uma onda de debate que levou às mudanças que foram feitas”.

“Podemos certamente discutir a forma como Snowden o fez, mas acho que, no fundo, fez um serviço público ao levantar uma onda de debate que levou às mudanças que foram feitas” após a revelação, disse Holder a David Axelrod, analista político do Instituto de Política da Universidade de Chicago.

Numa entrevista transmitida em podcast, o ex-procurador-geral sublinhou, no entanto, que o ex-agente da NSA deve ser julgado nos EUA por ter colocado em risco a segurança nacional dos EUA.

“Eu diria que fazer o que ele fez – e da maneira como o fez – foi inapropriado e ilegal. Prejudicou os interesses norte-americanos. Eu sei de certos agentes que foram colocados em risco, relações com outros países foram prejudicadas, a nossa capacidade de manter o povo norte-americano em segurança foi comprometida. O que fez não foi sem consequências”, ressaltou o advogado.

Eric Holder, o primeiro procurador-geral negro dos EUA e indicado para o cargo por Barack Obama, também acredita que Snowden, atualmente em exílio na Rússia, deveria voltar para o país e enfrentar um julgamento – mas que, para decidir uma sentença adequada para o ex-agente, o juiz responsável deveria ter em conta a “utilidade do debate nacional” que as ações de Snowden provocaram.

Snowden, por seu lado, ironizou as declarações de Holder. “2013: é traição; 2014: talvez não [tenha sido], mas foi inconsequente; 2015: tecnicamente, ainda foi ilegal; 2016: foi um serviço público, mas…; 2017:…”, escreveu no Twitter.

Em junho de 2013, Edward Snowden entregou aos jornais Washington Post e The Guardian uma série de documentos secretos sobre os programas de vigilância dos EUA e os serviços secretos do Reino Unido na Internet.

Segundo estes dados, os serviços secretos norte-americanos gravam não apenas potenciais terroristas e criminosos, mas também dirigentes de diferentes países.

Temendo represálias dos serviços secretos dos EUA, o americano fugiu para Hong Kong e, em seguida, para Moscovo, onde passou várias semanas na zona de trânsito do aeroporto de Sheremetyevo, até que em agosto de 2013 recebeu asilo do governo russo.

O ex-agente da NSA tinha dito no início deste mês em videoconferência com o Instituto de Política da Universidade de Chicago que estaria disposto a regressar se recebesse um julgamento justo.

ZAP / SN

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …