Afinal, os neandertais foram os primeiros artistas do mundo

C.D Standish, A.W.G. Pike and D.L. Hoffmann

Arte Neandertal

Pinturas Neandertais em Espanha

Tradicionalmente vistos como brutos e selvagens, os neandertais foram, na verdade, os primeiros artistas do mundo, criando pinturas em cavernas cerca de 20 mil anos antes da chegada da nossa espécie humana à Europa.

A conclusão é de um estudo publicado no periódico científico Science que sugere que estes hominídeos fizeram pinturas em cavernas espanholas há cerca de 66 mil anos, ou seja, 20 mil anos antes da chegada do Homo sapiens à Europa.

Os neandertais serão, assim, responsáveis pelas pinturas mais antigas do mundo em cavernas, o que muda a percepção que tínhamos até agora destes hominídeos.

Acreditava-se, até este achado, que a produção artística era um comportamento único da espécie humana (a Homo sapiens) e que estava muito distante das habilidades dos nossos “primos” na linha evolutiva.

“Esta é uma incrível e excitante descoberta que sugere que os neandertais eram muito mais sofisticados do que popularmente se acreditava”, refere o autor que liderou o estudo, Chris Standish, arqueólogo da Universidade de Southampton, no Reino Unido, em declarações divulgadas pelo Science Daily.

Mãos, padrões geométricos e círculos

Estas pinturas foram descobertas em três áreas arqueológicas, em diferentes partes de Espanha, em La Pasiega, Maltravieso e Ardales, localidades situadas até 700 quilómetros de distância entre si. Incluem impressões de mãos, padrões geométricos e círculos vermelhos.

A equipa de investigadores de Reino Unido, Alemanha, Espanha e França que as analisou usou uma técnica de medição chamada urânio-tório, que é utilizada para identificar com precisão a data de itens arqueológicos. Baseia-se na medição da degradação radioactiva do urânio que é incorporado nas camadas minerais que cobrem as pinturas, explica a BBC.

Os resultados obtidos indicam que estas pinturas datam de há 65 mil anos, sendo que os humanos modernos só chegaram à Europa há cerca de 45 mil anos.

Deste modo, os investigadores concluem que esta arte em cavernas só pode ter sido feita pelos neandertais, uma espécie “irmã” da Homo sapiens – e os únicos habitantes humanos da Europa naquela época.

As descobertas são sustentadas pela datação de conchas marinhas que foram perfuradas e pintadas com pigmentos para serem usadas como colares.

Dois de quatro exemplares analisados datam de há cerca de 115 mil anos – mais uma vez, muito antes de haver presença confirmada de humanos modernos na região.

Mudança de percepção

“Logo após a descoberta do primeiro dos seus fósseis, no Século XIX, os neandertais passaram a ser retratados como brutos e sem cultura, incapazes de reproduzirem arte ou comportamentos simbólicos, e algumas dessas percepções persistem até hoje”, diz o Alistair Pike, investigador da Universidade de Southampton envolvido no estudo.

Pike nota que esta nova descoberta acrescenta dados novos à “questão de quão semelhantes aos humanos (modernos) os neandertais eram”.

Artefactos simbólicos datados de há 70 mil anos já tinham sido encontrados em África, mas são associados a humanos modernos.

O investigador Paul Pettitt, co-autor do estudo que representa a Universidade de Durham, no Reino Unido, destaca que esta nova descoberta permite concluir que “os neandertais criaram símbolos significativos em locais significativos”. “A arte não foi algo acidental que ocorreu uma só vez”, salienta.

“Temos exemplos em três cavernas distantes 700 quilómetros entre si e evidências de que se tratava de uma tradição antiga”, acrescenta Pettitt que acredita que será possível encontrar arte rupestre semelhante noutras cavernas da Europa, “com origem neandertal”.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Hesitação anedótica dos deputados do PSD Madeira terá sido motivada por pressões de Rui Rio

O momento anedótico protagonizado pelos deputados do PSD Madeira, no Parlamento, aquando do chumbo às transferências de mais dinheiro para o Novo Banco, terá sido motivado por pressões de Rui Rio sobre o presidente do …

Estudo prevê menos de 2 mil novos casos diários no Natal

No Natal, Portugal deverá registar menos de dois mil novos casos diários de covid-19, segundo uma projeção da Faculdade de Ciência da Universidade de Lisboa divulgada hoje. Neste momento regista-se uma redução de 2,7% de novos …

A brilhar na seleção e sem lugar no Sporting, Plata é pretendido pelo Leicester

Depois de somar um par de boas exibições ao serviço da seleção equatoriana, Gonzalo Plata está a ser sondado pelo Leicester. O jovem de 20 anos não tem sido opção no Sporting. Gonzalo Plata tem atraído …

"É impensável um relaxamento". Entre novas medidas, Itália impõe quarentena a turistas nacionais e estrangeiros no Natal

O governo de Itália aprovou a quarentena obrigatória para cidadãos italianos que estejam no estrangeiro entre 21 de dezembro e 6 de janeiro e regressem ao país e para turistas, para prevenir uma "terceira vaga" …

Esta à porta mais um fim de semana de restrições. Concelhos “fecham” a partir das 23h

Entre as 23h00 desta sexta-feira e as 23h59 de terça-feira estão proibidas as deslocações para fora do concelho de residência habitual, salvo algumas exceções previstas na lei. Nesta sexta-feira, o Parlamento prepara-se para dar “luz verde” …

Lucas Veríssimo tem dado dores de cabeça ao Benfica, mas "poderá sair de graça em janeiro"

O presidente do Santos, Orlando Rollo, avisa que há o sério risco de Lucas Veríssimo sair a custo zero já em janeiro. O SL Benfica está ainda a estudar a sua contratação. O negócio de Lucas …

Tabelas do IRS podem significar aumento do salário mínimo até 685 euros

A divulgação das novas tabelas de retenção na fonte de IRS sugere que o salário mínimo nacional possa aumentar até aos 685 euros. O valor a partir do qual salários e pensões passam a descontar IRS …

Arquipélago na "Atlântida britânica" sobreviveu a tsunami há 8 mil anos

Cientistas acreditam que uma parte de Doggerland, uma antiga civilização conhecida como a "Atlântida britânica", tenha sobrevivido ao tsunami que inundou a região há 8 mil anos. Doggerland foi uma civilização antiga no Mar do Norte, …

Plano de vacinação pode prolongar-se até março de 2022. Normalidade pode regressar já no próximo verão

Portugal vai receber 22,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 que chegam para imunizar toda a população, mas o processo vai decorrer em três fases, a última das quais poderá prolongar-se até ao …

Partidos concordam com o alívio no Natal (mas plano de vacinação não satisfaz Marcelo)

Com o voto favorável do PSD assegurado, o Parlamento vai aprovar, esta sexta-feira, o decreto presidencial com a segunda renovação do estado de emergência desta segunda fase da pandemia. Depois da reunião no Infarmed, Marcelo Rebelo …