Os ursos de água transformam-se em vidro para sobreviver à desidratação

Os tardígrados, ou ursos de água já sobreviveram ao vácuo do espaço e a altas doses de radiação e pressão. Mas estas criaturas microscópicas, que vivem na água, também podem sobreviver a ambientes secos num estado dormente durante uma década, “ressuscitando” quando são expostos à água.

Para realizar esse truque notável, os animais dependem das proteínas tardígradas específicas intrinsecamente desordenadas (TDP).

Quando há água ao redor, essas proteínas anti-desidratação são gelatinosas e não se formam em estruturas tridimensionais bem definidas como a maioria das proteínas conhecidas.

Mas quando os ursos de água começam a secar, estas proteínas se transformam num tipo de santuário de vidro, que forma um casulo ao redor de todos os materiais sensíveis à desidratação no animal, protegendo as criaturas de quaisquer danos.

“Quando o animal seca completamente, os TDPs vitrificam, transformando o fluido citoplasmático das células em vidro”, diz Thomas Boothby, autor principal do estudo, da Universidade da Carolina do Norte, nos EUA.

“Acreditamos que esta mistura vítrea aprisiona outras proteínas sensíveis à dessecação (o estado de extrema secura) e outras moléculas biológicas, bloqueando-as, impedindo-as fisicamente de se desdobrarem, se separarem ou se agregarem”, diz Boothby.

Boothby e os seus colegas descobriram as proteínas após a monitorização da atividade génica conforme os tardígrados secavam. Os especialistas observaram um pico na atividade de genes que acabava por formar as TDPs.

E quando os cientistas bloquearam a atividade desses genes, os tardígrados morreram após a desidratação, demonstrando que os genes eram vitais para sobreviver à dessecação.

Os especialistas descartaram uma suposição de longa data de que os tardígrados sobreviviam à desidratação graças a um açúcar especializado chamado trealose – que é conhecido por realizar esta tarefa em rãs arbóreas. Segundo Boothby, os tardigrados ou não produzem trealose ou produzem apenas pequenas quantidades.

No entanto, os cientistas ficaram surpreendidos ao descobrir que as proteínas protegem a sua carga viva da mesma forma que a trealose, formando um santuário de vidro.

Boothby diz que os resultados fornecem um novo exemplo de evolução convergente, em que a evolução surge com uma solução semelhante mais de uma vez.

“Alguns animais evoluíram para depender da trealose, enquanto que os tardigrados também desenvolveram a capacidade de vitrificar, mas usando um tipo completamente diferente de molécula – uma proteína”, diz ele.

“É surpreendente ver que a evolução encontrou várias maneiras bioquímicas de obter o mesmo tipo de mecanismo para resolver o problema da dessecação. Trealose em nematóides e camarões de salmoura, e aparentemente TDPs em tardígrados“, diz Ingemar Jönsson, da Universidade de Kristianstad, na Suécia.

A equipa está a investigar se outros organismos, como sementes de plantas, também dependem dessas proteínas para sobreviver à dessecação.

Boothby espera que esta descoberta possa ser traduzida em aplicações práticas, por exemplo, como uma forma de armazenar vacinas e produtos farmacêuticos à temperatura ambiente, desidratando-os em vez do arrefecimento constantemente.

PARTILHAR

RESPONDER

Portimonense 1-3 Sporting CP | Raphinha dá vida a visão de Bruno

O Sporting assumiu a liderança da Liga NOS, ao arrancar uma vitória por 3-1 no terreno do Portimonense. Raphinha foi o herói da partida ao apontar dois golos. Num jogo que teve um arranque louco, com …

Psicólogos revelam o que pensam as outras pessoas das suas selfies

Uma experiência com centenas de utilizadores do Instagram descobriu que aqueles que publicam muitas selfies são vistos como menos amigáveis, bem-sucedidos, extrovertidos e também mais inseguros. "Mesmo quando dois feeds têm conteúdo semelhante, como conquistas ou …

Descoberta em Alenquer uma das maiores muralhas do país do Calcolítico

Arqueólogos portugueses e espanhóis descobriram em Alenquer uma muralha monumental, uma das maiores do país do período Calcolítico, com quatro a cinco mil anos, após terem realizado este mês as primeiras escavações. A uma altitude de …

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …