Nicarágua aprova lei que criminaliza o que o Governo considerar “fake news”

fotospresidencia_sv / Flickr

Daniel Ortega, Presidente da Nicarágua

O Congresso da Nicarágua votou, esta terça-feira, a favor de uma nova lei para regular o que pode ser publicado nas redes sociais e na comunicação social.

De acordo com a agência Reuters, a chamada lei de combate ao cibercrime prevê penas de prisão até quatro anos para qualquer pessoa que for declarada culpada de publicar “fake news” nas redes sociais ou nos meios de comunicação social.

Aqueles que revelarem informações “não autorizadas” pelo Governo enfrentam penas de prisão entre quatro e seis anos, enquanto pessoas que acedam ou divulguem informação que coloca em risco a segurança nacional podem ser condenados a penas de prisão até oito anos.

A lei foi aprovada com larga maioria no Congresso da Nicarágua: 70 dos 91 legisladores presentes votaram a favor. Agora, terá de ser promulgada pelo chefe de Estado, Daniel Ortega, o que é expectável que vá acontecer.

Segundo a agência noticiosa, esta legislação tem sido muito criticada por ativistas da oposição e por organizações de media, que denunciam que esta medida vai criminalizar o jornalismo.

“Esta lei viola a liberdade de expressão dos cidadãos, dos media e das redes sociais e procura bodes expiatórios na oposição e nos media que não são controlados pelo Governo”, afirma Azucena Castillo, uma dos 16 congressistas que votaram contra.

Os apoiantes do Presidente no Congresso defendem, por sua vez, que a nova lei vai permitir controlar os crimes cibernéticos, sexuais e financeiros, assim como prevenir a disseminação de informações falsas. E defendem que a liberdade de expressão está regulada pela Constituição.

José Zepeda, advogado pró-Ortega, acusa a oposição de usar as redes sociais para “difamar e humilhar”. “A lei não tem nada a ver com restringir a liberdade de expressão. Enquanto cidadão, tenho o direito a conhecer a fonte das informações”, acrescenta.

A medida surge depois de uma outra lei para proibir o financiamento estrangeiro com “fins políticos”, que obriga qualquer pessoa que receba dinheiro do estrangeiro a registar-se no Ministério do Interior e a explicar qual será o seu destino.

Membros da oposição consideram que este diploma serve para prevenir que os críticos do Executivo recebam financiamento vindo do estrangeiro antes das eleições de 2021.

Ortega, cujo mandato presidencial termina em janeiro de 2022 e que está no poder há 13 anos, acusa os seus adversários de serem golpistas e terroristas. Em 2018, mais de 300 pessoas morreram durante os protestos contra o seu Governo.

O Executivo tem sido muito criticado pela ausência de estratégias para combater a pandemia de covid-19. Ortega recusou-se a impor medidas restritivas e preventivas e, no início, passou mais de 40 dias sem aparecer em público, não tendo sido dada nenhuma explicação para a sua ausência.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …