Novo escândalo envolve cardeais e bispos holandeses em abusos sexuais

A imprensa holandesa publicou um relatório que associa metade dos cardeais e bispos que serviram entre 1945 e 2010 a casos de abusos sexuais, somando mais um país aos envolvidos no escândalo mundial de abusos e encobrimento.

O diário NRC diz que 20 dos 39 bispos e cardeais em causa estão ligados a casos de abusos, afirmando que quatro bispos cometeram abusos e outros 16 altos membros do clero transferiram padres que tinham sido acusados de abusos para outras localidades.

O relatório publicado na edição de fim-de-semana do jornal teve por base um documento da Igreja Católica holandesa de 2011 sobre abusos, com testemunhos de vítimas feitos a uma comissão de inquérito e ao jornal.

Numa reação por escrito, a Igreja Católica holandesa afirmou que, nos casos confirmados de abusos, os “bispos não agiram com responsabilidade” quando transferiram os padres acusados.

O líder de um grupo de holandeses vítimas de abuso do clero católico apelaram hoje à Igreja para que denuncie publicamente tudo o que sabe sobre estes casos se quer voltar a reconquistar a confiança das pessoas.

“Se querem que este drama acabe – trata-se de crimes cometidos contra crianças, não se pode simplesmente virar as costas – têm de tornar as coisas públicas e criar um novo sistema onde as pessoas possam apresentar queixa”, afirmou Bert Smeets, uma vítima de abusos que representa um grupo de sobreviventes designado por Mea Culpa.

Este novo escândalo é o mais recente dos vários que têm abalado a Igreja Católica nos últimos tempos, o que já levou o Papa Francisco a garantir que vai tomar medidas para acabar com a “cultura de encobrimento” na Igreja.

O Papa anunciou no início deste mês que vai organizar uma reunião, em fevereiro do próximo ano, para debater medidas de prevenção e proteção de menores e adultos mais vulneráveis.

O relatório holandês de 2011, que foi realizado por entidades independentes, mas foi alvo de críticas por ter sido pedido pela própria Igreja, referia que cerca de 20 mil crianças sofreram abusos sexuais em instituições católicas holandesas durante 65 anos.

O documento adiantava que cerca de 800 padres, pastores e outros funcionários da Igreja foram identificados em queixas, mas os seus nomes não foram divulgados.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto tudo tem de acabar. Como é que pode o Carlos Cruz estar preso e estes peidófilos todos andarem por aí soltos. Mas afinal quem é que é o Senhor dos Anais?

  2. Lindo!…
    E na igreja católica portuguesa continuam calados que nem ratos!…
    Além de serem uns parasitas imorais que vão vendendo a fé aos mais “distraídos” (enquanto vivem como reis – e nem sequer pagam impostos), ainda abusam de crianças, sendo protegidos pela autêntica máfia que é a hierarquia da igreja!!

Responder a Eu! Cancelar resposta

2020 regista descida de acidentes rodoviários, mortos e feridos durante os primeiros 8 meses

O número de acidentes rodoviários, de vítimas mortais e de feridos diminuiu nos primeiros oito meses deste ano, em relação ao período homólogo de 2019, indica um relatório da Segurança Rodoviária. A Autoridade Nacional de Segurança …

Suspeito do ataque junto ao Charlie Hebdo acusado de tentativa de homicídio

O suspeito de ferir gravemente duas pessoas, na passada sexta-feira, à porta da antiga redação do semanário Charlie Hebdo, em Paris, foi acusado de "tentativa de homicídio relacionada com motivação terrorista", segundo a AFP. A informação …

SNS24 encaminhada crianças para a urgência "sem critério clínico", diz Ordem dos Médicos do Centro

A Ordem dos Médicos do Centro lamentou hoje que a linha SNS 24 esteja a encaminhar crianças "sem critério clínico" para as urgências hospitalares e pediu a definição urgente de "um plano seguro e com …

13 de outubro em Fátima com lotação reduzida a 6.000 fiéis

O Santuário de Fátima estima a presença de seis mil pessoas no recinto durante a peregrinação de 12 e 13 de outubro, estando prevista a colocação de círculos no chão, que reforçará a distância entre …

Jovem de 22 anos detido por suspeitas de burla de milhares de euros no MB Way

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um indivíduo, de 22 anos, suspeito de diversos crimes de burla informática, falsidade informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais, estando em causa um montante de dezenas de milhares de …

Nagorno-Karabakh. Alta Comissária da ONU insta a um "cessar-fogo imediato"

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos manifestou, esta terça-feira, a sua preocupação face ao aumento das hostilidades entre o Azerbaijão e os separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabakh, instando as partes a …

Rio duvida que país consiga investir verba prevista para setor público

O presidente do PSD, Rui Rio, manifestou esta quarta-feira dúvidas de que o país consiga investir toda a verba prevista pelo Governo no plano de recuperação para a administração pública, prometendo que o documento social-democrata …

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de imigrante ucraniano

O Ministério Público acusou esta quarta-feira três inspetores do SEF do homicídio qualificado de um cidadão ucraniano, ocorrido a 12 de março no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa. Segundo uma nota da Procuradoria …

UE prepara lei que obriga gigantes tecnológicas a partilhar dados

A União Europeia (UE) está a preparar-se para forçar as gigantes tecnológicas a partilharem os dados que têm dos consumidores com empresas rivais menores, de acordo com uma nova lei que a Comissão Europeia está …

Morreu Quino, criador de Mafalda

O autor argentino Quino, célebre por ter criado a contestatária personagem de banda desenhada Mafalda, morreu esta quarta-feira em Mendoza, na Argentina, aos 88 anos, revelou a agência Efe. De acordo com o jornal argentino Clarín, …