Nova Zelândia impõe máscara para maiores de 12 anos

appaloosa / Flickr

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern

A Nova Zelândia apertou as restrições devido à chegada da variante Delta ao país. As máscaras passam a ser obrigatórias para maiores de 12 anos nos serviços essenciais. 

Depois de as autoridades de saúde terem diagnosticado, na terça-feira, o primeiro caso em vários meses, a Nova Zelândia vê agora o número de novas infeções subir para 10. Com apenas um caso, o país entrou em confinamento e prepara-se, agora, para apertar as medidas de restrição.

Segundo o Observador, a primeira-ministra Jacinda Arden anunciou que o uso de máscara passará a ser obrigatório para maiores de 12 anos, caso frequentem supermercados, farmácias ou outros locais abertos para serviços essenciais.

O uso da máscara já é obrigatório nos transportes públicos.

O confinamento, que estava previsto durar três dias em todo o país e quatro a sete dias nas cidades de Auckland e Coromandel, poderá ser alargado, dependendo de dois fatores: se as autoridades de saúde identificarem a origem do vírus na fronteira e do número de casos registados nos próximos dias.

A chefe do Governo já disse que é expectável que o número de casos aumente. Segundo as suas declarações, o primeiro infetado passou algum tempo num destino muito popular para viajantes de outras partes do país, podendo ajudar na propagação do vírus.

Ashley Bloomfield, diretora-geral de saúde da Nova Zelândia, disse que a maioria dos casos identificados estavam na casa dos 20 anos.

O último surto comunitário no país registou-se em fevereiro. A Nova Zelândia diagnosticou pouco mais de 2.900 casos de covid-19 desde o início da pandemia e apenas 26 mortes provocadas pela doença.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.