Em “nome da nação”, Trump pede desculpa a Kavanaugh pelo “sofrimento terrível”

Shawn Thew / EPA

O conservador de 53 anos foi confirmado no sábado pelo Senado norte-americano

O Presidente dos Estados Unidos pediu desculpa, em nome do país, a Brett Kavanaugh, que é acusado por três mulheres de agressão sexual. Donald Trump mencionou o “sofrimento terrível” que o juiz terá passado.

“Em nome da nossa nação, desejo apresentar desculpas a Brett e ao conjunto da família Kavanaugh, pela dor e pelo sofrimento terríveis que foram obrigados a suportar”, declarou Trump, na Casa Branca, antes do juramento do juiz, de 53 anos, confirmado no sábado pelo Senado, depois de uma intensa luta política.

Trump declarou também que Kavanaugh tinha sido “apanhado numa falsificação montada pelos democratas”, considerando que as alegações de má conduta sexual contra o juiz “foram todas falsificadas, [o caso foi] fabricado e é uma desgraça”.

Kavanaugh foi acusado por várias mulheres de agressão sexual, incluindo uma professora universitária californiana, que testemunhou sob juramento que Kavanaugh a tentou atacar durante uma festa de liceu há décadas. Kavanaugh negou todas as alegações.

Com todos os juízes presentes, o Presidente norte-americano declarou que Kavanaugh foi vítima de uma “campanha de destruição política e pessoal baseada em mentiras”. “Sob escrutínio histórico, [Kavanaugh] foi provado inocente”, declarou Trump, que tinha chegado a considerar credível o testemunho da professora.

O Presidente dos Estados Unidos chegou a declarar que considerava credível o testemunho daquela professora, tendo posteriormente escarnecido o depoimento desta.

Fraude fabricada pelos democratas

Na sua intervenção, durante uma cerimónia de posse repetida para as câmaras, Kavanaugh assegurou ao público norte-americano que vai ser “justo e imparcial”, afirmando que o Supremo Tribunal “não é uma instituição política ou partidária”.

“O Supremo Tribunal é uma equipa de nove pessoas. E eu sempre serei um membro da equipa, desta equipa de nove. O processo de confirmação no Senado foi controverso e desgastante. Esse processo acabou”, declarou.

O Senado norte-americano ratificou no sábado a nomeação de Kavanaugh, numa votação cerrada (50-48).

Foi, assim, o fim de um processo de nomeação que desencadeou protestos em massa, uma investigação do FBI e uma avaliação nacional sobre poder, género e agressão sexual. Ocorre também a menos de um mês de eleições, a meio de mandato, que vão determinar que partido vai controlar o Congresso.

Os democratas da Casa dos Representantes prometeram aprofundar as investigações sobre as denúncias de várias mulheres contra Kavanaugh se ganharem a maioria nas eleições intercalares de Novembro.

No Senado, os republicanos detêm uma maioria de 51 para 49, com vários assentos em disputa no escrutínio do próximo mês. À exceção do senador da Virgínia Ocidental Joe Manchin, todos os democratas votaram contra a nomeação do novo juiz para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos.

Ao deixar a Casa Branca ao início do dia para uma viagem à Florida, Trump afirmou que Kavanaugh foi “apanhado numa fraude fabricada pelos democratas“.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Brevemente vamos ver documentos FISA desclassificados (tudo o que os democratas não queriam que saísse cá para fora, por isso vimos todos estes jogos de mentiras, “fumo e espelhos”), tudo o que está escondido sobre a falsa bandeira do 11 de setembro, cerca de 40000 sealed indictments que estão a aguardar ser abertos e revelados ao público. Se não sabem o que isto significa para os EUA e também para o mundo, pesquisem.
    O esgoto está a ser drenado!

  2. Quando não há argumentos e factos que alicercem estes mesmos argumentos, “ataca-se”.
    A verdade é que a investigação do FBI foi muito limitada e não foi provado que Kavanaugh fosse inocente: o relatório do FBI diz que não foram encontrados quaisquer indícios que corroborassem a acusação. E isso deveu-se ao facto do FBI não ter ouvido qualquer testemunha indicada pela Drª Ford (eram cerca de 20) nem ouviu os testemunhos dos colegas de Yale (que o contradizem no que diz respeito ao consumo de álcool e provam que Kavanaugh mentiu sob juramento).
    Assim, uma nova investigação pode ser aberta.
    Pessoalmente, e tendo ouvido a sessão do senado onde foram ouvidos Kavanaugh e a Dra Ford, considero que o testemunho dele foi mesmo mais credível do que Kavanaugh.

RESPONDER

Desconfinamento recua em alguns concelhos, e será suspenso noutros. Mas avança no resto do país

O primeiro-ministro, António Costa, fez uma declaração ao país no final da reunião do Conselho de Ministros que aprovou, esta quinta-feira, as medidas para a terceira fase de desconfinamento da pandemia de covid-19. Apesar do Rt …

"Nova era". Turquia manda delegação ao Egito para normalizar relações

Uma delegação turca vai deslocar-se em maio ao Egito para encontros que visarão a "normalização" das relações entre os dois países, degradadas após vários anos de tensão. "Na sequência do convite dirigido pelo Egito à Turquia, …

Estão a chegar poemas às caixas de correio. A ideia é combater a solidão

“Palavras Vizinhas” é um projeto que pretende contribuir para o combate à solidão e desenvolvimento do sentido de comunidade, através da poesia. Os envelopes sem remetente nem destinatário trazem poemas manuscritos lá dentro. Tudo começou quando …

Ministra da Cultura francesa promete reabertura de Notre-Dame em 2024

A catedral de Notre-Dame, em Paris, vai reabrir em 2024, prometeu, esta quarta-feira, a ministra da Cultura francesa, na véspera de se completarem dois anos desde que um incêndio devastou o mundialmente famoso monumento. A promessa …

“É urgente“. Ex-ministros da educação querem abertura das escolas no verão

Os antigos ministros da educação, Maria de Lurdes Rodrigues e Marçal Grilo, defendem a abertura de escolas no verão para responder às dificuldades causadas pela pandemia. Maria de Lurdes Rodrigues e Marçal Grilo concordam que “é …

"Tirámos Trump de lá". Funcionário da CNN admite que canal quis ajudar Biden a vencer eleições

Um funcionário da CNN falou abertamente com um jornalista disfarçado sobre as motivações políticas que a emissora teve durante a eleição presidencial de 2020. A investigação foi divulgada pela Fox News, que relatou que o funcionário …

Cem mil famílias vão receber 1.300 euros para melhorar conforto térmico de casa

Cerca de 100 mil famílias carenciadas vão receber vouchers no valor de 1.300 euros para melhorar a eficiência energética das suas casas. Parte do dinheiro da “bazuca europeia” vai destinar-se a melhorar a eficiência energética. O …

Juventude Popular defende que corrupção deve prescrever apenas ao fim de 20 anos

A Juventude Popular (JP) preparou um conjunto de "propostas contra a corrupção" e defende que crimes como corrupção ativa e passiva devem prescrever ao fim de 20 anos. A Juventude Popular (JP) defende que crimes como …

EUA abrem "a cada 10 horas" uma nova investigação contra a China

O Departamento Federal de Investigação (FBI) dos Estados Unidos tem mais de duas mil investigações abertas relacionadas com o governo chinês e abre uma nova “a cada 10 horas”, disse o diretor da instituição ao …

São Miguel em Alto Risco a partir das 00h00 de sexta-feira

A ilha de São Miguel, nos Açores, entra oficialmente em situação de Alto Risco de contágio a partir da meia noite desta sexta-feira. A ilha de São Miguel, nos Açores, vai passar para o nível de …