Novos confrontos entre migrantes e polícia na ilha grega de Lesbos

EPA/STRATIS BALASKAS

As autoridade gregas fizeram uso de granadas de efeito moral para lidar com a revolta de milhares de imigrantes, em particular os afegãos, que foram detidos no porto da ilha de Lesbos, na Grécia

As autoridade gregas tentam lidar com a revolta de milhares de imigrantes, em particular os afegãos, que foram detidos no porto da ilha de Lesbos, na Grécia

A ilha grega de Lesbos, que as autoridades dizem estar “à beira da explosão”, assistiu, na segunda-feira à noite, a novos confrontos entre migrantes e polícia.

Uma dúzia de guardas costeiros e polícias antimotim, armados com bastões, tentaram controlar cerca de 2.500 migrantes, gritando “Mantenham-se afastados”, à medida que a multidão se deslocava na direção de um navio fretado pelo Governo com destino a Atenas.

As fronteiras da Europa estão a ser pressionadas pela entrada de pessoas que fogem de guerras no Médio Oriente e África, com milhares a atravessarem as Balcãs e o Mediterrâneo todos os dias.

Lesbos, com uma população de 85 mil , assistiu à chegada de mais de 15 mil migrantes, a maioria da Síria.

“Fiquei aqui oito, nove dias. Meu Deus, nem me quero lembrar”, disse Aleddin, um estudante de engenharia que espera conseguir chegar à Alemanha, para se juntar ao seu irmão.

“Algumas pessoas estão aqui há 14 ou 15 dias. O Governo não se preocupa”, lamentou.

O ministro grego para a política migratória, Iannis Moualas, alertou, na segunda-feira, para uma situação “à beira da explosão” na ilha de Lesbos, leste do Mar Egeu, devido à concentração de “entre 15 mil a 17 mil refugiados”.

Ilhas gregas já têm 30 mil refugiados

As Nações Unidas disseram esta terça-feira que há atualmente 30 mil refugiados e migrantes nas ilhas gregas, sendo que 20 mil destes estão na ilha de Lesbos, com o país a receber “alguns milhares” todos os dias.

“Parece que durante o fim de semana o número de chegadas à Grécia aumentou e depois diminuiu”, disse a porta-voz do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados Melissa Fleming, acrescentando que “alguns milhares” de refugiados entram na Grécia todos os dias.

Mais de 4.500 estão na ilha de Kos, que recentemente assistiu a confrontos entre os migrantes e a polícia grega, que no mês passado usou táticas pesadas para controlar a multidão.

Muitos dos que chegam à Grécia procuram continuar a viagem para o norte da Europa, tentando instalar-se nos países mais ricos, como a Suécia.

Só na segunda-feira, cerca de sete mil pessoas entraram na Macedónia via Grécia, acrescentou a porta-voz, que se juntaram aos 5.600 que na quinta-feira passada atravessaram esta fronteira, contribuindo para o provável recorde diário alcançado na última semana.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ordem dos Médicos define equipas mínimas para urgências, mas números são "impraticáveis"

A Ordem dos Médicos (OM) decidiu avançar com uma uma proposta de regulamento que define a dimensão mínima das equipas que asseguram o funcionamento de serviços de urgência nos hospitais. Numa altura em que se prevê …

Turistas estão de volta, mas agora falta pessoal nos hotéis

Os turistas estão a voltar às cidades portugueses, nomeadamente a Lisboa, onde os hotéis se debatem agora com um novo problema, a falta de pessoal qualificado. Há responsáveis que já falam da necessidade de fazer …

Gestão do PRR faz tremer Governo dos Açores (que foi bombardeado por críticas)

O Governo dos Açores tem sido acusado de beneficiar empresas no acesso às verbas das Agendas Mobilizadores do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Esta polémica levou à marcação de um debate de urgência, que ficou …

Inédito na medicina. Rim de porco foi transplantado com sucesso num humano

Pela primeira vez na história, uma equipa médica conseguiu transplantar um rim de porco geneticamente modificado num humano. Foi uma experiência num paciente em morte cerebral, mas que abre portas à utilização de rins de …

Golo do FC Porto: como não assinalaram falta do Taremi?

Avançado do FC Porto desviou Ismaël Bennacer, no momento decisivo do FC Porto 1-0 AC Milan. Mas os portistas mereceram ganhar. Stefano Pioli admitiu que o FC Porto venceu o AC Milan (1-0), na terceira jornada …

Senado defende que Bolsonaro seja acusado de genocídio devido à sua gestão da pandemia

Um relatório do Senado brasileiro defende que o Presidente Jair Bolsonaro deve ser acusado de homicídio pela sua gestão da pandemia de covid-19 no país. O documento ainda pode ser alterado pelos senadores, pois só vai …

Dez anos depois, ainda há feridas por sarar. Sánchez promete não soltar presos da ETA em troca da aprovação do Orçamento

Num debate parlamentar com o Governo espanhol, Pablo Casado confrontou Pedro Sánchez sobre os acordos com os nacionalistas radicais bascos. Esta quarta-feira, quando questionado por Pablo Casado, presidente do Partido Popular (PP), sobre se iria libertar …

O treinador inglês de futebol, Steve Bruce.

Steve Bruce já não é treinador do Newcastle. Há dois portugueses na calha para o suceder

Steve Bruce deixou o comando técnico do Newcastle United, recentemente adquirido por um consórcio saudita. José Mourinho e Paulo Fonseca estão entre os possíveis sucessores. Está encontrada a primeira baixa do Newcastle após a aquisição saudita …

Entre reuniões falhadas, cresce o risco de chumbo do OE e de crise política

Depois de não ter sido alcançado um acordo nas reuniões de ontem, a possibilidade de uma crise política parece mais próxima que nunca. As mudanças na lei laboral exigidas por BE e PCP são os …

Quando Rui Pinto ainda era "John", Suíça pediu-lhe ajuda para investigar o presidente da FIFA

Em 2018, as autoridades suíças entraram em contacto com Rui Pinto para pedir a sua colaboração para investigar o presidente da FIFA, Gianni Infantino. Quando o projeto Football Leaks ainda era algo embrionário — embora já …