Os níveis de CO2 na atmosfera são os piores dos últimos 3 milhões de anos

A concentração de dióxido de carbono na atmosfera terrestre aumentou em velocidade recorde em 2016 e atingiu um nível que nunca tinha sido atingido nos últimos três milhões de anos, alertou a Organização das Nações Unidas.

O novo relatório é uma chamada de atenção a cientistas e governantes, e pede às nações que considerarem reduções drásticas na quantidade de CO2 que emitem nas negociações da próxima reunião climática em Bona, na Alemanha.

“As concentrações globais de CO2 atingiram 403,3 partes por milhão em 2016 contra 400 ppm em 2015, devido à combinação de actividade humana com o forte El Niño” de 2016, de acordo com o Boletim de Gases do Efeito Estufa, publicado anualmente pela agência meteorológica da ONU.

“Os números não mentem”, disse o director do Gabinete de Meio Ambiente da ONU, Erik Solheim. “Ainda estamos a emitir muito CO2 e precisamos de reverter essa tendência. Temos que redobrar os nossos esforços para garantir que novas tecnologias com baixa emissão de carbono possam prosperar”.

O aumento de 3,3 ppm é consideravelmente maior do que o aumento anual médio de 2,08 ppmda última década, e encontra-se bastante acima do registado no ano do último grande El Niño, em 1998, quando o aumento foi de 2,7 ppm.

O estudo, que usa dados de monitorização de navios, aeronaves e estações terrestres para acompanhar as tendências das emissões de CO2 desde 1750, afirma que o dióxido de carbono na atmosfera está a aumentar 100 vezes mais rapidamente do que na última Era Glacial, devido ao crescimento populacional, agricultura intensiva, desmatamento e industrialização.

Não é possível saber quanto desse aumento é devido ao El Niño, que desencadeia secas que reduzem a capacidade dos “recicladores” naturais de carbono, como as florestas, de absorver o gás.

No início deste ano, cientistas do Met Office, do Reino Unido, emitiram a sua primeira previsão, tendo projectado que o CO2 poderia chegar às 410 ppm em março – e que quase certamente chegaria a esse nível em abril. A sua previsão foi confirmada com o registo diário do dia 18 de abril.

A animação acima, feita pela NASA, mostra como o dióxido de carbono se move à volta do planeta. De acordo com os cientistas, a média mensal de dióxido de carbono na atmosfera chegou a um pico próximo de 407 ppm em maio, estabelecendo um novo recorde do valor de média mensal de CO2 na atmosfera.

Felizmente, muitos países estão já a adoptar medidas importantes para tentar diminuir drasticamente a quantidade de CO2 na atmosfera. Na China, por exemplo, o governo ordenou o encerramento de 40% das fábricas para reduzir a poluição, enquanto a Holanda está se prepara para acabar com todo o uso de carvão na sua indústria até 2030.

Por outro lado, Oxford, no Reino Unido, quer tornar-se a primeira cidade livre de emissões de carbono no mundo até 2035, enquanto a Austrália está a construir o que será em breve a maior central de energia solar concentrada do mundo.

PARTILHAR

RESPONDER

Bolsonaro diz estar de "consciência tranquila". Brasil com quase 100 mil mortos

O Presidente do Brasil afirmou, esta quinta-feira, que está de "consciência tranquila", num momento em que o país sul-americano está quase a chegar aos 100 mil mortos por causa da pandemia de covid-19. "Estamos de consciência …

PSP já apanhou mais de três mil pessoas a conduzir sem carta este ano

O número de pessoas detetadas a conduzir sem carta aumentou 22% nos sete primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. "De 1 de janeiro a 31 de julho de 2020, …

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …