Netanyahu alerta para aumento do antissemitismo e fala do cartoon de António

Abir Sultan / EPA

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, denunciou nesta quarta-feira o aumento do anti-semitismo no mundo e deu como um dos exemplos o cartoon do autor português António.

“Vivemos um paradoxo, admiração por todo o mundo para com o Estado judeu, acompanhada em alguns círculos por um aumento do anti-semitismo”, disse. “A extrema esquerda e a extrema direita só concordam num ponto: o ódio aos judeus”.

Numa cerimónia na véspera das comemorações consagradas em Israel à memoria do Holocausto, o primeiro-ministro exemplificou o ódio com um ataque que fez um morto numa sinagoga na Califórnia e com o cartoon, publicado no jornal New York Times.

O desenho do autor português, representando o Presidente dos Estados Unidos como se fosse cego e com um quipá na cabeça, sendo guiado por um cão com a cara de Netanyahu, foi publicado no jornal e depois retirado, com um pedido de desculpas. O cartonista negou que o desenho tivesse qualquer pendor anti-semita.

A polémica, que escalou no 25 de abril aquando a publicação do cartoon, continua a dar que falar. Esta terça-feira, o NYT voltou ao tema e, através de um editorial, explicou como é que a imagem foi parar ao jornal. “O desenho foi escolhido através de um serviço de distribuição por um editor que não reconheceu o seu antissemitismo”, pode ler-se.

Quando foi publicado, explica a mesma publicação, percebeu-se a “evidência de um profundo perigo — não apenas de antissemitismo mas também da dormência face ao seu aparecimento, da maneira subtil como este antigo e duradouro preconceito é mais uma vez trabalhado para chegar à visão pública e conversa comum”.

“As imagens antissemitas são particularmente perigosas agora (…) Durante décadas, a maioria dos judeus americanos sentia-se segura para praticar a sua religião, mas agora passam por detetores de metais para entrar em sinagogas e escolas”.

O NYT escreve ainda que o facto de ter ficado em silêncio entre 1930 e 1940, quando “o antissemitismo se ergueu e banhou o mundo de sangue”, é um “fracasso que ainda assombra este jornal”. “As desculpas são importantes, mas a obrigação mais profunda do The Times é concentrar-se em liderar o jornalismo sem pestanejar e a clara expressão editorial dos seus valore”, frisa.

“Nos últimos anos, a sociedade tem mostrado sinais saudáveis ​​de maior sensibilidade a outras formas de fanatismo, mas, de alguma forma, o antissemitismo muitas vezes ainda pode ser descartado como uma doença apenas nas franjas da sociedade. Isso é um erro perigoso. Como os eventos recentes mostraram, é um problema muito mainstream”.

O anti-semitismo está a aumentar na Europa e na América do Norte, segundo um relatório do Centro Kantor para o estudo do judaísmo na Europa e divulgado pelo Congresso Judaico Europeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …