Novo Banco. Grandes devedores causavam perdas de 4,15 mil milhões no final de 2018

António Cotrim / Lusa

Seis meses antes, a 30 de Junho de 2018, a instituição financeira tinha 3,54 mil milhões de euros em perdas com clientes com dívidas superiores a 43,3 milhões de euros.

O Novo Banco tinha no final de Dezembro de 2018, à data da última injeção de dinheiros públicos, 4.150 milhões de euros em perdas causadas por 36 devedores, segundo informação hoje divulgada pelo Banco de Portugal.

Os mesmos devedores obrigaram ainda o Novo Banco a constituir 2.179 milhões de euros em imparidades (perdas potenciais). Já em participações em instrumentos de capital, o Novo Banco tinha em Dezembro passado apenas um milhão de euros em outras perdas. Não aparece registado qualquer valor em imparidades.

No total, estes valores ficam acima dos já divulgados referentes a 30 de Junho de 2018, quando o Novo Banco tinha 3.542 milhões de euros em perdas e 2.420 milhões de euros em imparidades.

Em Julho, cumprindo uma lei do Parlamento, o banco central divulgou as perdas causadas pelos grandes devedores (sem referir nomes) dos bancos que beneficiaram de ajudas públicas nos últimos 12 anos (Caixa Geral de Depósitos, BES/Novo Banco, Banif, BPN, BCP, BPI e BPP), pelo que esta informação atualiza os dados para o Novo Banco, acrescentando a referência de 31 de Dezembro de 2018.

Apesar de em Outubro de 2017 o Novo Banco ter sido vendido ao fundo norte-americano Lone Star, este continua a pesar no bolso dos contribuintes. É que na venda foi acordado um mecanismo pelo qual o Fundo de Resolução (entidade da esfera do Estado) compensa perdas, sob determinadas circunstâncias, até ao valor de 3,89 mil milhões de euros. Até agora, a instituição já recebeu 1.941 milhões de euros (referentes a 2017 e 2018), tendo o Fundo de Resolução recorrido a empréstimos do Estado para poder pagar.

As perdas divulgadas pelo Banco de Portugal não são todas as associadas ao Novo Banco, mas apenas dos grandes devedores deste banco. É que, segundo a lei, as operações consideradas são aquelas com perdas associadas e de valor corresponde a pelo menos 1% do montante total dos fundos mobilizados pelo banco, mas nunca inferior a cinco milhões de euros. Para o Novo Banco, o Banco de Portugal manteve o limiar de 43,3 milhões de euros.

O documento indica, em cada tabela, os grupos económicos devedores (sem referir nomes, apresentando-os por códigos), o valor do crédito inicial, o capital reembolsado, a exposição à data da ajuda pública, as perdas registadas nos cinco anos anteriores, os tipos de garantias e a existência ou não de medidas feitas pelos bancos para tentar recuperar o dinheiro emprestado.

Já as imparidades não são apresentadas por cada devedor, mas apresentado o valor agregado total dos grupos de devedores em cada banco. No caso do Novo Banco, em todos os casos é dito que foram tomadas medidas de recuperação, havendo 13 operações sem garantias associadas.

Apesar de, em 2014, o Novo Banco ter nascido como o ‘banco bom’ do BES, na resolução deste, desde então só tem apresentado prejuízo, justificando a administração com o legado do BES com que ficou. No primeiro semestre deste ano teve prejuízos de 400,1 milhões de euros , o dobro do prejuízo de 212,2 milhões no mesmo período de 2018.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …