Descoberta nova espécie de urso-d’água ainda mais estranha do que o habitual

Vivia num parque de estacionamento de um edifício de apartamentos, no Japão, uma nova espécie de tardigrada – estranhos animais microscópicos mais conhecidos como ursos-d’água.

Este novo tardigrada foi baptizado Macrobiotus shonaicus e constitui a 168ª espécie destes micro-animais já descoberta no Japão, revelam os investigadores responsáveis pela descoberta no artigo científico publicado esta quarta-feira no PLOS ONE.

Os ursos-d’água são extremamente robustos, capazes de sobreviver nas mais adversas condições, incluindo sob temperaturas negativas de 200ºC, ou positivas de 149ºC, ou até em ambientes com radiação ou no vácuo do espaço, realça o Science Alert. Têm um corpo com menos de um milímetro de comprimento, oito pernas e bocas circulares que lhe dão um ar de constante surpresa.

Sendo tão minúsculos, parece espantoso que esta nova espécie tenha sido descoberta numa pequena amostra de musgo retirada do estacionamento de um apartamento em Tsuruoka, uma cidade na costa japonesa.

“A maioria das espécies tardigrada foi descrita a partir de musgo e líquenes – por isso, qualquer almofada de musgo parece ser interessante para as pessoas que trabalham com estes animais”, explica o bio-cientista da Universidade Keio, no Japão, Kazuharu Arakawa, que se dedica a estudar estes microscópicos seres, em declarações ao Live Science.

Mesmo assim, “foi bastante surpreendente encontrar uma nova espécie à volta do meu apartamento”, confessa o investigador.

As análises efectuadas em laboratório permitiram detectar a presença de 10 ursos-d’água a viverem no pequeno pedaço de musgo. Foram então divididos em cinco pares. As análises posteriores permitiram detectar num dos pares a nova espécie Macrobiotus shonaicus.

“Ovos esparguete”

Estes ursos-d’água têm entre 0.318 e 0.743 milímetros, com o aspecto habitual dos tardigrada, com a boca em forma de O e três filas de dentes. Arakawa explica que podem viver em algas, um dado que o surpreende porque a maioria das espécies do género Macrobiotus é carnívora.

Os ovos são outro factor que espanta o investigador, apresentando uma superfície sólida e filamentos flexíveis, parecidos com esparguete, que sobressaem para fora. Características que “podem ajudar o ovo a aderir à superfície onde é colocado“, revela Arakawa.

Stec et al (2018)

Os “ovos esparguete” dos tardigrada Macrobiotus shonaicus.

Outro aspecto que intriga o cientista é o sexo deste novo tardigrada. “O M. shonaicus tem dois sexos, enquanto outros tardigrada, que são cultiváveis em laboratório, têm sido, sobretudo, partenogenéticos (as fêmeas reproduzem-se sem a população masculina)”, destaca Arakawa.

Deste modo, o cientista repara que a nova espécie “é um modelo ideal para estudar a maquinaria e comportamentos sexuais reprodutivos dos tardigrada”.

Mas o aspecto mais fascinante para Arakawa é a possibilidade de poder estudar melhor a extraordinária capacidade que os ursos d´água têm de adaptação a condições adversas. Em 2017, um estudo científico apurou que os ursos d´água transformam-se em vidro para sobreviver à desidratação.

“Se se procurar uma definição de vida, vai conter, provavelmente, algo sobre reprodução e sobre a execução de reacções bioquímicas direccionadas para alcançar esse objectivo – essencialmente, a vida tem um metabolismo”, repara o investigador.

Mas no caso dos tardigrada, “podem perder toda a sua água corporal, à medida que o ambiente seca”, e, neste “estado anidro-biótico”, “não executam nenhuma bioquímica, nem têm metabolismo”, frisa Arakawa. E conseguem “voltar à vida rapidamente após a reidratação”, acrescenta, concluindo que isto “desafia a compreensão actual da vida e da morte”.

Esta nova espécie Macrobiotus shonaicus pertence ao grupo Macrobiotus hufelandi, o primeiro a ser descoberto em 1834. Começaram por ser encontrados na Alemanha e em Itália, mas, actualmente, há espécimes detectados por todo o mundo. Há mais de 1.200 espécies de tardigrada identificadas em todo o planeta. Apesar disso, estes curiosos micro-animais continuam a ser um grande mistério.

PARTILHAR

RESPONDER

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …

X-59: A nova aeronave supersónica experimental da NASA entrou em produção

A Lockheed Martin iniciou a produção do avião supersónico experimental X-59, um contrato, encomendado pela NASA, no valor estimado de cerca de 230 milhões de euros. O X-59 surgiu como a solução da empresa norte-americana para …

Hitler abraçou uma menina judia. 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazi ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

A Ciência determinou o pior ano da história da Humanidade

A Ciência determinou: 536 d.C foi o pior ano para a Humanidade. Esta é a conclusão de um estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Se alguém …

Há uma nova explicação para a dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as alterações climáticas: quanto mais frio é o clima e menos sol há, mais as pessoas tendem a consumir bebidas …