/

No Restaurante Pedidos Trocados todos os empregados têm demência

Frequentar um restaurante onde a probabilidade de o pedido sair trocado não é para todos. Mas quem aqui entra sabe que, à partida, isso vai acontecer. O Restaurante dos Pedidos Errados esteve aberto apenas entre os dias 2 e 4 de junho, em Tóquio, em formato pop-up e o conceito é, no mínimo, original.

Um “bom” restaurante é definido não só pela qualidade da comida, mas também do atendimento, que se quer rápido e eficiente. Por isso, erros como trocas de pedido ou esquecimentos são de evitar… mas aqui não.

Em Tóquio, o Restaurante dos Pedidos Errados abriu para chamar a atenção para a demência, uma deficiência cognitiva que afeta a memória e a capacidade de resolver problemas considerados simples. Além disso, a síndrome interfere com os relacionamentos e atividades diárias.

Quem escolhe sentar-se a estas mesas já sabe que o quadro de funcionários, além de sofrer do problema, é formado por pessoas com a mesma síndrome.

Por isso, se o cliente pedir um hambúrguer e, em vez disso, receber guiozas – um prato chinês, que consiste num recheio de carne moída ou de vegetais -, como já aconteceu, não se espante: é até muito provável que aconteça.

Em setembro, a propósito do mês de consciencialização mundial para o Alzheimer, o restaurante será reaberto, também com pessoas que sofrem do problema.

  ZAP // Hypeness

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.