Em nome da natureza. WWF acusada de contratar patrulhas para matar e torturar pessoas

A organização não-governamental World Wide Fund for Nature está sob acusação de ter financiado grupos paramilitares para matarem e torturem habitantes de países africanos e asiáticos. A WWF admitiu que vai abrir uma investigação independente para averiguar a veracidade das denúncias.

Os jornais norte-americano BuzzFeed e nepalês The Kathmandu Post acusam a WWF de contratar patrulhas para combater a caça furtiva com recurso a meios ilícitos. Para atingir os fins pretendidos, acusam os dois órgãos de comunicação, as patrulhas contratadas matam e torturam habitantes locais.

A WWF, uma das maiores organizações de proteção ambiental do mundo, vê agora, com estas acusações, a sua reputação em causa. O BuzzFeed entrevistou várias pessoas que acusam a World Wide Fund de abuso de poder e assassinato.

De acordo com o Público, um dos casos é referente ao Nepal, onde Hira Chaudhary conta a história da morte do marido, que terá sido detido e torturado por guardas florestais numa prisão junto ao parque nacional de Chitwan. “Eles espancaram-no impiedosamente e puseram-lhe água salgada no nariz e na boca”, contou Hira Chaudhary à polícia.

Chaudhary terá sido torturado e morto devido a suspeitas de que teria ajudado o filho a esconder um chifre de rinoceronte no quintal da sua casa. Mesmo sem provas, os guardas prenderam, torturaram e mataram o agricultor nepalês, acusa a nepalesa

A World Wide Fund, que, segundo o BuzzFeed, ajuda a financiar a equipa de guardas florestais que patrulham o parque nacional de Chitwan, fez tudo ao seu alcance para evitar que os guardas acusados de homicídio fossem a julgamento.

“Até à data, pessoas continuam a ser injustamente acusadas, presas e abusadas“, diz um dos ativistas de Chitwan, citado pelo The Kathmandu Post. Mas este não é um caso único, segundo o BuzzFeed.

Em 2017, guardas florestais de um parque da WWF, nos Camarões, saíram ilesos após torturarem uma criança de 11 anos em frente aos pais. Além disso, a organização não-governamental é também acusada de financiar e fornecer material, formação e salários a grupos militares na África e Ásia.

Em nome da natureza e em defesa dos animais, a WWF aparentemente apoia e financia a tortura e morte de seres humanos.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não sou Verde, nem político, nem direita-esquerda, ambidextra.. Apenas não gosto que se matem animais, desnecessariamente, ainda por cima, não Ter o senso comum, que esses caçadores furtivos, deveriam deixar certos grupos em paz, para dar tempo de as espécies reproduzirem.. … Ok, a Malta vem, e diz: mas a única fonte de rendimento daquela familia, era vender dentes de tigre morto para serem incinerados, e usar as cinzas, Como remédio para disfunção sexual masculina… ..por que não, criar unidade para tigres e rinocerontes, em Quintas, Como quem tem manadas de vacas? Os furtivos iriam morrer à fome, devido à rapidez com que extinguem espécies… Entretanto, aparecem uns, armados em justiceiros, pois existem justiceiros de qualquer coisa, hoje em dia..

RESPONDER

Russos atormentam Estados Unidos outra vez. Presidenciais são o alvo

Os serviços secretos norte-americanos estão convencidos de que os russos estão, novamente, a tentar influenciar as presidenciais daquele país. Faltam nove meses para as eleições presidenciais norte-americanas, mas já há suspeitas de que os russos estão …

Processo obscuro e pouco transparente. Expansão do Metro do Porto cria mal-estar

O alargamento do Metro do Porto está a criar mal-estar entre algumas autarquias da área Metropolitana do Porto. Os autarcas falam num processo obscuro e pouco transparente. O protocolo para consolidação da expansão da rede de …

Barcelona contrata jogador com o mercado fechado (mas Leganés não pôde fazer o mesmo)

O Barcelona foi autorizado a contratar um jogador com o mercado fechado, mas o pedido do Leganés foi rejeitado. O clube perdeu Braithwaite para o clube catalão. O FC Barcelona anunciou, esta quinta-feira, a contratação do …

"Epidemia das raspadinhas" preocupa Portugal. Há quem gaste 500 euros por dia

De acordo com um estudo recente, há cada vez mais pessoas a chegarem aos consultórios médicos com a doença do jogo patológico desencadeada pela raspadinha. Num artigo científico publicado na The Lancet, Pedro Morgado e Daniela …

Direita chega ao jogo das comissões no MB Way. PSD e Chega juntam-se ao PS

O PSD quer alargar serviços dentro das contas de baixo custo e incluir transferências via a aplicação da SIBS. O Chega quer eliminar custos nessas transações. Depois da esquerda, é a vez da direita marcar terreno …

Fãs de Kobe Bryant em luto estão a deixar flores na sepultura errada

Numa tentativa de prestar homenagem ao ex-basquetebolista, vários fãs de Kobe Bryant em luto estão a deixar flores na sua sepultura. O problema é que o têm na campa de outra pessoa. Quase um mês depois …

Precários das escolas ganham menos 170 euros por mês ao entrarem nos quadros

Nas escolas, os psicólogos que passem a efetivos através do PREVPAP passam a ganhar menos 170 euros por mês. Há outros trabalhadores na mesma situação. Os psicólogos precários que trabalham em escolas passam a ganhar menos …

Numa Liga Europa "aportuguesada", o Sporting foi o único a rugir

O Sporting foi a única equipa portuguesa a conseguir vencer nos 16-avos-de-final da Liga Europa. Benfica, FC Porto e SC Braga saíram derrotados dos seus respetivos jogos. A Liga Europa é casa dos emblemas portugueses esta …

Suspensão de voos para a Venezuela vai custar 10 milhões à TAP. "Quem vai pagar a conta?"

O presidente da TAP está preocupado com as consequências da suspensão dos voos para a Venezuela. "Quero saber que vai pagar essa conta." O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, disse esta quinta-feira que a suspensão …

Há mais gestores a abandonar empresas de Isabel dos Santos. MP admite descongelar contas bancárias

Depois das várias demissões no EuroBic, NOS e Efacec, há mais gestores a abandonarem empresas menos conhecidas de Isabel dos Santos em Portugal. Na sequência da polémica em torno do caso Luanda Leaks, pessoas como Mário …