Nova Zelândia quer que escolas ensinem sobre os Maori e história colonial do Reino Unido

O Governo da Nova Zelândia propôs na quarta-feira que todas as crianças aprendam sobre a história do povo Maori e da colonização britânica a partir de um currículo definido que os professores devem seguir, encerrando um sistema em que as escolas escolhem como essas matérias são ensinadas.

De acordo com a CNN, os apoiantes da mudança defendem que a forma como a história do país é ensinada atualmente tende a encobrir as atrocidades contra os povos indígenas durante a colonização, enquanto os críticos dizem que o novo currículo deixaria de apresentar uma visão equilibrada do passado.

“Vamos ensinar, vamos aprender e lembrar. Vamos partilhar a nossa história com todos os alunos em todas as escolas”, disse a primeira-ministra Jacinda Ardern, ao lançar um rascunho do currículo que planeia apresentar no próximo ano.

O povo Maori, que representa cerca de 15% da população da Nova Zelândia, foi despojado de grande parte da suas terras durante a colonização pela Grã-Bretanha. Milhares de Maori protestaram pelos direitos civis e sociais em 2019 e criticaram sucessivos Governos por não fazerem o suficiente.

Falando numa visita ao local da batalha de 1846 entre britânicos e Maori em Ruapekapeka, Jacinda Ardern pediu ao público comentários sobre o projeto, que os apoiantes dizem que reflete um reconhecimento renovado da história e cultura Maori.

O currículo proposto inclui a chegada de Maori à Nova Zelândia, o início da história colonial, a imigração e colonização da Nova Zelândia e o Tratado de Waitangi – um tratado de fundação que foi assinado entre representantes da Coroa Britânica e mais de 500 chefes indígenas Maori em 1840.

Paul Goldsmith, porta-voz da oposição e do conservador Partido Nacional, disse que o projeto “carece de equilíbrio e precisa de revisão”.

“Como ganhamos a vida como país? Como, em tão curto espaço de tempo, alcançamos um dos padrões de vida mais elevados do mundo? Estas questões básicas não aparecem com destaque. Elas merecem muito mais do que uma referência passageira“, disse.

A Nova Zelândia marca o Waitangi Day no sábado passado, que representa o nome da região de Waitangi na Ilha do Norte da Nova Zelândia, onde o tratado de fundação foi assinado.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

PRR tem 36 milhões para apoiar contratação de 350 “cientistas”

O Governo tem 186 milhões de euros no Plano de Recuperação e Resiliência para reforçar e capacitar o Sistema Científico e Tecnológico nacional e fomentar a sua articulação com a indústria. Segundo avança o ECO, uma …

Comissão de revisão constitucional proposta pelo Chega deverá acabar rapidamente

A comissão de revisão constitucional proposta pelo Chega vai tomar posse na próxima quinta-feira, mas deverá acabar depressa, uma vez que apenas a Iniciativa Liberal apresentou projeto. A presidência da comissão cabe ao PS, a primeira …

Candidatura ibérica ao Europeu de andebol. Lisboa é a única cidade portuguesa

O campeonato da Europa da modalidade, em 2028, pode ser realizado em diversas cidades espanholas. E na capital portuguesa. A Federação de Andebol de Portugal e Real Federação Espanhola de Andebol confirmaram nesta terça-feira que submeteram …

Uber usou 50 empresas de fachada holandesas para evitar impostos, revela relatório

A Uber recorreu a cerca de 50 empresas de fachada holandesas para reduzir a sua carga fiscal global, revelou a mais recente investigação do australiano Center for International Corporate Tax Accountability and Research. Segundo avançou o …

Task force traça nova meta e prevê 70% da população vacinada até ao início de agosto

O processo de vacinação em Portugal vai contar, a partir deste segundo trimestre, com uma maior quantidade de vacinas disponíveis, principalmente a partir do final deste mês. Esta quarta-feira, no Parlamento, o vice-almirante Henrique Gouveia e …

Mais quatro mortes e 485 casos em Portugal. R(t) sobe ligeiramente

Esta quarta-feira, Portugal regista mais quatro óbitos e 485 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Coroa de diamantes e safiras da rainha Maria II vai hoje a leilão em Genebra

A leilão vai também, esta quarta-feira, um conjunto de adornos, igualmente em safiras e diamantes, da coleção de Estefânia de Beauharnais, filha adotiva de Napoleão I Várias joias que pertenceram a casas reais europeias, entre as …

40 mortos em manifestações contra Governo na Colômbia. Presidente anuncia investigação a abusos policiais

Mais de 40 pessoas morreram nas manifestações contra o governo da Colômbia que começaram há duas semanas, segundo a organização não-governamental (ONG) Temblores. Em relatório divulgado na terça-feira, a ONG colombiana contabiliza pelo menos 40 mortes …

Netanyahu avisa: Hamas "vai receber ataques que não espera"

A escalada de violência continua em Israel e nos territórios palestinianos ocupados e já há vítimas mortais dos dois lados. O Conselho de Segurança das Nações Unidas volta a reunir-se de emergência esta quarta-feira. As forças …

Pela primeira vez, Governo admite que aplicação Stayway Covid não funcionou

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, um dos primeiros governantes a ver o protótipo da aplicação de rastreio de casos de covid-19, admitiu que a StayAway Covid não funcionou. Segundo Manuel Heitor, …