Novo Banco. Grandes devedores causavam perdas de 4,15 mil milhões no final de 2018

António Cotrim / Lusa

Seis meses antes, a 30 de Junho de 2018, a instituição financeira tinha 3,54 mil milhões de euros em perdas com clientes com dívidas superiores a 43,3 milhões de euros.

O Novo Banco tinha no final de Dezembro de 2018, à data da última injeção de dinheiros públicos, 4.150 milhões de euros em perdas causadas por 36 devedores, segundo informação hoje divulgada pelo Banco de Portugal.

Os mesmos devedores obrigaram ainda o Novo Banco a constituir 2.179 milhões de euros em imparidades (perdas potenciais). Já em participações em instrumentos de capital, o Novo Banco tinha em Dezembro passado apenas um milhão de euros em outras perdas. Não aparece registado qualquer valor em imparidades.

No total, estes valores ficam acima dos já divulgados referentes a 30 de Junho de 2018, quando o Novo Banco tinha 3.542 milhões de euros em perdas e 2.420 milhões de euros em imparidades.

Em Julho, cumprindo uma lei do Parlamento, o banco central divulgou as perdas causadas pelos grandes devedores (sem referir nomes) dos bancos que beneficiaram de ajudas públicas nos últimos 12 anos (Caixa Geral de Depósitos, BES/Novo Banco, Banif, BPN, BCP, BPI e BPP), pelo que esta informação atualiza os dados para o Novo Banco, acrescentando a referência de 31 de Dezembro de 2018.

Apesar de em Outubro de 2017 o Novo Banco ter sido vendido ao fundo norte-americano Lone Star, este continua a pesar no bolso dos contribuintes. É que na venda foi acordado um mecanismo pelo qual o Fundo de Resolução (entidade da esfera do Estado) compensa perdas, sob determinadas circunstâncias, até ao valor de 3,89 mil milhões de euros. Até agora, a instituição já recebeu 1.941 milhões de euros (referentes a 2017 e 2018), tendo o Fundo de Resolução recorrido a empréstimos do Estado para poder pagar.

As perdas divulgadas pelo Banco de Portugal não são todas as associadas ao Novo Banco, mas apenas dos grandes devedores deste banco. É que, segundo a lei, as operações consideradas são aquelas com perdas associadas e de valor corresponde a pelo menos 1% do montante total dos fundos mobilizados pelo banco, mas nunca inferior a cinco milhões de euros. Para o Novo Banco, o Banco de Portugal manteve o limiar de 43,3 milhões de euros.

O documento indica, em cada tabela, os grupos económicos devedores (sem referir nomes, apresentando-os por códigos), o valor do crédito inicial, o capital reembolsado, a exposição à data da ajuda pública, as perdas registadas nos cinco anos anteriores, os tipos de garantias e a existência ou não de medidas feitas pelos bancos para tentar recuperar o dinheiro emprestado.

Já as imparidades não são apresentadas por cada devedor, mas apresentado o valor agregado total dos grupos de devedores em cada banco. No caso do Novo Banco, em todos os casos é dito que foram tomadas medidas de recuperação, havendo 13 operações sem garantias associadas.

Apesar de, em 2014, o Novo Banco ter nascido como o ‘banco bom’ do BES, na resolução deste, desde então só tem apresentado prejuízo, justificando a administração com o legado do BES com que ficou. No primeiro semestre deste ano teve prejuízos de 400,1 milhões de euros , o dobro do prejuízo de 212,2 milhões no mesmo período de 2018.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Resultados de Centeno são bons, mas o caminho para lá chegar não"

Assunção Cristas, líder do CDS, admitiu em entrevista ao Jornal de Negócios que os resultados do ministro das Finanças, Mário Centeno, são bons, mas a forma como foram alcançados não. Se a ex-professora universitária tivesse de …

Irão vai permitir que mulheres entrem nos estádios

A jovem iraniana Sahar Khodayari, de 29 anos, imolou-se em frente a um tribunal de Teerão depois de ter sido condenada a seis meses de prisão por tentar ir a um jogo. A sua morte …

Thomas Cook anuncia falência e obriga a repatriamento maciço de 600 mil turistas

O operador turístico britânico Thomas Cook anunciou falência depois de não ter conseguido encontrar, durante o fim de semana, fundos necessários para garantir a sua sobrevivência e, por isso, entrará em “liquidação imediata”. “Apesar dos esforços …

Dar à luz era mais fácil há 2 milhões de anos

Como humanos modernos, desenvolvemos a habilidade de caminhar em duas pernas e temos cérebros grandes. Estas características ajudam-nos a chegar à prateleira de cima e a resolver quebra-cabeças - mas vêm com um preço. As nossas …

Lotes de medicamentos para azia com possível carcinogénio retirados do mercado

O Infarmed ordenou este sábado a recolha e retirada imediata de uma série de lotes de medicamentos protetores gástricos contendo o princípio ativo ranitidina do mercado, depois de ter sido detetada a presença de uma …

Ator de Star Trek morre aos 50 anos

Aron Eisenberg, o Nog de Star Trek: Deep Space Nine, morreu este sábado, com apenas 50 anos. A causa de morte do ator ainda não foi revelada. Morreu Aron Eisenberg, ator que interpretou a personagem Nog, …

Mesmo que não beba, o seu fígado pode sofrer danos causados por álcool

A lesão hepática é uma das consequências bem conhecidas do consumo excessivo de álcool. Mas nem sempre é preciso beber para sofrer delas. Algumas bactérias intestinais produzem álcool e podem danificar o nosso fígado sem lhe …

Colisão gigante de asteróides no Espaço provocou um boom de vida na Terra

Os asteróides desempenharam um "papel divino" na história da vida na Terra. Um novo estudo sugere que um gigantesco boom de biodiversidade na Terra, há cerca de 470 milhões de anos, poderá ter acontecido devido …

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …