Nova bateria de iões de lítio é flexível (e pode suportar condições extremas)

O maior inimigo das baterias é o calor. As baterias de iões de lítio são suscetíveis a acidentes, como incêndios ou até explosões, uma vez que são construídas com combustíveis e materiais inflamáveis. Recentemente, investigadores do Johns Hopkins Applied Physics Laboratory corrigiram o risco de segurança mais significativo da fonte de energia: a combustibilidade.

Reduzir a inflamabilidade de certos dispositivos, como baterias, era um objetivo do grupo de investigadores do Johns Hopkins Applied Physics Laboratory, nos Estados Unidos. Com a cada vez mais crescente procura por armazenamento de energia, os avanços de segurança marcam um passo significativo na transformação da forma como as baterias de iões de lítio são fabricadas e implementadas em dispositivos eletrónicos.

Centrados neste objetivo, os cientistas desenvolveram uma bateria de iões de lítio flexível, capaz de suportar condições extremas – incluindo submersão, corte e até impacto balístico simulado, avança o Tech Explorist.

Os cientistas criaram uma nova classe de eletrólitos water-in-salt e water-in-bisalt – WiS e WiBS, respetivamente – que, quando incorporados numa matiz polimérica, reduzem a atividade da água e elevam os recursos de energia da bateria e o ciclo de vida, eliminando os solventes inflamáveis, tóxicos e altamente reativos presentes nas baterias de lítio atuais.

Konstantinos Gerasopoulos, investigador do APL, explicou que as baterias de iões de lítio são “uma presença constante nas nossas vidas”, pelo que é fundamental “continuar a melhorar a sua segurança”, em prol do avanço da tecnologia de armazenamento de energia.

Desde o início da sua comercialização, no início dos anos 90, os componentes das baterias de lítio não mudaram muito, uma vez que continua a ser usado o mesmo tipo de célula cilíndrica ou prismática.

“Os esforços de nossa equipa concentraram-se na substituição do líquido inflamável por um polímero que melhora a segurança e o fator da forma. Estamos empolgados com o resultado. O nosso estudo revela a usabilidade e o desempenho aprimorados das baterias de lítio flexíveis à base de água que podem ser construídas e operadas ao ar livre”, referiu.

“A primeira geração de baterias flexíveis não era tão dimensionalmente estável quanto as que estamos a fabricar atualmente”, rematou o investigador. O artigo científico foi publicado recentemente na Chemical Communications.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Tofu nunca causou uma pandemia", publica PETA em outdoors

A organização de direitos dos animais PETA está a incentivar os norte-americanos a experimentar tofu, através de anúncios em 'outdoors' nos Estados Unidos (EUA) onde defendem que o produto de soja "nunca causou uma pandemia". A …

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …