Descoberta nova espécie de urso-d’água ainda mais estranha do que o habitual

Vivia num parque de estacionamento de um edifício de apartamentos, no Japão, uma nova espécie de tardigrada – estranhos animais microscópicos mais conhecidos como ursos-d’água.

Este novo tardigrada foi baptizado Macrobiotus shonaicus e constitui a 168ª espécie destes micro-animais já descoberta no Japão, revelam os investigadores responsáveis pela descoberta no artigo científico publicado esta quarta-feira no PLOS ONE.

Os ursos-d’água são extremamente robustos, capazes de sobreviver nas mais adversas condições, incluindo sob temperaturas negativas de 200ºC, ou positivas de 149ºC, ou até em ambientes com radiação ou no vácuo do espaço, realça o Science Alert. Têm um corpo com menos de um milímetro de comprimento, oito pernas e bocas circulares que lhe dão um ar de constante surpresa.

Sendo tão minúsculos, parece espantoso que esta nova espécie tenha sido descoberta numa pequena amostra de musgo retirada do estacionamento de um apartamento em Tsuruoka, uma cidade na costa japonesa.

“A maioria das espécies tardigrada foi descrita a partir de musgo e líquenes – por isso, qualquer almofada de musgo parece ser interessante para as pessoas que trabalham com estes animais”, explica o bio-cientista da Universidade Keio, no Japão, Kazuharu Arakawa, que se dedica a estudar estes microscópicos seres, em declarações ao Live Science.

Mesmo assim, “foi bastante surpreendente encontrar uma nova espécie à volta do meu apartamento”, confessa o investigador.

As análises efectuadas em laboratório permitiram detectar a presença de 10 ursos-d’água a viverem no pequeno pedaço de musgo. Foram então divididos em cinco pares. As análises posteriores permitiram detectar num dos pares a nova espécie Macrobiotus shonaicus.

“Ovos esparguete”

Estes ursos-d’água têm entre 0.318 e 0.743 milímetros, com o aspecto habitual dos tardigrada, com a boca em forma de O e três filas de dentes. Arakawa explica que podem viver em algas, um dado que o surpreende porque a maioria das espécies do género Macrobiotus é carnívora.

Os ovos são outro factor que espanta o investigador, apresentando uma superfície sólida e filamentos flexíveis, parecidos com esparguete, que sobressaem para fora. Características que “podem ajudar o ovo a aderir à superfície onde é colocado“, revela Arakawa.

Stec et al (2018)

Os “ovos esparguete” dos tardigrada Macrobiotus shonaicus.

Outro aspecto que intriga o cientista é o sexo deste novo tardigrada. “O M. shonaicus tem dois sexos, enquanto outros tardigrada, que são cultiváveis em laboratório, têm sido, sobretudo, partenogenéticos (as fêmeas reproduzem-se sem a população masculina)”, destaca Arakawa.

Deste modo, o cientista repara que a nova espécie “é um modelo ideal para estudar a maquinaria e comportamentos sexuais reprodutivos dos tardigrada”.

Mas o aspecto mais fascinante para Arakawa é a possibilidade de poder estudar melhor a extraordinária capacidade que os ursos d´água têm de adaptação a condições adversas. Em 2017, um estudo científico apurou que os ursos d´água transformam-se em vidro para sobreviver à desidratação.

“Se se procurar uma definição de vida, vai conter, provavelmente, algo sobre reprodução e sobre a execução de reacções bioquímicas direccionadas para alcançar esse objectivo – essencialmente, a vida tem um metabolismo”, repara o investigador.

Mas no caso dos tardigrada, “podem perder toda a sua água corporal, à medida que o ambiente seca”, e, neste “estado anidro-biótico”, “não executam nenhuma bioquímica, nem têm metabolismo”, frisa Arakawa. E conseguem “voltar à vida rapidamente após a reidratação”, acrescenta, concluindo que isto “desafia a compreensão actual da vida e da morte”.

Esta nova espécie Macrobiotus shonaicus pertence ao grupo Macrobiotus hufelandi, o primeiro a ser descoberto em 1834. Começaram por ser encontrados na Alemanha e em Itália, mas, actualmente, há espécimes detectados por todo o mundo. Há mais de 1.200 espécies de tardigrada identificadas em todo o planeta. Apesar disso, estes curiosos micro-animais continuam a ser um grande mistério.

PARTILHAR

RESPONDER

Lisboa, Porto e Coimbra podem vir a ter megatribunais

O Governo prevê investir quase 275 milhões de euros na próxima década na construção e requalificação de tribunais. Lisboa, Porto e Coimbra deverão ganhar um novo grande tribunal. Em Lisboa, Porto e Coimbra, o Governo defende …

Desmantelamento de base nuclear na Coreia do Norte vai começar

A Coreia do Norte deve iniciar esta quarta-feira o desmantelamento de uma base nuclear em Punggye-ri. Depois de terem negado o acesso aos jornalistas, o Governo volta atrás e permite a cobertura jornalística Vai começar o desmantelamento …

Zuckerberg foi ao Parlamento Europeu pedir desculpa

Mark Zuckerberg desculpou-se no Parlamento Europeu pela incapacidade demonstrada pela sua empresa para evitar que os dados pessoais dos cidadãos europeus fossem erradamente usados A dois dias da entrada em vigor da legislação europeia para a …

Lasers podem deixar computadores um milhão de vezes mais rápidos

Uma nova técnica promete fazer com que a computação seja até um milhão de vezes mais rápida do que é atualmente, através do uso do laser na propagação de informações. Mil milhões de operações por segundo …

Morreu o escritor norte-americano Philip Roth

O escritor norte-americano morreu de insuficiência cardíaca, aos 85 anos, disse o agente literário à agência noticiosa Associated Press. Natural de Newark, Nova Jérsia, Philip Roth, habitualmente mencionado como candidato ao Nobel da Literatura, era considerado …

Contacto com germes pode prevenir leucemia em crianças

Análise baseada em 30 anos de estudos aponta que a leucemia linfoblástica aguda tem a sua origem em infâncias sem exposição de germes ao sistema imunitário. Uma das causas mais comuns de cancro nas crianças, a …

250 siberianos tornaram-se nos primeiros nativos americanos

Uma recente análise genética sugere que a população fundadora dos nativos americanos que migrou da Sibéria era composta por aproximadamente 250 indivíduos. Apesar dos inúmeros estudos genéticos, os cientistas ainda não tinham chegado a um consenso …

Afinal, o maior anfíbio do mundo são cinco

A salamandra-gigante-da-china não é uma espécie, mas cinco. Estas espécies estão em risco de extinção devido à má gestão da conservação. O maior anfíbio do mundo, a salamandra-gigante da-China (Andrias davidianus) são cinco espécies diferentes. A …

Cientistas chineses descobrem possível origem dos misteriosos sinais extraterrestres

Cientistas chineses encontraram uma nova explicação para as misteriosas e rápidas rajadas de rádio. Os especialistas acreditam que os "sinais extraterrestres" são originados por um tipo específico de estrela de neutrões: as "estrelas estranhas". Em 2001, …

Augusto Inácio (de) novo diretor-geral do Sporting

O Sporting anunciou hoje, através de um comunicado, que o novo diretor-geral de futebol é Augusto Inácio, que regressa assim aos «leões» para substituir André Geraldes. No mesmo comunicado, pode ler-se que o presidente do Sporting, …