Nivea causa polémica em África com creme para “tornar a pele mais clara”

(dr) Jennifer K. Akuamoah / Twitter

O polémico creme da Nivea para tornar a pele mais clara

A Nivea está a ser duramente criticada nas redes sociais por causa de uma publicidade a um creme para tornar a pele mais clara, que está a ser veiculada em vários países africanos. 

A publicidade, que está a passar em países como a Nigéria, Gana, Camarões e Senegal, visa o creme hidratante “Natural Fairness” (clareza natural), que promete tornar a pele de quem o usa “visivelmente mais clara”. Tanto os outdoors publicitários como o anúncio televisivo têm como protagonista a ex-miss Nigéria, Omowunmi Akinnifesi.

A propaganda foi duramente criticada nas redes sociais, com várias mulheres a dizer que “esta não é a forma certa de fazer publicidade em África” e a explicar à marca que não pretendem ter a pele mais clara.

Entre os críticos está a modelo transexual e ativista Munroe Bergdorf, recentemente demitida de uma campanha da L’Oreal por ter criticado o racismo que ainda se vive nos Estados Unidos.

Isto não está certo Nivea. Perpetuar a noção de que a pele mais clara é mais bonita, mais jovem é tão prejudicial e desempenha a narrativa racista tão comum na indústria da beleza, isto é, que a brancura ou a pele clara é o padrão pelo qual todos devemos lutar”, escreveu na sua conta do Instagram.

“Os publicitários têm o poder de mudar esta narrativa, mas campanha atrás de campanha vemos que é assim a nível global. Fazer dinheiro a fazer com que outras pessoas se odeiem a si mesmas não é aceitável. Estes cremes são não só fisicamente prejudiciais mas também eticamente errados. Todas as peles negras são bonitas, sem exceção, por isso, celebrem-nos em vez de nos pedirem para aderir a ideais inacessíveis e racistas“.

Uma questão antiga

O produto da Nivea não é novo, mas a recente estratégia de divulgação da marca gerou polémica, apenas uns dias depois de a Dove, marca da Unilever, ter sido criticada por um anúncio em que várias modelos se transformavam em mulheres de outras etnias.

Em particular, a parte em que uma mulher negra se transformava numa branca. A Dove pediu desculpas, mas Lola Ogunyemi – a modelo em causa – disse depois que o anúncio não era racista mas que tinha o propósito de celebrar a diversidade étnica.

A Nivea já tinha sido criticada no início do ano por um anúncio a um desodorizante no Médio Oriente em que se via escrito que “branco é pureza”.

A Beiersdorf, empresa dona da Nivea, emitiu um comunicado a dizer que reconhece as preocupações levantadas e que a intenção nunca foi ofender os consumidores.

“A Beiersdorf é uma empresa global, que oferece uma grande variedade de produtos que têm como finalidade abordar as diferentes necessidades de cada tipo de pele dos seus consumidores por todo o mundo. Tendo conhecimento do direito de cada consumidor em escolher um produto de acordo com a sua preferência, a empresa oferece diversas alternativas de produtos de alta qualidade para cuidados com a pele”, afirma.

O uso de cremes branqueadores é uma polémica antiga. Um estudo da Universidade da Cidade do Cabo estima que uma em cada três mulheres clareia a pele na África do Sul. Uma pesquisa da Organização Mundial de Saúde (OMS) também apurou que 77% das nigerianas usam este tipo de produto regularmente.

Dermatologistas sul-africanos apontam que estes cremes podem ter efeitos colaterais, tais como cranco e hiperpigmentação da pele. “Precisamos de educar mais as pessoas sobre os perigos deste tipo de produto”, diz Lester Davids, da universidade sul-africana.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Além de ficar caro e na maior parte dos casos a água é escassa nada como uma boa dança sobre terra clara e quanto mais ficar em cima dos corpos mais brancos ficam sem terem de recorrer a essas mariquices europeias.

RESPONDER

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …

Antigos maias construíram filtros de água sofisticados (capazes de funcionar nos dias de hoje)

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Cincinnati (UC), os antigos maias da cidade de Tikal construíram sofisticados filtros de água através do uso de materiais naturais importados. Os investigadores da UC descobriram evidências de …

Como é que as pandemias acabam? A História sugere que as doenças vêm para ficar (durante milénios)

Uma combinação de esforços de saúde pública para conter e mitigar a pandemia veio ajudar a controlá-la. No entanto, epidemiologistas acreditam que as doenças infeciosas, como é o caso da covid-19, nunca desaparecem.  Ao longo dos …