Divulgar notícias que “desrespeitem” o Governo russo vai dar cadeia

Kremlin / POOL / EPA

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, tomou posse para um quarto mandato

A nova lei de Moscovo criminaliza a divulgação das chamadas “fake news” e de notícias que “desrespeitem” o Governo russo. Muitos críticos olham para esta medida de Putin como uma forma de censura disfarçada.

O presidente russo Vladimir Putin assinou, esta segunda-feira, uma lei que permite a condenação de material informativo que seja insultuoso para o Governo russo. A divulgação deste tipo de conteúdo pode levar a uma multa de 20 mil euros e, caso a infração seja reincidente, pode levar até 15 dias de prisão.

A multa será calculada de acordo com o cargo do cidadão em questão. Quanto maior a responsabilidade do cargo, maior será a multa atribuída. Este método já é aplicado noutros tipo de leis russas.

De acordo com a americana NPR, as leis visarão informação online que represente um “claro desrespeito à sociedade, ao governo, aos símbolos do Estado, à constituição e às instituições governamentais”.

As críticas à nova lei não tardaram em aparecer, alegando que isto se trata de uma limitação da liberdade de expressão do povo russo. Dmitry Peskov, um porta-voz do Kremlin, já veio responder às críticas, dizendo que “dificilmente se pode concordar com a opinião de que isto é algum tipo de censura”.

“Esta esfera de notícias falsa e de insultos está sob estrita regulamentação em muitos países do mundo, mesmo em estados europeus. Sem dúvida, que isto tem que ser feito no nosso país”, acrescentou Peskov.

Em declarações à NPR, Matthew Rojansky, diretor do Wilson Center’s Kennan Institute, esta nova lei é “politicamente significativa”, porque a internet até ao momento “permaneceu um espaço relativamente livre para a expressão política, incluindo a oposição ao regime”.

De acordo com o Moscow Times, as leis mais duras de internet introduzidas nos últimos cinco anos “obrigam a que os motores de busca removam alguns resultados da pesquisa, a que serviços de mensagens partilhem chaves de encriptação com os serviços de segurança e a que redes sociais armazenem dados pessoais dos seus utilizadores em servidores nacionais”.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Se forem para a cadeia menos mal; actualmente, alguns dos que ousam apontar o dedo ao Kremlin/Putin aparecem misteriosamente MORTOS!…

  2. Na época do Joseph Stalin, O Carniceiro do Càucaso, as punições mais leves eram enviar o pobre coitado para umas férias na Sibéria, sem direito a volta. Milhões de russos fizeram a viagem , amontoados nos vagões da linha férrea Transsiberiana. A ida dos que não voltaram nunca foi narrada por nenhum repórter do Pravda ou do Izvestia. Os condenados a passar fome e sofrer o frio congelante, com temperaturas negativas de até 70 graus Celsius. A TROYKA russa, o Inferno Gulag, palavras esquecidas. É a velha Rússia. É o que pensa Joaoluizgondimaguiargondim- jlg21.com@gmail.com

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …