Novo Banco. Gestor de crédito malparado nega conhecimento prévio da carteira

António Cotrim / Lusa

O administrador da Finsolutia Nuno Espírito Santo garantiu que desconhecia previamente a carteira de imóveis adquirida ao Novo Banco e gerida pela sua empresa, e que não se relaciona com o primo Ricardo Salgado “desde 2013 ou 2014”.

Questionado pelo deputado único da Iniciativa Liberal, João Cotrim de Figueiredo, na comissão de inquérito ao Novo Banco, sobre se tinha algum tipo de “conhecimento prévio” quanto ao conteúdo das carteiras de crédito que a Finsolutia viria a administrar, Nuno Espírito Santo rejeitou.

“De todo. Para terem consciência, as carteiras do Novo Banco representam 15% dos ativos que nós gerimos. Nós temos um mundo além do Novo Banco. Nós fazemos a gestão, mas a atividade da Finsolutia é muito mais abrangente e muito mais relevante que os ativos do Novo Banco”, respondeu ao deputado liberal.

Nuno Espírito Santo tinha trabalhado no BES Investimento na década de 2000, e os principais investidores da empresa fundada por si foram esse banco e o suíço UBS.

O gestor revelou também que não fala com o seu primo Ricardo Salgado, antigo presidente do BES, “seguramente desde 2013 ou 2014”.

“Eu sou primo relativamente afastado. O meu avô é irmão do avô dele, e eu sou o mais novo da minha geração, tenho 49 primos direitos. Eu conheço o doutor Ricardo Salgado, mas não é uma pessoa com quem eu tenha relação”, respondeu ao deputado Alberto Fonseca (PSD).

João Cotrim de Figueiredo perguntou também acerca do trabalho realizado com a Anchorage, empresa sediada nas Ilhas Caimão, com uma subsidiária no Luxemburgo, que comprou a carteira de crédito Viriato ao Novo Banco em 2018, e cujos beneficiários últimos não são conhecidos.

“Nós só fomos envolvidos na fase final com a Anchorage”, começou por dizer o antigo trabalhador do BES Investimento, acrescentando que a empresa “é um player relevante no mercado deste tipo de ativos, e é uma entidade a quem nós fazemos esforço comercial, transacional”.

O deputado Duarte Alves (PCP) interpelou Nuno Espírito Santo dizendo que “trabalhava diretamente com o fundo Anchorage e geria os ativos que eram do fundo Anchorage”, através de sociedades imobiliárias portuguesas, questionando “quem era afinal a Anchorage” e os seus beneficiários últimos.

“O que posso dizer é que do nosso processo de contratação fizemos o nosso KYC [know your customer, avaliação do cliente] e o AML [anti-money laundering, contra branqueamento de capitais], e consideramos que cumpriram com os requisitos para nós podermos assinar os nossos contratos”, respondeu.

Nuno Espírito Santo disse ainda que sabia “o suficiente” para poder assinar os contratos com as sociedades locais, mas apenas “dentro daquilo que é o enquadramento legal do país”, desconhecendo “quem são os investidores” do fundo.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump começasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …