“Nomadland” foi o grande vencedor da noite dos Óscares

Chris Pizzello / EPA

Chloe Zhao, realizadora do filme “Nomadland”

“Nomadland – Sobreviver na América” conseguiu, este domingo, o Óscar de Melhor Filme. A realizadora Chloé Zhao foi distinguida com o Óscar de Melhor Realização e a atriz Frances McDormand levou para casa o Óscar de Melhor Atriz.

Dirigido por Chloé Zhao, “Nomadland – Sobreviver na América” teve como produtores Frances McDormand, Peter Spears, Mollye Asher, Dan Janvey e a própria Chloé Zhao.

O filme, protagonizado por Frances McDdormand, que ganhou o Óscar de Melhor Atriz, conta a história de uma mulher que viaja pela América como nómada, vivendo numa caravana, trabalhando em empregos temporários e sobrevivendo na estrada, na sequência de uma crise económica.

Embora o filme seja ficção, assenta em testemunhos reais de norte-americanos que vivem na estrada, sempre em trânsito, numa comunidade nómada mais envelhecida e nas margens da sociedade.

Com o Óscar de Melhor Atriz, Frances McDormand entrou no pequeno grupo de atrizes com mais de duas estatuetas da Academia, juntando-se a Meryl Streep e Ingrid Bergman (três Óscares, cada), e a Katharine Hepburn (quatro Óscares). Mais: conseguiu um pleno, ao vencer as três nomeações para melhor atriz, depois de “Fargo” (1996) e de “Três Cartazes à Beira da Estrada” (2018).

Chloé Zhao, sino-americana, foi a primeira mulher asiática nomeada para os Óscares e a segunda mulher a conquistá-lo, depois de Kathryn Bigelow, em 2020, por “Estado de Guerra”.

Ao receber o prémio, Zhao dedicou-o “a todos aqueles que tiveram a fé e a coragem de se agarrar à bondade em si próprios e nos outros”. “Sempre encontrei bondade nas pessoas que conheci, em todos os lugares do mundo onde estive”, disse a realizadora.

O Óscar de Melhor Ator foi atribuído a Anthony Hopkins pelo seu desempenho em “O Pai”, de Florian Zeller. O britânico, que não esteve presente na cerimónia, conquistou o segundo galardão, 30 anos depois da sua distinção pelo papel em “O Silêncio dos Inocentes”, de Jonathan Demme.

Daniel Kaluuya conquistou o Óscar de Melhor Ator Secundário, pelo desempenho em “Judas and the Black Messiah”, sobre o líder dos Blanck Panther Fred Hampton. A atriz sul-coreana Yuh-Jung Youn foi distinguida com o Óscar de Melhor Atriz Secundária, pela sua prestação no filme “Minari”.

“Mank”, de David Fincher, que tinha dez nomeações, somou apenas dois Óscares: Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte. “Ma Rainey: A mãe dos blues” venceu em Melhor Caracterização e Melhor Guarda-Roupa, “My Octopus Teacher” levou o Óscar de Melhor Documentário, “Two Distant Strangers” foi a Melhor Curta-Metragem e “If Anything Happens I Love You” foi a Melhor ‘Curta’ de Animação.

O Óscar de Melhor Argumento Original foi para a britânica Emerald Fennell, pelo filme “Uma Miúda com Potencial”, e o de Melhor Argumento Adaptado foi para Christopher Hampton e Florian Zeller, por “O Pai”.

“Sound of Metal” obteve dois Óscares, Melhor Montagem e Melhor Montagem de Som, em seis nomeações. “Soul” venceu o Melhor Filme de Animação e a Melhor Banda Sonora. O Óscar de Melhor Canção foi atribuído a “Fight For You”, do filme “Judas and the Black Messiah”. “Mais uma rodada”, do dinamarquês Thomas Vinterberg, conquistou o Óscar de Melhor Filme Internacional.

O prémio Jean Hersholt, com que a Academia distingue contribuições para causas humanitárias, foi entregue ao Motion Picture & Television Fund, desta vez com a pandemia em fundo.

A cerimónia da 93.ª edição dos Óscares, adiada de fevereiro para abril, por causa da pandemia da covid-19, decorreu no tradicional Dolby Theatre, com audiência, e no edifício da estação de comboios Union Station, em Los Angeles.

Esta edição bateu o recorde de nomeações para mulheres, atingindo as 76, e prezou pela diversidade. Foi nesta edição que a primeira mulher não branca venceu o Óscar de Melhor Realização, que uma atriz coreana conseguiu um Óscar de representação e que as primeiras mulheres afro-americanas conquistaram o Óscar de Melhor Caracterização.

Lista de Vencedores:

Melhor Filme:

Vencedor: “Nomadland – Sobreviver na América”
“O Pai”
“Judas e o Messias Negro”
“Mank”
“Minari”
“Uma Miúda Com Potencial”
“O Som do Metal”
“Os 7 de Chicago”

Melhor Realização:

Vencedora: Chloé Zhao, “Nomadland – Sobreviver na América”
Lee Isaac Chung, “Minari”
Emerald Fennell, “Uma Miúda Com Potencial”
David Fincher, “Mank”
Thomas Vinterberg, “Mais uma Rodada”

Melhor Argumento Original:

Vencedora: Emerald Fennell por “Uma Miúda com Potencial”
Will Berson e Shaka King por “Judas e o Messias Negro”
Isaac Chung por “Minari”
Darius Marder e Abraham Marder por “O Som do Metal”
Aaron Sorkin por “Os 7 de Chicago”

Melhor Argumento Adaptado:

Vencedores: Christopher Hampton e Florian Zeller por “O Pai”
Sacha Baron Cohen, Anthony Hines, Dan Swimer, Peter Baynham, Erica Rivinoja, Dan Mazer, Jena Friedman e Lee Kern por “Borat, o Filme Seguinte”
Chloé Zhao por “Nomadland – Sobreviver na América”
Kemp Powers por “Uma Noite em Miami”
Ramin Bahrani por “O Tigre Branco”

Melhor Atriz:

Vencedora: Frances McDormand, “Nomadland – Sobreviver na América”
Viola Davis, “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
Andra Day, “Estados Unidos vs. Billie Holiday”
Vanessa Kirby, “Pieces of a Woman”
Carey Mulligan, “Uma Miúda Com Potencial”

Melhor Atriz Secundária:

Vencedora: Yuh-Jung Youn, “Minari”
Maria Bakalova, “Borat, o Filme Seguinte”
Glenn Close, “Lamento de uma América em Ruínas”
Olivia Colman, “O Pai”
Amanda Seyfried, “Mank”

Melhor Ator:

Vencedor: Anthony Hopkins, “O Pai”
Riz Ahmed, “O Som do Metal”
Chadwick Boseman, “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
Gary Oldman, “Mank”
Steven Yeun, “Minari”

Melhor Ator Secundário:

Vencedor: Daniel Kaluuya, “Judas e o Messias Negro”
Sacha Baron Cohen, “Os 7 de Chicago”
Leslie Odom Jr., “Uma Noite em Miami”
Paul Raci, “O Som do Metal”
Lakeith Stanfield, “Judas e o Messias Negro”

Melhor Filme Internacional:

Vencedor: “Mais uma Rodada”, Dinamarca
“Better Days”, Hong Kong
“Collective”, Roménia
“The Man Who Sold His Skin”, Tunísia
“Quo Vadis, Aida?”, Bosnia-Herzegovina

Melhor Curta-Metragem:

Vencedor: “Dois Perfeitos Estranhos”
“Feeling Through”
“The Letter Room”
“The Present”
“White Eye”

Melhor Filme de Animação:

Vencedor: “Soul: Uma Aventura com Alma”
“Bora Lá”
“Para Além da Lua”
“A Ovelha Choné, o Filme: A Quinta Contra-Ataca”
“Wolfwalkers”

Melhor Filme de Animação (Curta):

Vencedor: “Se Acontecer Alguma Coisa, Adoro-vos”
“A Toca”
“Genius Loci”
“Opera”
“Yes-People”

Melhor Maquilhagem e Penteados:

Vencedores: Sergio Lopez-Rivera, Mia Neal e Jamika Wilson por “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
Marese Langan, Laura Allen and Claudia Stolze por “Emma”
Eryn Krueger Mekash, Matthew Mungle e Patricia Dehaney por “Lamento de uma América em Ruínas”
Gigi Williams, Kimberley Spiteri e Colleen LaBaff por “Mank”
Mark Coulier, Dalia Colli e Francesco Pegoretti por “Pinocchio”

Melhor Guarda-Roupa:

Vencedora: Ann Roth por “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
Alexandra Byrne por “Emma”
Trish Summerville por “Mank”
Bina Daigeler por “Mulan”
Massimo Cantini Parrini por “Pinocchio”

Melhor Montagem de Som:

Vencedores: Nicolas Becker, Jaime Baksht, Michellee Couttolenc, Carlos Cortés e Phillip Bladh por “O Som do Metal”
Warren Shaw, Michael Minkler, Beau Borders e David Wyman por “Greyhound”
Ren Klyce, Jeremy Molod, David Parker, Nathan Nance e Drew Kunin por “Mank”
Oliver Tarney, Mike Prestwood Smith, William Miller e John Pritchett por “News of the World”
Ren Klyce, Coya Elliott and David Parker por “Soul”

Melhor Documentário:

Vencedor: “A Sabedoria do Polvo”
“Collective”
“Crip Camp: Uma Revolução pela Inclusão”
“The Mole Agent”
“Time”

Melhor Documentário (Curta):

Vencedor: “Colette”
“A Concerto Is a Conversation”
“Do Not Split”
“Hunger Ward”
“Uma Canção de Amor para Latasha”

Melhores Efeitos Visuais:

Vencedores: Andrew Jackson, David Lee, Andrew Lockley e Scott Fisher por “Tenet”
Matt Sloan, Genevieve Camilleri, Matt Everitt e Brian Cox por “Love and Monsters”
Matthew Kasmir, Christopher Lawrence, Max Solomon e David Watkins por “O Céu da Meia-Noite”
Sean Faden, Anders Langlands, Seth Maury e Steve Ingram por “Mulan”
Nick Davis, Greg Fisher, Ben Jones e Santiago Colomo Martinez po “O Único e Imcomparável Ivan”

Melhor Direção de Arte:

Vencedores: Donald Graham Burt e por Jan Pascale por “Mank”
Peter Francis e Cathy Featherstone por “O Pai”
Mark Ricker, Karen O’Hara e Diana Stoughton por “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
David Crank e Elizabeth Keenan por “News of the World”
Nathan Crowley e Kathy Lucas por “Tenet”

Melhor Fotografia:

Vencedor: Erik Messerschmidt por “Mank”
Sean Bobbitt por “Judas e o Messias Negro”
Dariusz Wolski por “News of the World”
Joshua James Richards por “Nomadland — Sobreviver na América”
Phedon Papamichael por “Os 7 de Chicago”

Melhor Montagem:

Vencedor: Mikkel E. G. Nielsen por “O Som do Metal”
Yorgos Lamprinos por “O Pai”
Chloé Zhao por “Nomadland — Sobreviver na América”
Frédéric Thoraval por “Uma Miúda Com Potencial”
Alan Baumgarten por “Os 7 de Chicago”

Melhor Banda Sonora Digital:

Vencedores: Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste por “Soul”
Terence Blanchard por “Da 5 Bloods: Irmãos de Armas”
Trent Reznor e Atticus Ross por “Mank”
Emile Mosseri por “Minari”
James Newton Howard por “News of the World”

Melhor Música Original:

Vencedores: ‘Fight for You’, música de H.E.R. e Dernst Emile II; letra de H.E.R. e Tiara Thomas, em “Judas e o Messias Negro”
“Hear my Voice”, música de Daniel Pemberton; letra de Daniel Pemberton e Celeste Waite, em “Os 7 de Chicago”
‘Husavik’, música e letra de Savan Kotecha, Fat Max Gsus e Rickard Göransson, em “Festival Eurovisão da Canção: A História dos Fire Saga”
‘Io Sì (Seen)’, música de Diane Warren; letra de Diane Warren e Laura Pausini, em “Uma Vida à Sua Frente”
‘Speak Now’, música e letra de Leslie Odom, Jr. e Sam Ashworth, em “Uma Noite em Miami”

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente os Oscares são atribuídos a pessoas não brancas. Foi preciso uma campanha protoganizada pelos artistas negros para a Academia se consciencializar que era Racista. O mundo finalmente começa a mudar ao reconhecer o Racismo.

RESPONDER

Mais quatro mortes e 485 casos em Portugal. R(t) sobe ligeiramente

Esta quarta-feira, Portugal regista mais quatro óbitos e 485 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Coroa de diamantes e safiras da rainha Maria II vai hoje a leilão em Genebra

A leilão vai também, esta quarta-feira, um conjunto de adornos, igualmente em safiras e diamantes, da coleção de Estefânia de Beauharnais, filha adotiva de Napoleão I Várias joias que pertenceram a casas reais europeias, entre as …

40 mortos em manifestações contra Governo na Colômbia. Presidente anuncia investigação a abusos policiais

Mais de 40 pessoas morreram nas manifestações contra o governo da Colômbia que começaram há duas semanas, segundo a organização não-governamental (ONG) Temblores. Em relatório divulgado na terça-feira, a ONG colombiana contabiliza pelo menos 40 mortes …

Netanyahu avisa: Hamas "vai receber ataques que não espera"

A escalada de violência continua em Israel e nos territórios palestinianos ocupados e já há vítimas mortais dos dois lados. O Conselho de Segurança das Nações Unidas volta a reunir-se de emergência esta quarta-feira. As forças …

Pela primeira vez, Governo admite que aplicação Stayway Covid não funcionou

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, um dos primeiros governantes a ver o protótipo da aplicação de rastreio de casos de covid-19, admitiu que a StayAway Covid não funcionou. Segundo Manuel Heitor, …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: Sporting campeão (Boavista é o próximo)

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/sporting-1-0-boavista-o-musical Sei que esta música já foi incluída neste espaço radiofónico. A versão foi outra mas a música era a mesma. Abriu a emissão sobre o FC Porto-Benfica, em janeiro deste ano. Porque esses eram os …

Entidade para a Transparência. Governo quer que o processo seja célere, mas leva atraso de 2 anos

O Governo quer celeridade no processo de criação e instalação da Entidade para a Transparência, um organismo que já foi aprovado há dois anos. Numa audição na Comissão da Transparência, sobre a criação e instalação da …

Jogos da última jornada da Liga NOS vão ter adeptos nas bancadas

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta quarta-feira, que os jogos da última jornada da I Liga vão poder ter público nas bancadas. "Os jogos da última jornada da Liga NOS vão ter público nas …

"Mudou radicalmente". Diretor da PJ diz que Rui Pinto está a colaborar com a Justiça

O diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, enfatizou esta quarta-feira a importância da colaboração estabelecida com Rui Pinto e sublinhou que o principal arguido do processo Football Leaks "mudou radicalmente" de atitude há …

Pessoas sem-abrigo vão poder indicar autarquias como morada

Os portugueses sem endereço postal físico vão poder indicar a morada de uma autarquia, de um serviço local da Segurança Social ou de uma associação da sociedade civil sem fins lucrativos quando fazem o cartão …