Trump rejeita nova acusação de abuso sexual contra Brett Kavanaugh

Michael Reynolds / EPA

O Presidente norte-americano considera que a nova acusação de abuso sexual contra o juiz do Supremo Tribunal dos Estados Unidos é “mentira”. Os democratas, por sua vez, pedem que Brett Kavanaugh seja destituído do cargo.

De acordo com a Deutsche Welle, a nova acusação de abuso sexual contra o juiz do Supremo Tribunal dos Estados Unidos, Brett Kavanaugh, foi divulgada este fim-de-semana pelo New York Times, depois de uma investigação de dez meses.

No artigo publicado este sábado, Max Stier, um ex-colega da Universidade de Yale, disse que viu Kavanaugh numa festa no dormitório universitário na qual os amigos “empurraram o seu pénis contra a mão de uma outra aluna”.

Este novo testemunho corrobora a acusação feita por Deborah Ramirez, uma ex-colega do juiz na mesma universidade, ainda durante o processo de confirmação de Kavanaugh como juiz do Supremo no ano passado, em que afirmou que este mostrou-lhe as suas partes íntimas durante uma festa na universidade.

O artigo do jornal norte-americano informa que pelo menos sete pessoas, incluindo a mãe de Ramirez, tinham ouvido falar sobre este incidente muito antes de Kavanaugh se tornar juiz. Na altura, durante a audiência de confirmação no Senado, o juiz negou as acusações de Ramirez.

O New York Times avança ainda que Max Stier notificou senadores norte-americanos e o FBI sobre este incidente, mas que o caso não foi investigado.

Este domingo, o Presidente dos EUA, Donald Trump, rejeitou os pedidos de alguns democratas para se iniciar um processo de destituição de Kavanaugh. O chefe de Estado, que defendeu ferozmente o juiz durante o seu processo de confirmação, considerou esta nova acusação uma “mentira” e afirmou que o juiz “deveria começar a processar pessoas por difamação” ou então “ter a ajuda do Departamento de Justiça”.

Pelo menos três pré-candidatos democratas pediram a destituição depois da reportagem do New York Times. A senadora democrata Kamala Harris escreveu no Twitter que “Brett Kavanaugh mentiu ao Senado dos EUA e, mais importante, mentiu ao povo norte-americano”.

“Estas novas revelações são perturbadoras. Assim como o homem que o nomeou, Brett Kavanaugh deve ser destituído”, escreveu também na mesma rede social a senadora e pré-candidata à Presidência pelo Partido Democrata Elizabeth Warren.

“Está mais claro do que nunca que Brett Kavanaugh mentiu sob juramento. Deve ser destituído e o Congresso deveria rever a falha do Departamento de Justiça em investigar adequadamente o assunto”, disse, por fim, Julián Castro, ex-secretário de Habitação e também pré-candidato democrata.

Atualmente, o Senado é controlado pelos republicanos, tornando virtualmente impossível um processo de impeachment contra o juiz nomeado por Trump.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É triste que façam o mesmo “erro” e se esqueçam de referir que a alegada vítima nesta terceira acusação não se recorda do alegado acontecimento alguma vez ter ocorrido. Parece algo bastante importante de referir que foi deixado convenientemente de fora. Duas alegações sem qualquer fundamento não se corroboram uma à outra.

RESPONDER

Autópsias de infetados com covid-19 mostram coágulos sanguíneos em vários órgãos

Investigadores do Centro Médico Langone de Nova Iorque, nos Estados Unidos, analisaram as autópsias de várias pessoas infetadas com covid-19 que mostram a presença de vários sanguíneos em vários órgãos, Na nova investigação, cujos resultados foram …

Abundância de metais raros aponta para uma estrela companheira desaparecida da supernova Cassiopeia A

Uma análise espectroscópica por astrofísicos do instituto RIKEN (Japão) sugere que a estrela massiva que explodiu para formar a supernova conhecida como Cassiopeia A provavelmente tinha uma estrela companheira que ainda não foi descoberta. Isto …

BMW vai começar a cobrar mensalidade pelo smart cruise e aquecedores de assentos

A BMW vai começar a cobrar uma mensalidade ou anuidade aos condutores por várias funcionalidades opcionais dos seus automóveis. Smart cruise, faróis inteligentes e aquecedores de assentos são algumas funções que passarão a ser cobradas periodicamente …

Uma boa higiene oral ajuda a travar a covid-19. Os especialistas explicam porquê

Especialistas espanhóis defendem que uma boa higiene oral ajuda a travar a covid-19, uma vez que o novo coronavírus se concentra inicialmente no nariz e boca, sendo também expelido através destas vias. "Na fase inicial …

"Muito angustiado". Papa diz sofrer com a transformação de Santa Sofia em mesquita

O Papa Francisco afirmou este domingo estar "muito angustiado" com a conversão, decidida pela Turquia, da antiga basílica de Santa Sofia numa mesquita, após a oração dominical do Angelus. “O mar leva o meu pensamento um …

Gestor de ativos norte-americano diz que o ouro é o "verdadeiro bitcoin" (e explica porquê)

Um gestor de ativos norte-americano disse, em entrevista à CNBC, que acredita que o outro é o "verdadeiro bitcoin" - e explicou porquê. O preço do ouro, "investimento-refúgio" racional para investidores em tempos de crise …

Fortuna de Jeff Bezos não pára de engordar. Acabou de atingir um novo recorde

A fortuna do fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezzos, acaba de quebrar um novo recorde ao atingir os 182,6 mi milhões de dólares. Os números foram avançados esta semana pela revista Forbes, que detalha que …

Portugal não pode chegar ao inverno com a situação atual, alerta epidemiologista

Portugal corre o risco de não conseguir responder a um ressurgimento de casos de covid-19 no inverno, afirmou este sábado o médico de Saúde Pública Ricardo Mexia, considerando que o país não pode chegar a …

Pela primeira vez, nasceu um raro par de elefantes gémeos no Sri Lanka

Um raro par de elefantes gémeos foi encontrado num parque nacional no Sri Lanka. É a primeira vez que o país regista crias gémeas, que são extremamente raros em elefantes. Os dois animais, que terão entre …

Teste aos forcados e lotação reduzida. Publicadas as novas regras para as touradas

A temporada taurina retoma com praças com lotação de 50%, uma reivindicação do sector que viu este sábado ser publicada pela Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC) uma acualização às normas discutidas com a DGS. “O que …