O que é o apocalipse quântico e… será que devemos ter medo?

11

Wikimedia

Imaginemos um mundo onde ficheiros encriptados e secretos são subitamente abertos — algo conhecido como “o apocalipse quântico”.

De acordo com a BBC, em termos muito simples, os computadores quânticos funcionam de forma completamente diferente dos computadores desenvolvidos ao longo do século passado.

Em teoria, podem eventualmente tornar-se bastante mais rápidos do que as máquinas atuais.

O que significa que, perante um problema complexo e demorado, como tentar decifrar dados encriptados, com milhares de milhões de permutações, um computador normal levaria vários anos a decifrar essas encriptações — se é que alguma vez o faria.

Mas um computador quântico, no futuro, em teoria, seria capaz de o fazer em apenas alguns segundos. Tais computadores poderiam ser capazes de resolver todo o tipo de problemas da humanidade.

O governo do Reino Unido está a investir no National Quantum Computing Centre, em Harwell, Oxfordshire, na esperança de revolucionar a investigação no terreno. Mas também há um lado negro.

Vários países, entre os quais os Estados Unidos, a China, a Rússia e o Reino Unido, estão a trabalhar e investir fundos significativos no desenvolvimento destes computadores quânticos super-rápidos, com o objetivo de obter vantagens estratégicas na ciberesfera.

Diariamente, grandes quantidades de dados encriptados, incluindo os nossos, são recolhidos sem a nossa permissão e armazenados em bancos de dados, prontos para o dia em que os computadores quânticos dos ladrões de dados sejam suficientemente poderosos para os decifrar.

Tudo o que fazemos hoje em dia é através da Internet“, alerta Harri Owen, diretor de estratégia da empresa PostQuantum. “Desde comprar coisas, transações bancárias, interações nas redes sociais, tudo o que fazemos é encriptado”.

“Mas assim que aparecer um computador quântico funcional capaz de quebrar essa encriptação, pode quase instantaneamente dar a capacidade de quem o desenvolveu de limpar contas bancárias e de fechar completamente os sistemas de defesa do governo — as carteiras Bitcoin serão esvaziadas“, acrescenta o dirigente.

É um prognóstico partilhado por Ilyas Khan, chefe executivo da empresa Quantinuum de Cambridge e Colorado. “Os computadores quânticos vão tornar inúteis a maioria dos métodos de encriptação existentes”, refere Khan. “Eles são uma ameaça ao nosso modo de vida”.

Este cenário soa completamente apocalíptico, mas apenas seria o caso, se não estivessem a ser tomadas precauções.

“Se não estivéssemos a fazer nada para o combater, então aconteceriam coisas más”, diz um funcionário de Whitehall, que pediu anonimato.

Na prática, os esforços de mitigação já estão em curso, e já há alguns anos. No Reino Unido, todos os dados governamentais classificados como “top secret” já são “pós-quântico” — ou seja, utilizam novas formas de encriptação que os investigadores esperam que sejam “à prova de computador quântico”.

Gigantes tecnológicas como a Google, a Microsoft, a Intel e a IBM estão a trabalhar em soluções, bem como empresas mais especializadas como a Quantinuum e a Post-Quantum.

Mais importante ainda, há atualmente uma espécie de “desfile de beleza” de criptografia pós-quântica a decorrer no US National Institute for Science and Technology (NIST), nos arredores de Washington DC.

O objetivo é estabelecer uma estratégia de defesa, capaz de proteger a indústria, o governo, o meio académico e as infraestruturas nacionais, contra os perigos do apocalipse quântico. Mas nada disto vai sair barato.

A computação quântica é cara e gera grandes quantidades de calor. Desenvolver algoritmos quantum-safe é um dos maiores desafios de segurança do nosso tempo.

Mas os especialistas dizem que a alternativa — não fazer nada e esperar — simplesmente não é uma opção.

  ZAP //

11 Comments

      • A Isabel é que provavelmente terá de tomar quando o país ficar novamente nas lonas e vier um qualquer novo Passos cortar-lhe o salário ou a pensão. É que não pode andar a viver sempre acima das possibilidades. Pode fazê-lo durante algum tempo, mas nunca o tempo todo.
        Felizmente não trabalho nem vivo em Portugal, muito embora agora até esteja por cá, até meados deste mês. Sou professor em Chicago e já estou nos EUA há mais de 20 anos. É frio, a comida decididamente é muito pior do que a nossa, as pessoas estão permanentemente em stress. No entanto, tenho condições que em Portugal nunca teria.
        O povo decidiu-se por uma maioria absoluta do PS. E assim será nos próximos 4 anos.

    • Se ao menos não se transformar em mais um fracasso chamado banca rota como as anteriores, já será razão para nos sentirmos um pouco aliviados!

    • Agora será a nossa azia, depois virá a sua carteira pagar os estragos, tal como aconteceu no passado. Vá-se mentalizando…

  1. Há muito que desenvolvemos diversas soluções anti decifragem quantica. Chamam-se “chave de casa”, “tranca na porta”, “dinheiro debaixo do colchão” e “caçadeira”. E ainda vamos chegar à conclusão que não há nenhuma Bitcoin com mais valor que “galinha na capoeira”, “ovo no prato” e “batatas no quintal”.

  2. Ja estão a criar um antídoto para algo que sabem , vai ser um veneno e mesmo assim vão produzir ( criar) .

    Ps: não seria suposto comentarem a notícia em vez de política portuguesa !?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.