Dove retira anúncio “racista” e pede desculpa

(dr)

A publicidade destinada às redes sociais mostrava uma mulher negra a transformar-se em branca depois de usar um gel de banho da marca.

A Dove, marca da multinacional Unilever, publicou, este sábado, no Facebook, um vídeo publicitário em que uma mulher negra, ao tirar a t-shirt, transforma-se numa mulher de pele branca que, por sua vez, também se transforma numa terceira mulher morena e de cabelo preto.

Para muitos internautas, este efeito visual criou a sensação de que “a troca de pele” teria acontecido graças ao uso do gel de banho, o que gerou numerosas acusações de racismo.

A chuva de críticas levou a marca a retirar imediatamente a publicidade, mas muitos utilizadores conseguiram copiar e gravar as imagens do vídeo, sendo novamente divulgadas nas redes sociais.

​​No mesmo dia, a Dove fez um pedido de desculpas. “A imagem que recentemente publicámos no Facebook não conseguiu representar as cores de pele das mulheres de forma respeitosa. Lamentamos profundamente as ofensas que podem ter sido causadas”, escreveu a marca na sua conta oficial do Twitter.

​Contudo, vários internautas acreditam que muitas pessoas se apressaram a tirar conclusões sem ter visto o vídeo todo, ou seja, sem ter visto a terceira “transformação”, na qual a mulher caucasiana “tira a pele” e se transforma numa latina.

Olhando para as sequência completa de imagens, efectivamente, talvez a notícia de que a Dove fez mais um anúncio racista seja ligeiramente exagerada. E há quem diga mesmo que é uma acusação fake de racismo por parte de quem, inadvertidamente ou com intuitos maliciosos, se apressou mais uma vez a lançar a indignação nas redes sociais.

No entanto, esta não é a primeira vez que a marca é acusada de discriminação racial. Em 2011, a Dove apresentou um anúncio em que colocava três mulheres, a primeira com a pele mais escura e a última com uma cor de pele mais clara, como se a mulher branca fosse o bom resultado conseguido graças à utilização dos produtos da marca.

​Em 2015, lançou um creme de verão destinado para “peles normais às mais escuras”.

E aos que clamam que este é mais um caso de mera “fúria despropositada nas redes sociais” com uma situação que eventualmente nem o merecia, não faltou quem tivesse tido o cuidado de contextualizar o mais recente anúncio no histórico de anúncios racistas da Unilever, marca mãe da Dove.

PARTILHAR

RESPONDER

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …

Exército do Canadá quer saia da farda mais curta para atrair mulheres

Para aumentar o alistamento de mulheres, o exército do Canadá está a considerar fazer alterações à farda, encurtando as saias, e referir-se às medalhas como "bling", palavra em inglês usada para se referir acessórios caros …