O Zumwalt disparou o seu primeiro míssil

O novo destroyer da marinha norte-americana, o USS Zumwalt, disparou pela primeira vez um míssil. O projétil disparado intercetou com sucesso o alvo de teste.

Em 2015, o maior e mais futurista contratorpedeiro da Marinha norte-americana conheceu o mar pela primeira vez, quase oito anos depois de ter começado a ser construido. Apelidado de USS Zumwalt, o navio de guerra partiu do estaleiro Bath Iron Works, no Maine, para fazer os primeiros testes em mar aberto.

Agora, cinco anos depois, e após 26 mil milhões de dólares gastos no programa, o USS Zumwalt disparou um Standard Missile 2 (SM-2) pela primeira vez, escreve o The Drive. O míssil foi disparado numa zona de testes localizada na costa sul da Califórnia, lê-se num comunicado oficial da Marinha norte-americana.

Foram usados drones para simular mísseis subsónicos e supersónicos. A Marinha garantiu que o míssil lançado pelo USS Zumwalt intercetou com sucesso o alvo. O disparo do míssil foi divulgado no canal de YouTube da Marinha.

“O teste bem-sucedido de hoje não apenas demonstra a capacidade do navio de disparar mísseis e de autodefesa, mas também é um passo significativo em direção a testes e operações de sistemas de combate mais avançados para o navio de guerra mais tecnicamente inovador da nossa Marinha”, disse o capitão da Marinha e diretor do projeto, Matt Schroeder, em comunicado.

“A tripulação do USS Zumwalt e o Surface Development Squadron One estão a trabalhar lado a lado com a comunidade de aquisição para aprimorar a capacidade operacional deste navio”, lê-se ainda. Assim, esperam-se melhorias no navio para o futuro.

O SM-2 Block IIIAZ será então uma das principais armas disponíveis para o Zumwalt para defesa aérea e antimísseis.

O principal objetivo da classe Zumwalt é operar tanto em águas profundas como superficiais e pode cumprir uma série de funções como, por exemplo, proteger navios de maior dimensão e disparar contra alvos terrestres.

Também está totalmente adaptado aos padrões da Marinha norte-americana, permitindo uma tripulação de apenas 158 pessoas – quase metade da tripulação a bordo dos atuais contratorpedeiros da classe Arleigh Burke.

Os navios desta classe geram energia suficiente para incorporar as futuras armas que a Marinha está a desenvolver, como é o caso das armas laser, embora a sua construção tenha testemunhado um grande aumento de custos nos últimos anos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …