O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de “Vénus” esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido desvendado.

As representação manuais de mulheres obesas ou grávidas, que aparecem na maioria dos livros de história da arte, há muito eram vistas como símbolos de fertilidade ou beleza.

Porém, de acordo com Richard Johnson, investigador do Campus Médico Anschutz na Universidade do Colorado, a chave para entender as estátuas está no clima e na dieta.

“Algumas das primeiras artes do mundo são estas misteriosas estatuetas de mulheres obesas da época dos caçadores-coletores na Idade do Gelo na Europa, onde não se esperaria ver obesidade de forma alguma”, disse Johnson, professor especializado em doenças renais e hipertensão, em comunicado. “Mostrámos que estas estatuetas estão relacionadas com momentos de stresse nutricional extremo.”

Os primeiros humanos modernos entraram na Europa durante um período de aquecimento há cerca de 48 mil anos. Conhecidos como aurignacianos, caçavam renas, cavalos e mamutes com lanças com pontas de osso. No verão,  comiam frutas vermelhas, peixes, nozes e plantas.

Porém, o clima não permaneceu estático. Com a queda das temperaturas, as camadas de gelo avançaram e o desastre instalou-se. Durante os meses mais frios, as temperaturas caíram para 10 a 15ºC. Algumas tribos de caçadores-coletores morreram, outros mudaram-se para o sul e outros procuraram refúgio nas florestas.

Foi durante esses tempos de desespero que as figuras obesas apareceram. Variavam entre 6 e 16 centímetros de comprimento e eram feitas de pedra, marfim, chifre ou ocasionalmente argila. Alguns eram usados ​​como amuletos.

Johnson e os co-autores – o professor de antropologia na American University of Sharjah John Fox e o professor de medicina na CU School of Medicine Miguel Lanaspa-Garcia, – mediram as relações cintura-quadril e cintura-ombro das estátuas.

Os investigadores descobriram que as figuras encontradas mais próximos dos glaciares eram mais obesas em comparação com aquelas localizadas mais longe e acreditam que as estatuetas representavam um tipo de corpo idealizado para as difíceis condições de vida.

“Propomos que transmitissem ideais de tamanho corporal para mulheres jovens, especialmente aquelas que viviam nas proximidades de glaciares”, disse Johnson. “Descobrimos que as proporções do tamanho do corpo eram maiores quando os glaciares avançavam, enquanto a obesidade diminuía quando o clima aquecia e os glaciares diminuíam.”

Segundo os investigadores, a obesidade passou a ser uma condição desejada. Uma mulher obesa em tempos de escassez poderia carregar um filho durante a gravidez melhor do que uma mulher desnutrida. Assim, as estatuetas podem ter sido imbuídas de um significado espiritual – um amuleto mágico que poderia proteger uma mulher durante a gravidez, o parto e a amamentação.

Muitas das estatuetas estão bem gastas, indicando que foram heranças passadas de mãe para filha durante várias gerações. As mulheres que entravam na puberdade ou nos primeiros estágios da gravidez podem tê-las recebido na esperança de transmitir a massa corporal desejada para garantir um parto bem-sucedido.

Segundo Johnson, a promoção da obesidade garantia que a tribo sobrevivesse durante mais uma geração em condições climáticas precárias.

“As estatuetas surgiram como uma ferramenta ideológica para ajudar a melhorar a fertilidade e a sobrevivência da mãe e dos recém-nascidos”, disse Johnson. “A estética da arte, portanto, teve uma função significativa ao enfatizar a saúde e a sobrevivência para acomodar as condições climáticas cada vez mais austeras.”

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Obesity.

  ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. tanto disparate …. como se ser ou não obeso dependesse da vontade de cada um … como se ficar obeso naquela altura fosse tão fácil como agora …. obeso com quê? A comer que açúcar? que hidratos de carbono? Que gorduras refinadas? Ficar obeso a comer carne magra de animais selvagens ???? Cambada de idiotas – queriam eles conseguir sobreviver quanto mais ficar obesos … basta irem visitar povos nómadas ainda relativamente isolados e constatar que apenas ficam obesos os idosos e ainda assim só os que têm predisposição para tal … o ser humano não consegue reduzir-se á sua insignificância – tem sempre de saber tudo e ter resposta para tudo – e depois só sai disparate ….

  2. Como é que uma mulher super-obesa pode possuir a tal saúde apregoada?
    E garantir bons partos com obesidade?
    Devem estar a brincar!

    Ainda para mais, não há qualquer evidência arqueológica ou antropológica para o chorrilho de disparates que é desfiado no pretenso trabalho “científico”!

    Já cansa receber notícias de soluções e explicações oferecidas por trabalhos pseudo-cientificos que não passam de ESPECULAÇÕES tontas feitas por chico-espertos !
    E as revistas publicam-nos !!!

    Muito mal anda a ciência médica … !

RESPONDER

Governo disponível para suspender caducidade de convenções coletivas "sem limite de tempo"

O Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", disse, esta segunda-feira, no Parlamento a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A medida foi …

PEV também vota contra o Orçamento do Estado para 2022

O partido ecologista "Os Verdes" (PEV) anunciou, esta segunda-feira, que também vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022. Em conferência de imprensa, na Assembleia da República, José Luís Ferreira disse que "o grupo parlamentar …

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …

PCP duvida do "golpe de asa" do Governo. BE estranha a sua "indisponibilidade"

O Partido Comunista anunciou, esta segunda-feira, que vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) na generalidade, juntando-se ao Bloco de Esquerda. "Não acredito em bruxas (...). Nunca faltámos à chamada e procurámos sempre …

"Ou há Orçamento ou avanço para a dissolução da Assembleia da República", diz Presidente

O Presidente da República afirmou, esta segunda-feira, que irá aguardar até ao último segundo da votação do Orçamento do Estado para 2022 na generalidade e, caso se confirme o chumbo, iniciará logo o processo de …

Portugal regista mais cinco mortes e 313 casos de covid-19

Portugal registou, esta segunda-feira, mais cinco mortes e 313 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 313 novos …

Quase 23 milhões de afegãos vão sofrer insegurança alimentar aguda no inverno

O Programa Alimentar Mundial da ONU alerta para a crise no Afeganistão, afirmando que o país está "entre os piores desastres humanitários do mundo, senão o pior". Cerca de 22,8 milhões de afegãos, mais de metade …

A COP26 ainda não começou, mas parece condenada ao fracasso. Matos Fernandes está "pouco otimista"

Cimeira tem início a 31 de outubro, mas os sinais que chegam não são positivos, com muitos dos líderes e representantes dos principais países a apontar dedos aos que ainda não se comprometeram com metas …