O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de “Vénus” esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido desvendado.

As representação manuais de mulheres obesas ou grávidas, que aparecem na maioria dos livros de história da arte, há muito eram vistas como símbolos de fertilidade ou beleza.

Porém, de acordo com Richard Johnson, investigador do Campus Médico Anschutz na Universidade do Colorado, a chave para entender as estátuas está no clima e na dieta.

“Algumas das primeiras artes do mundo são estas misteriosas estatuetas de mulheres obesas da época dos caçadores-coletores na Idade do Gelo na Europa, onde não se esperaria ver obesidade de forma alguma”, disse Johnson, professor especializado em doenças renais e hipertensão, em comunicado. “Mostrámos que estas estatuetas estão relacionadas com momentos de stresse nutricional extremo.”

Os primeiros humanos modernos entraram na Europa durante um período de aquecimento há cerca de 48 mil anos. Conhecidos como aurignacianos, caçavam renas, cavalos e mamutes com lanças com pontas de osso. No verão,  comiam frutas vermelhas, peixes, nozes e plantas.

Porém, o clima não permaneceu estático. Com a queda das temperaturas, as camadas de gelo avançaram e o desastre instalou-se. Durante os meses mais frios, as temperaturas caíram para 10 a 15ºC. Algumas tribos de caçadores-coletores morreram, outros mudaram-se para o sul e outros procuraram refúgio nas florestas.

Foi durante esses tempos de desespero que as figuras obesas apareceram. Variavam entre 6 e 16 centímetros de comprimento e eram feitas de pedra, marfim, chifre ou ocasionalmente argila. Alguns eram usados ​​como amuletos.

Johnson e os co-autores – o professor de antropologia na American University of Sharjah John Fox e o professor de medicina na CU School of Medicine Miguel Lanaspa-Garcia, – mediram as relações cintura-quadril e cintura-ombro das estátuas.

Os investigadores descobriram que as figuras encontradas mais próximos dos glaciares eram mais obesas em comparação com aquelas localizadas mais longe e acreditam que as estatuetas representavam um tipo de corpo idealizado para as difíceis condições de vida.

“Propomos que transmitissem ideais de tamanho corporal para mulheres jovens, especialmente aquelas que viviam nas proximidades de glaciares”, disse Johnson. “Descobrimos que as proporções do tamanho do corpo eram maiores quando os glaciares avançavam, enquanto a obesidade diminuía quando o clima aquecia e os glaciares diminuíam.”

Segundo os investigadores, a obesidade passou a ser uma condição desejada. Uma mulher obesa em tempos de escassez poderia carregar um filho durante a gravidez melhor do que uma mulher desnutrida. Assim, as estatuetas podem ter sido imbuídas de um significado espiritual – um amuleto mágico que poderia proteger uma mulher durante a gravidez, o parto e a amamentação.

Muitas das estatuetas estão bem gastas, indicando que foram heranças passadas de mãe para filha durante várias gerações. As mulheres que entravam na puberdade ou nos primeiros estágios da gravidez podem tê-las recebido na esperança de transmitir a massa corporal desejada para garantir um parto bem-sucedido.

Segundo Johnson, a promoção da obesidade garantia que a tribo sobrevivesse durante mais uma geração em condições climáticas precárias.

“As estatuetas surgiram como uma ferramenta ideológica para ajudar a melhorar a fertilidade e a sobrevivência da mãe e dos recém-nascidos”, disse Johnson. “A estética da arte, portanto, teve uma função significativa ao enfatizar a saúde e a sobrevivência para acomodar as condições climáticas cada vez mais austeras.”

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Obesity.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. tanto disparate …. como se ser ou não obeso dependesse da vontade de cada um … como se ficar obeso naquela altura fosse tão fácil como agora …. obeso com quê? A comer que açúcar? que hidratos de carbono? Que gorduras refinadas? Ficar obeso a comer carne magra de animais selvagens ???? Cambada de idiotas – queriam eles conseguir sobreviver quanto mais ficar obesos … basta irem visitar povos nómadas ainda relativamente isolados e constatar que apenas ficam obesos os idosos e ainda assim só os que têm predisposição para tal … o ser humano não consegue reduzir-se á sua insignificância – tem sempre de saber tudo e ter resposta para tudo – e depois só sai disparate ….

  2. Como é que uma mulher super-obesa pode possuir a tal saúde apregoada?
    E garantir bons partos com obesidade?
    Devem estar a brincar!

    Ainda para mais, não há qualquer evidência arqueológica ou antropológica para o chorrilho de disparates que é desfiado no pretenso trabalho “científico”!

    Já cansa receber notícias de soluções e explicações oferecidas por trabalhos pseudo-cientificos que não passam de ESPECULAÇÕES tontas feitas por chico-espertos !
    E as revistas publicam-nos !!!

    Muito mal anda a ciência médica … !

RESPONDER

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …

A primeira casa impressa em 3D no Canadá é inspirada na sequência de Fibonacci

Depois de ter inspirado inúmeros edifícios, a sequência de Fibonacci serviu de musa à empresa de impressão em 3D Twente Additive Manufacturing (TAM), que criou a primeira casa impressa em 3D do Canadá. A Fibonacci House é …

Marcha do Orgulho de Budapeste será um protesto contra as leis anti-LGBTQI, diz organização

A marcha do Orgulho em Budapeste, que ocorrerá no sábado, será "uma celebração, mas também um protesto", disseram os organizadores, enquanto a comunidade LGBTQI húngara se prepara para desafiar a escalada da campanha anti-homossexual do …

PSD propõe máximo de 215 deputados e divisão de grandes círculos eleitorais

O PSD apresentou, esta sexta-feira, a sua proposta para a reforma do sistema eleitoral, que fixa um máximo de 215 deputados, menos 15 do que o total atualmente em vigor. A proposta do PSD para a …

Variante Lambda: o que saber sobre a nova mutação que preocupa as autoridades

Está a ter um foco mais circunscrito à América Latina, mas já houve dois casos desta mutação em Portugal. A OMS está atenta e de momento classifica a Lambda como uma variante de interesse. Foi inicialmente …

PSD força audição de Eduardo Cabrita sobre inquérito da IGAI

O PSD recorreu à figura da audição potestativa a que os partidos têm direito a usar regimentalmente para ouvir membros do Governo e entidades públicas.  O PSD requereu esta sexta-feira a audição parlamentar obrigatória do ministro …