Está provado: o dinheiro traz mesmo felicidade (quando é gasto)

A ciência acaba de contrariar quem insiste em afirmar que o dinheiro não traz felicidade. Investigadores comprovaram que a forma como gastamos o nosso dinheiro pode, de facto, prolongar ou intensificar esse sentimento.

Num estudo realizado pela Universidade de British Columbia, no Canadá, os investigadores analisaram o comportamento das pessoas no momento das compras – em  vez de analisar as expectativas em relação ao consumo ou as lembranças do momento em que gastaram o dinheiro.

Sob esta perspectiva, os cientistas Aaron Weidman e Elizabeth Dunn analisaram especificamente o sentimento do consumidor no momento da compra e nas primeiras semanas depois da aquisição de um novo bem.

Os itens avaliados na experiência variaram de roupas a eletrodomésticos, até ao investimento em experiências, como ir ao cinema ou outras atividades de lazer.

A partir desta análise, os investigadores descobriram que as compras que realizamos estão relacionadas com o tipo de felicidade que sentimos.

Os investimentos feitos em bens de consumo, por exemplo, proporcionam momentos de felicidade mais prolongados, por estarem relacionadas aos momentos em que usamos cada objeto ao longo da sua vida útil.

Já aqueles que investem o seu dinheiro em experiências, vivem a felicidade de forma mais intensa, mas um pouco mais breve. Porém, de qualquer forma, permanece a lembrança do bom momento.

Os resultados do estudo foram publicados na Social Psychological and Personality Science.

Já no ano passado os dados do Instituto de Estatísticas britânico apontavam que “a satisfação com a vida, a valorização pessoal e o nível de felicidade aumentam, e a ansiedade diminui, à medida que aumenta a riqueza do agregado familiar”, nomeadamente o dinheiro na conta bancária, ações ou as poupanças para os filhos.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Sim, estou de acordo quanto a poder comprar o que deseja, esqueceram-se foi de mencionar que o dinheiro não compra tudo, por isso não traz felicidade na totalidade mas sim parcialmente, vejam pela seguinte ordem; o dinheiro não compra a saúde, a pessoa em causa já não se ri, logo à partida não traz felicidade, mas sim tristeza, por muito que tenhas não consegues fugir ao teu destino, podes abreviar, comprar mais algumas horas e nada mais, e esta heimmmmmm.

RESPONDER

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronaírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …

Exame de Matemática A criticado. Prova "infeliz" não permite "distinguir" alunos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) criticou esta quinta-feira a elaboração do exame nacional de Matemática A, prova realizada por mais de 38.699 alunos que pretendem concorrer ao Ensino Superior. No entender da SPM, "o …

Ninguém quer o novo aeroporto do Montijo. Medina apela a "avanço" na decisão

Autarcas e ambientalistas foram ouvidos, esta quarta-feira, no Parlamento, onde se discutiu o projeto do novo Aeroporto do Montijo. A posição de ambos parece clara: ninguém quer avançar com a ideia. A construção do aeroporto …

Pandemia acelera nos Estados Unidos. Uso de máscara pode salvar 40 mil vidas

Os Estados Unidos ultrapassaram pela primeira vez a barreira dos 70 mil casos de covid-19, nas últimas 24 horas, elevando para mais de 3,49 milhões o total de contágios no país, indicou a Universidade Johns …

Presidente polaco falou ao telefone com Guterres sobre a comunidade LGBT e a 2.ª Guerra (mas não era Guterres)

O recém-eleito Presidente da Polónia, Andrzej Duda, julgava que estava a conversar por telefone com António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas. Falou-se da pandemia, da comunidade LGBT e da II Guerra Mundial. Porém, do outro …

Itália pediu ajuda, Europa ficou em silêncio e o vírus cavalgou por todo o continente

A lenta resposta a um inimigo invisível, a falta de stock de equipamentos de proteção, um Ocidente a festejar o Ano Novo e uma Europa com as atenções centradas no Brexit. Um cocktail desastroso que …

Empresas vão poder pedir lay-off em meses interpolados. Trabalhadores recebem subsídio de Natal a 100%

O novo apoio de lay-off que vai substituir o atual regime de lay-off simplificado a partir de agosto vai poder ser pedido pelas empresas em "meses interpolados", podendo desistir do regime e retomá-lo mais tarde. De …

Rombo na economia deixa orçamento retificativo à vista

O ministro das Finanças, João Leão, admitiu alterar as projeções de crescimento económico para 2020 com um orçamento retificativo. Em causa está uma queda mais acentuada da economia. A pandemia obrigou a um orçamento suplementar, onde …

Ricardo Salgado suspeito de corromper altos quadros do BES em milhões de euros

O antigo banqueiro Ricardo Salgado é suspeito de ter usado duas empresas que funcionavam como um saco azul do Grupo Espírito Santo (GES) para corromper 12 pessoas, a maioria altos quadros do Banco Espírito Santo …