Norte-americana acusada de reter 33 migrantes na cave em trabalho forçado

Kendall County Sheriff's Office

Uma norte-americana, residente na cidade de Cicero, em Illinois, foi detida e acusada por trabalho forçado depois de as autoridades locais terem descoberto 33 imigrantes da Guatemala na cave de sua casa.

Na passada terça-feira, agentes federais levaram a cabo uma operação na residência de Concepción Malinek, depois de terem recebido denúncias que davam conta da presença de cidadão guatemaltecos presos na casa da mulher, noticia o Chicago Sun Times.

Segundo o mesmo diário norte-americano, os agentes da polícia encontraram 33 pessoas, entre os quais 19 adultos e 14 crianças, a viver na cave.

As pessoas encontradas revelaram que, Malinek, de 49 anos e também de origem guatemalteca, os manteve na propriedade contra a vontade. A mulher terá procurado empregos para alguns dos migrantes, visando ficar com parte do salário que receberiam.

De acordo com o Daily Mail, Malinek terá mesmo obrigado os migrante a realizar trabalho forçado, ameaçando depois denunciá-los aos serviços de imigração caso estes não lhe pagassem milhares de dólares. A Russia Today nota que este pagamento serviria como moeda de troca pela “ajuda” que a norte-americana lhes teria dado para entrar no país.

Segundo a investigação, Malinek cobrava até 18.000 dólares pela “ajuda”. Apesar de viverem em condições “deploráveis” e de serem obrigados a dar grande parte dos seus salários à mulher, Malinek exigia-lhes ainda um aluguer, avançaram as autoridades.

Um relatório policial ilustra, segundo o relato de uma das alegadas vítimas, a situação de quase escravidão em que viviam: do salário, que rondavam os 1.965 dólares mensais, 974 dólares eram retidos por Malinek para despesas; 200 dólares destinavam-se a destinar a “dívida”; 424 dólares para várias contas e outros 200 dólares para transporte diário.

Feitas as contas, e de um salário de quase 2.000 dólares, os trabalhadores ficavam com apenas 167 dólares – pouco mais de 10% do rendimento que auferiam.

Alguns dos migrantes encontrados serão da família de Malinek e outros terão com a norte-americana algum tipo de relação, adiantou ainda a estação televisiva de Chicago WGN.

Desconhece-se ainda quantas das vítimas eram migrantes sem documentação, mas alguns terão pedido asilo no país, de acordo com as autoridades.

Malinek foi presa quinta-feira. Confrontada com o risco de fuga, o juiz negou-lhe a fiança. A norte-americana, acusada de trabalho forçado, ficará sob custódia até ao julgamento.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …