O chocolate pode ter os dias contados

Sidney Oliveira / Arquivo Ag.Pará

O aumento da temperatura, provocado pelas alterações climáticas, pode colocar em risco a produção do cacau e a indústria mundial do chocolate em 2050.

O aumento da temperatura em 2,1 graus centígrados e o tempo mais seco característico do aquecimento global podem fazer com que as áreas de cultivo de cacau reduzam abruptamente a partir de 2050.

Segundo o Diário de Notícias, o alerta é da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA e em causa está o facto de as plantas de cacau necessitarem de condições muito específicas para crescer, nomeadamente temperaturas estáveis, chuva abundante, elevada humidade, solo rico em nitrogénio e proteção contra o vento.

A Costa do Marfim, o Gana e a Indonésia são, neste momento, os principais produtores de cacau, lugares onde a temperatura, a humidade e a chuva se mantêm constantes durante o ano.

Uma das soluções apontada pelos cientistas é a passagem dos locais de produção da planta de cacau para zonas mais montanhosas. Nessas áreas preservadas como refúgio da vida selvagem, o impacto das alterações climáticas iria diminuir, ainda assim, iria prejudicar os ecossistemas.

De acordo com a Visão, um grupo de investigadores da Universidade da Califórnia, em Berkeley, nos EUA, aliou-se à marca de chocolates Mars para tentar encontrar soluções, de forma a evitar a extinção do chocolate.

A equipa chegou à conclusão de que através de alterações genéticas nas sementes da planta iriam conseguir fazer com que o cacau sobrevivesse ao tempo quente e seco.

Assim, os cientistas planeiam usar uma ferramenta de edição genética – chamada CRISPR – que permite fazer alterações específicas e precisas no ADN dos organismos vivos. Esta tecnologia é já usada em várias plantações, de forma a torná-las mais resistentes ao ambiente e a parasitas.

Jennifer Doudna, geneticista da UCB que inventou o CRISPR, acredita que esta tecnologia pode ter um importante impacto na indústria alimentar. A especialista acredita que esta ferramenta pode beneficiar grandes empresas assim como agricultores amadores. “Pessoalmente, adorava ter um tomateiro com frutos que durassem mais tempo”, afirma.

Apesar de ainda não haver resultados, a equipa de cientistas considera o CRISPR uma arma importante na conservação de plantas e alimentos que possam vir a extinguir-se no futuro, tal como o cacau.

Mas, como noticia o DN, para João Branco a extinção do cacau não passa de uma especulação. O presidente da associação ambientalista Quercus afirma que o facto de a temperatura média global aumentar 2,1 graus “não quer dizer que vá aumentar nos locais onde o cacau é produzido”.

O responsável acredita que não há muitas bases científicas que sustentem o alarme. “Neste momento, há muito mais problemas com a perda de área de cultivo por causa da degradação dos solos”.

Além disso, esta é uma perspetiva preocupante mas a extinção global do chocolate em 2050 não é fundamentada neste projeto, especialmente porque o cacau pode ser cultivado noutros lugares.

“O cacau é cultivado em outros lugares, como a Austrália, e não é nativo da África”, disse à Snopes a bióloga evolutiva Ingrid Parker, da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz.

Esta não é a primeira vez que se fala da eventual extinção do cacau. Em 2014, houve um agravamento do défice entre produção e consumo, não só por causa da seca mas também devido a uma doença fúngica.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Aconselho a que seja feita alteração na notícia: onde é dito ” a indústria mundial do cacau” deve ser dito a indústria mundial do chocolate; onde se diz a “produção do chocolate” deve ser dito a produção do cacau.

RESPONDER

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …

Quase cinco meses depois, a Champions está de volta

A Liga dos Campeões é retomada esta sexta-feira, quase cinco meses depois da suspensão devido à pandemia de covid-19. Suspensa logo depois do jogo Leipzig-Tottenham, disputado a 11 de março, a prova milionária está de regresso …

Segunda vaga de covid-19 pode levar o desemprego aos 17,6%

Caso haja uma segunda vaga da pandemia de covid-19 em Portugal, a consultora EY estima que a taxa de desemprego possa atingir os 17,6% no final do ano. De acordo com a quarta edição do "Caderno …

Juan Carlos estará num luxuoso hotel nos Emirados Árabes Unidos

O rei emérito espanhol, Juan Carlos I, que deixou no passado fim-de-semana o país sob suspeitas de corrupção, estará hospedado num luxuoso hotel nos Emirados Árabes Unidos, de acordo com o jornal espanhol ABC, que …

Diogo Leite a caminho do Valência. Acordo está quase fechado

O defesa-central do FC Porto está na porta de saída do clube azul e branco. O acordo com o Valência está quase fechado. De acordo com o jornal Record, que cita o jornal espanhol Super Deporte, …

Lar de Reguengos não cumpria orientações da DGS

O lar de Reguengos de Monsaraz, onde um surto de covid-19 provocou a morte de 18 pessoas, não cumpria as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), concluiu uma auditoria da Ordem dos Médicos. O relatório da …

Relação cada vez mais azeda. Zidane diz que Bale "preferiu não jogar" contra o City

O treinador do Real Madrid revelou, esta quinta-feira, que o futebolista galês "preferiu não jogar", esta sexta-feira, contra o Manchester City, jogo que decide quem passa aos quartos de final da Liga dos Campeões. "Dizem-se muitas …